JESUS CRISTO NO PODER

 

"Candidata do PT à Presidência da República divulgou carta a líderes religiosos em que reafirma ser contra o aborto e promete não violar a liberdade de crença.  Mas optou por excluir menções a casamento ou união civil entre homossexuais. Foram impressos 2 milhões de cópias, que serão distribuídas hoje e amanhã em missas e cultos no país. Ao mesmo tempo, o candidato tucano, José Serra, espalhou santinhos com sua foto e os dizeres 'Jesus é a Verdade e a justiça', em encontro com professores em São Paulo." (Estado de Minas, 16 de outubro de 2010.


Ser contra o aborto é uma liberdade que Dilma, como todos nós, deve sempre ter.  E, quem é a favor deveria ter também essa liberdade.  E "não violar a liberdade de crença" é um dever do estado de direito.

 

Todavia, quanto ao dizer de José Serra, fica uma dúvida.  É "a Verdade e a justiça" o Jesus manso e humilde de coração, ou aquele Jesus que agrediu e expulsou os comerciantes de animais de sacrifício do templo de Jerusalém (Mateus, 21:12, 13)?

 

Vender pombos no templo de Jerusalém era uma necessidade do mercado ante a exigência de sacrifício da lei de Javé.  Mas, para o cristianismo isso era um mal.

 

Será que nossos políticos pretendem colocar Jesus no poder e começar a proibir tudo que não pertença a suas práticas religiosas?   Fala-se em liberdade de crença, mas parece que se quer imposição de prática, como a igreja fazia na Idade Média.  A liberdade continua em risco.

 

Ver mais sobre POLÍTICA    ou  sobre 

 

..

.