UM CACHORRO FAZENDO COOPER -- 26/11/2003

Como minha memória não retém quase nada após ter sofrido meningite, vivo anotando os acontecimentos e escrevendo aquilo que penso, fazendo montagem de textos.

Tenho escrito várias vezes sobre algumas coisas ligadas à corrida que faço três vezes por semana. Hoje, achei interessante um cachorro fazendo “cooper”.

Em minha corrida, encontro dezenas de pessoas caminhando e algumas poucas correndo como eu. Entre os caminhantes, quase sempre há uma meia dúzia de cachorros ou mais. Mas o de hoje me chamou a atenção por uma peculiaridade: estava correndo sozinho.

Nenhum corredor, como é óbvio, estava apto a acompanhar o animal de corpo leve e flexível. Ele seguia tranqüilo, sem muito esforço, mas sua velocidade exigiria muito de um de nós, que pesamos muito e não temos a corrida como uma prática essencial da nossa vida.

Como o cão vinha em sentido oposto ao meu, eu não o vi novamente, mas ele vinha dentro da pista própria de corrida, em um ritmo que demonstrava não estar fugindo de nada nem perseguindo algum alvo, parecia estar simplesmente correndo como eu. Devia estar só procurando manter a forma.


Ver mais CONTOS E CRÔNICAS

..