Economia e política, conhecimentos gerais, contos e crônicas, avisos, cartas, humor.

O CUME
(Falcão)
No alto daquele cume Eu plantei uma roseira. O vento no cume bate, A rosa no cume cheira. Quando vem a chuva fina, Salpicos no cume caem, Formigas no cume entram, Abelhas do cume saem. Quanto cai a chuva grossa, A água do cume desce, O barro do cume escorre, O mato no cume cresce. Quando cessa a chuva, No cume volta a alegria, Pois torna a brilhar de novo O sol que no cume ardia !!!

Ver mais HUMOR                               

Para abrir em nova janela, mantendo esta página aberta, pressione SHIFT ao clicar no link.

- -

BUSCA
Google

PROCURE NA CAIXA ABAIXO