NAUFRÁGIO DA NAU NOSSA SENHORA DA AJUDA EM CORURIPE (AL)
 

No dia 16 de junho de 1556, a nau portuguesas chamada Nossa Senhora da Ajuda naufragou com 103 pessoas na foz do Rio São Francisco, mas, "com ajuda de terra", não da nossa senhora da ajuda, todos se salvaram; porém não escaparam dos Caetés. Nossa senhora da Ajuda não ajudou, nem o deus onipotente, a quem agradeceram, os salvou.

 

"Nos primeiros dias de junho de 1556, a nau Nossa Senhora da Ajuda, partiu de Salvador com destino a Lisboa, levando a bordo 103 pessoas, que haviam completado os 4 anos de serviços prestados na colônia, determinados pela Coroa.


Mas, no dia 16 de junho de 1556, no litoral de Alagoas, próximo à foz do rio São Francisco, quase na divisa com Sergipe, no local chamado Coruripe, a mesma chocou-se com os baixios de D. Rodrigo, próximo à costa. Por ser de noite a maré estava alta e surpreendeu o piloto, que não pôde evitar a tragédia. Entretanto, com a ajuda de terra, todos se salvaram, inclusive o primeiro bispo do Brasil, D. Pedro Fernandes Sardinha. O 1º bispo do Brasil, ia a Portugal a mando da rainha de Portugal, Catarina de Áustria para denunciar o filho do 2º governador geral Duarte da Costa, que segundo ele, estava denegrindo os costumes da moral cristã no Brasil.


Em Coruripe, onde permaneceram alguns dias, aproveitaram para construir uma igrejinha em agradecimento a Deus pelo seu salvamento, seguindo depois, a pé e a cavalo, viagem para Maceió, onde pegariam outra nau, que completaria a viagem para Portugal,


Mas, aí, na foz do rio S. Miguel, já próximo a Maceió, foram surpreendidos, atacados e sacrificados pelos índios Caetés, só se salvando dois índios e um português, que falava a língua deles. D. Pero Fernandes Sardinha foi o último a ser sacrificado, pois se atirou ao rio e tentou fugir a nado.


Obs. Há dúvidas sobre quem matou realmente os passageiros da nau Nossa Senhora da Ajuda. Os caetés desmentem esta versão. Futuramente continuaremos com mais detalhes sobre esta tragédia, inclusive com a vingança, que viria a acontecer, destruindo essa tribo.

http://cclbdobrasil.blogspot.com/2010/05/naufragio-da-nau-nossa-senhora-da-ajuda.html

 

Parece que Nossa Senhora da Ajuda não estava nada a fim de ajudar, e o deus cristão não estava nem aí.   Escaparam do naufrágio,  fizeram agradecimento a deus pelo salvamento, mas não apareceu nenhum deus ou santo para os livrar dos caetés.  E os religiosos ainda acham que Deus protege e Nossa Senhora ajuda.

 

Ver mais  DIVINDADES INÚTEIS

 

..

.