GORDURA SUBCUTÂNEA

 

GORDURA SUBCUTÂNEA
Formatos de bdômen: pochete
- basta deitar e observar se a barriga se esparrama para os lados
- caracteriza a obesidade em forma de 'pera'
- Considerada menos prejudicial à saúde
- aparência de 'gordura mole'
- Mais difícil de perder
-se acumula sob a pele (culote, nádegas, pernas, quadril, seios, coxas)
- células menores, que têm mais facilidade de se multiplicar
células mais sensíveis à insulina
- prejudica menos o metabolismo
- mais frequente em mulheres
- produz a celulite
hormônio estrogênio favorece o acúmulo da gordura nas mulheres

GORDURA VISCERAL
- formato de abdômen: bola
- basta deitar e observar se a barriga fica rígida
- caracteriza a obesidade em formato de 'maça'
- fator de risco para a saúde
- aparência de 'gordura dura'
- é mais fácil de perde
- se acumula nas camadas profundas do abdome, em volta dos órgãos
- células maiores, que se multiplicam pouco, mas são mais ativas
- células mais resistentes à insulina
- efetam o metabolismo
- mais frequentes em homens
- conhecidas com a típica 'barriga de cerveja'
- hormônio cortisol, associado à hiperglicemia e intolerância à glicose, faz com que as células de gordura fiquem mais receptivavs às outras, aumentando sua quantidade.
Fonte: Revista SHAPE. Consultoria: Alexandre Barbosa, cirurgião plástico; João Pinheiro, clínico geral e fisiologista do exercício; Paula Cabral, nutróloga. Ilustrações: Ricardo Avancini

 

Ver mais SAÚDE

 

..

.