.

.

OS APOSENTADOS E OS APOSENTADOS- A DIFERENÇA  -- 23/04/2003 -

 

Há pessoas que aposentam com salário ínfimo e há os que aposentam com salários altos. Por que? Há razão para isso? Compare e veja.

"Existem os velhinhos que se aposentam com R$240,00 (ou um pouco mais) e os que se aposentam com vencimentos bem mais polpudos, quase nunca condizentes com o que produziram ao país" (LUMONÊ, aposentados ou aposentados?). Quase correto.   Vejam a diferença.

A filosofia jurídica informa que justiça consiste em tratar igualmente os iguais e desigualmente os desiguais.  Isso significa "dar a cada um o que é seu" (jus suum cuique tribuere).

Um indivíduo que nunca passou pela escola vai viver com um trabalho duro, ganhando R$300,00 mensais. Outro passa uns quinze anos nas escolas, sai da faculdade bem preparado, faz um concurso, disputando com milhares de pessoas, provando que é um dos mais aptos para um cargo de alta responsabilidade, e o faz recebendo 5.000,00 mensais.

Aquele trabalhador humilde tem um desconto de R$24,00 sobre seu salário como contribuição para a Previdência.    O alto funcionário tem um desconto de R$550,00 como contribuição previdenciária.

Todos os dois ficam velhos e param de trabalhar. 

Seria justo dar proventos iguais ao que pagava R$24,00 e ao que pagava 550,00? Será que ambos produziram igualmente? Deram igual contribuição à Previdência?

O que ganha menos é isento de imposto de renda, como uma forma de compensar a sua hipossuficiência. E ainda tem um fundo de garantia para retirar no final, o que o outro não tem.  Mas igualar todos ao final da vida já é algo inconcebível.  Quem deu mais é justo que receba mais.

Veja PREVIDÊNCIA - HÁ MUITAS COISAS POR TRÁS, especialmente COMO SE MOSTRA A PREVIDÊNCIA AO POVO E O QUE NÃO SE MOSTRA.


Ver mais ECONOMIA E POLÍTICA

..