.

 

O MUNDO BOM EM QUE VIVEMOS

 

Muitas pessoas reclamam do mundo atual, dizendo que tudo está ruim, que irá de mal a pior.  Mas o que ocorre é que essas pessoas não conhecem história e não pensam nos benefícios que o conhecimento científico trouxe para todos.

 

Imagine-se vivendo há dez mil anos. 

 

Você não tinha aposentadoria, não tinha médico, não tinha qualquer serviço público.

 

A mortalidade era altíssima.  Os casais tinham um grande número de filhos, e poucos chegavam à idade adulta.

 

Você sofria um ataque de bactérias, bichos tão perigosos desconhecidos à época, e, sem antibióticos, havia só os seus anticorpos para travar a guerra contra esses microterroristas.  Enquanto seu organismo batalhava para vencer esses seres terríveis que se multiplicam em grande velocidade, você sentia alta febre, dor de cabeça e uma porção de outros sintomas tão desagradáveis.  Se seus anticorpos vencessem a batalha, você saía um pouco fortalecido contra novos ataques.  Mas, se seu exército orgânico não desse conta do recado, seu destino era só mesmo a morte pelos seres invisíveis.  

 

Se você sobrevivia até mais de duas décadas,  seus dentes iam se deteriorando, você sofria aquela terrível dor de dente, que lhe dava a vontade de arrancar o dente para se livrar dela.  Mas não havia dentista nem anestesia, nem analgésico para aliviar a sua dor. 

 

Você ia perdendo a visão, e não havia óculos.   Nessas circunstâncias, se você não tivesse a sorte de ser comido por um predador bem grande que o devorasse rapidamente, poderia até ter seu fim nos dentes de um grupo de pequenos predadores que o fosse rasgando e espedaçando pouco a pouco.  

 

Se sua tribo era atacada por outra mais poderosa, você não tinha judiciário para condená-la, não tinha polícia para inibir as ações do bando, e você poderia ser levado para ser escravo pelo resto da vida.   Em resumo não havia lei.  O máximo que havia eram normas a ser seguidas dentro de cada tribo, e, se seu chefe fosse mau, você não tinha a quem recorrer.   Só os mais fortes viviam melhor. 

 

Alguns milênios depois, foram surgindo grandes reinos, que criavam leis ao gosto de seus monarcas, que amenizaram um pouco o mundo de terror, porém com pouca melhora.     Só com muitos séculos de evolução do Direito, chegamos ao estágio atual, em que, não obstante algumas injustiças, há muito mais segurança para a sociedade como um todo.

 

Hoje, você adoece e tem médicos de várias especialidades para analisar o motivo do seu sofrimento.  Enquanto está lutando contra a enfermidade, pode utilizar vários produtos farmacêuticos para aliviar as duas dores.   Como as bactérias já não são invisíveis, elas podem ser combatidas com boas armas que a Ciência criou, não dependendo exclusivamente de seus anticorpos, e suas chances de sobreviver são extremamente maiores.  Até seus últimos dias de vida são bem menos doloridos.   E, se você consegue enfrentar o tempo de serviço definido em lei, no final pode contar com uma aposentadoria, ainda que pequena.

 

Embora,  até nos nossos dias, ainda existam terroristas de vários graus ameaçando o mundo em nome dos deuses (castigos infernais pós morte e castigos reais agora mesmo: torturas e assassinatos), isso ocorre em escala muito menor do que no passado. 

 

Há, mesmo, bandidos preparados com as mais altas tecnologias atuando por aí.  Mas, no passado, com arcos e flechas, espadas, lanças, cacetes e pedras, eles deviam ser muito mais aterrorizantes, diante da falta de aparelho estatal.

 

E pessoas ainda há que reclamam que está demasiado difícil viver!   Não percebem que estão em condições muito melhores do que seus antepassados.  Se nenhuma religião dominar o meio político, nosso mundo estará cada vez melhor.

 

Ver mais CONHECIMENTOS GERAIS

 

..