.

ESSE MAPA ESTÁ ERRADO SIM, E MUITO ERRADO!!! -- 02/10/2003 -

Em abril de 2001 uma revista de caráter científico publicou um mapa ao avesso e disse que o mapa estava correto.   Eu mostrei que ele está errado.

 A revista Galileu publicou na edição de abril de 2001, nas páginas 10 e 11, o mapa com as explicações abaixo, tentando convencer ao público de que o mapa não está errado.  Mas eu digo: está errado, e muito errado!

Vejam o quanto está errado: foi feita uma inversão do mapa como se fosse o reflexo de um espelho, que mostra o que está do lado esquerdo como se fosse o que está ao lado direito.   Você já imaginou se saísse de Belo Horizonte em direção leste e, ao chegar à costa do Atlântico, virasse à esquerda para ir para o Rio Grande do Sul e à direita para ir para o Rio Grande do Norte?  É isso que faz o referido mapa.  Isso é inverter toda a estrutura do mundo.

 Ele estaria correto, se tivesse tido um giro de 180 graus.  Assim, o norte estaria embaixo e o Sul em cima, mas o Leste ficaria à esquerda e o Oeste à direita.   Dessa forma, chegaríamos à costa do Atlântico e não teríamos que ir para lados contrários.   Você ainda tem dúvida? 

 Em um dos meus livros do primário, havia uma lição que dizia: “O sul, que fica atrás e o norte que fica à frente, quando o leste está à direita”.   Isso quer dizer que, se você está em Minas Gerais, olhando para o Rio grande do Norte, o Rio Grande do Sul está atrás de você e Espírito Santo está à sua direita.    No tal mapa da Galileu,  se você ficasse em Minas Gerais olhando para o Pará, Espírito Santo ficaria à sua esquerda.  Isso seria fisicamente possível.    Dessa forma, só podemos afirmar que o mapa está erradíssimo, porque ele não reflete o mundo real.

Se quiséssemos pôr o sul em cima e o norte embaixo, para coincidir com a forma da Terra, teríamos que por o leste à esquerda.  Mas estaria mantido o princípio,  o leste estaria à esquerda, mas o norte estaria atrás, em lugar do sul.  E, quando virássemos para o norte, estaríamos como realmente ficamos, mantendo o leste à direita.

 Quando pegamos o mapa verdadeiro, olhamos como se estivéssemos de pé com o sul aos nossos pés e o norte junto das nossas cabeças, tendo o leste à nossa direita. Para invertermos o mapa, pondo o sul junto da cabeça, teríamos que por o leste à esquerda, o que não acontece no mapa publicado pela revista.   É uma imagem com fliper vertical, que não reflete a realidade.  

Outro erro gritante é quando fala da exportação do Brasil para a África e diz: "Se tivéssemos mapas melhores, perceberíamos que a Austrália está mais perto".   Os globos hoje baseados nos melhores mapeamentos por satélites mostram que o Brasil e a Austrália estão em lados opostos do globo terrestre, e a África no meio do caminho.   E, se voarmos em direção ocidental, além de atravessar dois países, temos um oceano bem mais largo do que o Atlântico. Assim, a afirmação de que "a Austrália está mais perto" é de tirar a nossa confiança em uma revista tão científica como a Galileu.

 Se alguém ainda achar que o mapa da Galileu está correto, que tente me convencer; mas primeiro, pegue uma foto própria e faça o chamado fliper vertical para ver que os lados de seu corpo não coincidem, se tiver uma mancha no braço esquerdo, ela aparecerá no direito, saindo fora da realidade.  

Veja mais ilustração abaixo.

 

Se estivermos na África olhando para o Brasil, temos a Europa à nossa direita.
Agora veja que, no mapa da revista, a Europa fica à esquerda.  Isso não é real, portanto, não podemos dizer que o mapa seja correto.

O mapa estaria correto, se estivesse assim.
Aqui, olhando da África para o Brasil, vemos a Europa à direita,
refletindo a realidade geográfica.


Ver mais CONHECIMENTOS GERAIS

..