NATAL CRISTÃO E NATAL ATEU

NATAL CRISTÃO

 

Bate o sino pequenino
Sino de Belém
Já nasceu Deus menino
Para o nosso bem

Paz na Terra, pede o sino
Alegre a cantar
Abençoe Deus menino
Este nosso lar

 

Hoje a noite é bela
Vamos à capela
Sob a luz da vela
Felizes a rezar

Ao soar o sino
Sino pequenino
Vai o Deus menino
Nos abençoar

 

Bate o sino pequenino
Sino de Belém
Já nasceu Deus menino
Para o nosso bem

Paz na Terra, pede o sino
Alegre a cantar
Abençoe Deus menino
Este nosso lar

 

Vamos minha gente,

vamos a Belém,
Vamos ver Maria

e Jesus também,
Já deu meia noite,

já chegou Natal,
Já tocou o sino

 lá na catedral.

 

Bate o sino pequenino
Sino de Belém
Já nasceu Deus menino
Para o nosso bem

Paz na Terra, pede o sino
Alegre a cantar
Abençoe Deus menino
Este nosso lar

NATAL ATEU

 

Bate o sino pequenino,
Sino de Belém,
Não nasceu um deus menino
Pro bem de ninguém.

Pau na Terra, perde o tino
em guerra, a matar;
Não nasceu um deus menino
Em nenhum lugar.

 

Hoje a noite é bela,
Não vou a capela,

Sob a luz da vela,

Eu fico a pensar;

Ao soar o sino,
Sino pequenino,
Mando o deus menino
Para o seu lugar.

 

Bate o sino pequenino,
Sino de Belém,
Não nasceu um deus menino
Pro bem de ninguém.

Pau na Terra, pede o tino
em guerra, a matar;
Não nasceu um deus menino
Em nenhum lugar.

 

Vamos minha gente,

vamos a Belém,
Vamos a Piauí

e Maranhão também;
Já deu meia noite,

já chego a Natal,
Vou tocar as águas

lá no litoral.

 

Bate o sino pequenino,
Sino de Belém,
Não nasceu um deus menino
Pro bem de ninguém.

Pau na Terra, pede o tino
em guerra, a matar;
Não nasceu um deus menino
Em nenhum lugar.

 

Ver em vídeo no YOUTUBE

 

Ver mais HOMOR ATEU

 

..

.