IRACEMA A VIRGEM DOS LÁBIOS DE MEL

 

Iracema, a virgem dos lábios de mel, que tinha os cabelos mais negros que a asa da graúna e mais longos que seu talhe de palmeira. O favo da jati não era doce como seu sorriso, nem a baunilha recendia no bosque como seu hálito puro.  Ah, sei!  ... aqueles  resíduos  de carne entre os dentes, que nunca eram  escovados, se  transformavam numa substância que deixava seu hálito  mais  perfumado 
do que a baunilha!  Hum!!!


 

Ver mais HUMOR

 

..

.