ASTEROIDES DETECTADOS EM CIMA DA HORA


Asteroide do tamanho de um carro é descoberto horas antes de chegar à Terra.
O objeto rochoso espacial explodiu na atmosfera do planeta: sua rota estava próxima da ilha de Porto Rico
Redação Galileu
28 Jun 2019

Asteroide foi detectado por cientistas da Universidade do Havaí (Foto: Pixabay)

No ultimo dia 22, um asteroide foi identificado por cientistas da Universidade do Havaí. Logo depois, o viajante celestial atingiu a atmosfera terrestre (a cerca de 380 km ao sul de San Juan, Porto Rico), explodiu e se tornou uma grande bola de fogo.

Cienistas comemoraram o fato de detectar o asteroide antes de sua aniquilação. Esta é a primeira vez em que dois telescópios — o ATLAS, da Universidade do Havaí (Sistema de Alerta de Impacto Terrestre de Asteróide), e o Pan-STARRS (Sistema de Levantamento Panorâmico e Sistema de Resposta Rápida) — mostraram que podem "fornecer advertência suficiente para afastar as pessoas" do local de impacto de um asteroide.

Usando esses telescópios, os astrônomos observaram o asteroide, apelidado 2019 MO, quatro vezes em apenas 30 minutos, quando o corpo rochoso estava a 500 mil km da Terra (um pouco maior que a distância da Lua ao nosso planeta).

Durante a observação do corpo rochoso, os cientistas acreditavam que sua probabilidade de atingir a Terra era pequena. Mas, com sua aproximação, perceberam que a chance seria maior. A rede meteorológica Nexrad (Next-Generation Radar) em Porto Rico, também localizou o asteroide e identificou o seu local de entrada.

Esta é apenas a quarta vez na história em que os cientistas detectaram um asteroide tão perto do impacto. As outras três ocasiões ocorreram nos últimos 11 anos, incluindo 2008 TC3, 2014 AA e 2018 LA — este pousou como um meteorito na África Austral apenas 7 horas depois de ter sido avistado pelos cientistas.

No caso do 2019 MO, que tinha 4 metros de comprimento (aproximadamente o tamanho de um carro), ainda foi produzida uma bola de fogo que equivale a cerca de 6 mil toneladas de explosivos TNT, segundo o Centro de Estudos de Objetos da Terra Próxima (CNEOS, na sigla em inglês). O impacto do asteroide foi tão poderoso que até os satélites em órbita o avistaram e registraram sua destruição. No momento do impacto, o 2019 MO viajava a cerca de 14,9 km/s.

<https://revistagalileu.globo.com/Ciencia/Espaco/noticia/2019/06/asteroide-do-tamanho-de-um-carro-e-descoberto-horas-antes-de-chegar-terra.html>

 

Ver mais  CIÊNCIA

 

..

.