Economia e política, conhecimentos gerais, contos e crônicas, avisos, cartas, humor.

AFINAL, O QUE É CULTURA
 

"Bem, a cultura não serve de nada a não ser que você aprenda a tirar partido a cada passo dela no dia a dia. Por exemplo, eu, no “segundo expediente”, quando volto pro meu estúdio, em meio às árvores, passo sempre pelo edifício Pablo Picasso, grudado ao edificio Marcel Proust, logo o edifício Sigaud, em frente do edifício Jacques Cousteau.

Acontece que eu sei quem (mal, mas sei) foi Sigaud, eu sei, como vocês todos sabem, quem foi Cousteau, o mergulhador de Deus, sobre quem eu li enorme artigo na Paris Review, mostrando o ditador que era quando fazia suas pesquisa no fundo do mar.

Também conheço Proust, aliás de trás pra frente - em português, francês e inglês. Sem falar que quem nunca leu o livro de George Painter sobre Proust nunca leu uma biografia de verdade.

E também conheço muito bem Pablo Picasso, a prova de que não se pode julgar um artista pelo caráter. E que, nati-morto, foi salvo por um tio, espanhol meio maluco que, vendo o nascituro desenganado pelos médicos, puxou fundo a fumaça do charuto que fumava e meteu toda a fumaça boca do feto adentro. Salvou-o. Vá você ser contra o fumo!

Essa história está na biografia escrita por Norman Mailler – que eu também sei quem é.

Perguntem ao Lula. Se ele não souber, perguntem ao Fernando Henrique."

(Millôr Fernandes)

 

Ver mais HUMOR                               

Para abrir em nova janela, mantendo esta página aberta, pressione SHIFT ao clicar no link.

- -

BUSCA
Google

PROCURE NA CAIXA ABAIXO