AMAPÁ, EXEMPLO DA PRIVATIZAÇÃO


 
Apagão no Amapá expõe fracasso da privatização do setor elétrico


A causa do apagão foi a explosão de um transformador da empresa privada Isolux, em Macapá. Sem solução, a população não tem água, hospitais ficam sem geradores e cidades às escuras. A subsidiária da Eletrobrás, a empresa estatal, Eletronorte é quem está dando suporte pra solucionar a crise o mais rápido possível. A mesma Eletrobrás que Paulo Guedes quer entregar na bacia das almas.
06/11/2020 19h08 - atualizado às 22h46

Depois de gasodutos e refinarias, Petrobrás agora anuncia venda dos campos de petróleo na Bahia
Bolsonaro diz que "esperança é a última que morre" e aposta na judicialização da eleição nos EUA
Inflação alta e desemprego recorde. A locomotiva de Guedes puxa o país… Rumo ao abismo

Um apagão no Amapá entrou hoje em seu quarto dia, deixando 13 dos 16 municípios do estado sem energia. A situação também afeta o fornecimento de água, já que sem eletricidade as bombas hidráulicas não funcionam. Cerca de 85% dos 860 mil habitantes, em torno de 730 mil pessoas, está sendo afetada. A causa do apagão foi a explosão de um transformador da empresa privada Isolux, em Macapá.

Subsidiária da Eletrobras, a empresa estatal Eletronorte é quem está dando suporte pra solucionar a crise o mais rápido possível. A mesma estatal que o governo Bolsonaro quer entregar na bacia das almas, privatizando-a e repassando a para o controle da iniciativa privada. Uma medida anti-nacional que ignora a premissa mais importante na geopolítica: nenhum país deixa na mão dos outros o controle sobre seus recursos estratégicos.
<https://pt.org.br/apagao-no-amapa-expoe-fracasso-da-privatizacao-do-setor-eletrico/>

 

Privatização da rede elétrica causou o apagão no Amapá

Até essa sexta-feira dia 6 de novembro, 13 das 16 cidades que compunham o estado do Amapá estão sem energia elétrica desde a última terça-feira dia 3. Em decorrência de incêndio em transformador na capital Macapá, deixando 90% da população há mais de 60 horas sem energia elétrica, acarretando desabastecimento de água, internet, paralisação das agências bancárias, falta de combustível entre outros serviços essenciais.
<https://www.causaoperaria.org.br/privatizacao-da-rede-eletrica-causou-o-apagao-no-amapa/>

 

Isso é só um pequeno exemplos do que pode nos acontecer se Bolsonaro e Guedes lograrem êxito em sua fome de privatização.

 

Ver MAIS

 

..

.