.

SEXO ANIMAL

.

 

Nós somos os animais inteligente que dizem ter aprendido a usar o sexo por prazer. Mas acredito que não somos os únicos.  Os outros animais não lutariam tanto pelo sexo se não tivessem muito recompensa. Entre outras espécies de animais, machos perseguem fêmeas como estupradores, fêmeas escolhem com quais machos querem copular; há homossexualismo; talvez não haja tanto problema de disfunção erétil quanto entre os humanos - alguns animais têm controle muscular do órgão sexual como se movimenta um braço ou uma perna -; há algumas diferenças, mas muita semelhança entre nós e outros.

"Foi bom pra você, aranha? . .. . . No reino animal, tem muita fêmea que não canta MPB mas se vira bem sem homens. É a chamada reprodução assexuada. Não estamos falando de amebinhas se dividindo em duas, como nas aulas do colégio, não... (continua...)

Existem espécies, como a Bdeloide rotifera, um pequeno animal aquático parecido com um verme, que aprenderam a se clonar. Botam ovos que não precisam ser fertilizados. Os filhos são geneticamente iguais às mães, um bando de solteironas, há 85 milhões de anos. A Bdeloide é exceção que chama a atenção dos cientistas, simplesmente porque se acredita que a assexualidade não é a receita ideal para o sucesso evolutivo. Como na reprodução sexuada os genes dos pais se misturam, defeitos genéticos podem ser eliminados. Se tudo o que se faz são cópias xerox, os defeitos vão se perpetuando e se acumulando, até comprometer a capacidade de reprodução dos descendentes. “Reprodução assexuada normalmente leva à extinção,” diz a Dra. Tatiana. “Isso é uma boa notícia, homens! Não creio que os machos vão desaparecer do planeta tão cedo. O mundo ficaria muito besta sem vocês!”, ri.

Se a função do sexo fosse apenas deixar descendentes, o ser humano seria uma espécie estranha, afinal adoramos transar sem ter em vista a reprodução. Mas a verdade é que sexo é bom – não só para a nossa espécie. “Os animais tendem a fazer as coisas de que gostam e evitar as que lhe causam dor ou sofrimento. Isso é um recurso da evolução”, explica Olivia Judson. Orgasmos são o jeito de a mãe natureza nos fazer transar mais. Mas é difícil saber se o prazer dos animais é parecido com o humano.  Afinal, os biólogos não têm como chegar para uma aranha e perguntar “E aí, foi bom pra você?” Durante o sexo, todos os primatas passam por alterações fisiológicas parecidas com as dos humanos quando têm um orgasmo. Segundo Olivia, o melhor modo de saber se outras espécies curtem transar tanto quanto nós é verificar se fazem sexo quando não têm como procriar. “Patos, por exemplo, transam no inverno, quando os testículos do macho estão recolhidos e é impossível para ele produzir esperma.”

Zôo bizarro

Incestuoso-mirim

É um caso digno do Ratinho. O macho da espécie Acarophenax mahunkai faz sexo com suas 50 irmãs, veja só, ainda dentro da barriga da própria mãe! Mas o castigo vem a cavalo: depois que a barriga da mãe explode e toda a ninhada nasce, ele é abandonado à própria sorte e morre.

Fala que eu não te escuto

Os elefantes, que conversam numa faixa de infra-som inaudível para o ser humano, nunca serão pegos discutindo a relação. Isso porque machos e fêmeas simplesmente não falam a mesma língua. Eles e elas têm vocabulários completamente diferentes. E vivem muito bem assim

Engoli as crianças!

Na vida do peixe cardeal japonês, quem cuida dos filhos é o macho. Ele carrega os bebês na boca até que possam se virar sozinhos. Mas, se encontra pela frente uma “peixa” mais gostosa que a mãe de seus filhos, não tem dúvida: engole a criançada e vai atrás do rabo-de-saia.

Em várias viagens

Tem mulher que gosta de baixinho, mas assim já é ridículo. Entre as echiuras verdes, uma espécie de verme marinho, o macho é 200 mil vezes menor que a fêmea. Isso, para nós, equivale a ser do tamanho de uma borracha daquelas que ficam na ponta do lápis. A vida do macho tem compensações: casa, comida, roupa lavada e emprego vitalício, vivendo dentro do corpo da fêmea e fertilizando seus ovos.

Golfinho facinho

Sozinho para casa, o macho da espécie conhecida como bico-de-garrafa não volta. Alguns já foram vistos tentando dar umazinha com focas, tubarões (guerreiro!), tartarugas, enguias e até seres humanos. Homossexualismo e masturbação, entre eles, são práticas corriqueiras.

Long dong cachalote

Tem o maior pênis do mundo, cerca de um 1,80 m. Mas, também, com 20 metros de comprimento e pesando 40 toneladas...

Levado nas costas

Como para toda regra há exceção, eis o zeus. O besouro australiano tem a vida que todo mundo pediu a Deus. Ele fica aboletado nas costas da fêmea, que lhe dá comida, transporte e sexo na hora que ele quiser. O que é que Maria (no caso, a fêmea) leva? Muito menos aperreio do que se fosse disputada por vários machos ao mesmo tempo. Ah, se todas fossem iguais a ela...

Uma Leoa na Cama

Uma leoa no cio quer transar pelo menos uma vez a cada meia hora por quatro ou cinco dias e noites seguidos. E é exigente. Para engravidar, ela precisa ter sido muito excitada. Por isso, dá-lhe, leão!

Hiena MPB

A hiena-pintada tem um pseudofalo - um clitóris tão grande que até fica ereto. Isso fez com que, durante muito tempo, se acreditasse que a espécie era hermafrodita.  Nada disso, o macho da espécie é que é muito macho mesmo, para encarar...

Chita vagaba

Chimpanzés fêmeas são chegadas num sexo grupal. Há registros de uma fêmea dando conta de oito machos diferentes em 15 minutos. Outras chegaram à marca de 84 transas em oito dias, com sete parceiros. Com esse amor livre todo, ninguém vai saber quem é filho de quem, e todos os filhotes serão criados da mesma maneira.

Urubu fiel

A monogamia - ter um só parceiro a vida inteira - é tão rara que se classifica como um desvio comportamental, na biologia. A razão é simples: ser fiel só vale a pena se o casal tem mais filhos, em média, do que "casamentos abertos". Dificilmente isso ocorre. Mas uma espécie parece ser monógama, o urubu. Estranhamente, os urubus têm convenção sociais mais rígidas que a Liga das Senhoras Católicas. Um urubu que tente fazer sexo num lugar público será atacado até a morte (literalmente) por seus companheiros. Com essa falta de incentivo, melhor ficar com a patroa no ninho, mesmo.

Zangão, amante explosivo

Quando o zangão ejacula, explode e seus genitais são arrancados do seu corpo com um estalo. Seu corpo cai no chão, mas seu pênis fica dentro da abelha-rainha, a impedindo de copular de novo - uma forma extrema de cinto de castidade. .

E nós com isso?

Olivia Judson, estudiosa do sexo animal, é indecisa sobre que bicho gostaria de ser: “Quando eu quero um bom sexo, sonho em ser um golfinho. Se quisesse fidelidade, gostaria de reencarnar em um urubu. Mas, de maneira geral, estou contente como humana”. Seu conselho? “Liberte o animal que existe dentro de você.” Dentro da incrível fauna sexual, nós até que somos bem comportados. Nem tão monógamos quanto os urubus, nem tão promíscuos quanto os golfinhos. Os biólogos classificam nosso comportamento como ”monogamia social”. Há psicólogos que argumentam que o chilique que sua namorada dá quando vê o telefone da ex na tela do seu celular é programado pela evolução. Você é ciumento, então vigia melhor sua menina e garante que seus filhos sejam seus e não do Ricardão. Olivia Judson demarca limites nesse tipo de abstração: “A biologia evolucionária pode nos ensinar muito. Mas não nos diz nada sobre como queremos ser. Essa área é dos filósofos e éticos. Uma moralidade baseada no mundo animal seria, no mínimo, grotesca”

Nota: Retirado do Canal Juiz de Fora.

 

SEXO EM REVISTA - Revistas de sexo são as que mais vendem no mundo.  Nem é preciso ter imagens de relações sexuais; basta ter mulher pelada.  A Playboy brasileira vende mais de um milhão de exemplares por mês.  Não há uma mulher símbolo sexual que não tenha passado pela Playboy, seja a brasileira, ou a americana.   Temos também a Sexy, que sempre mostra mulheres que estão entre as mais belas do Brasil.   Há várias outras.  Todas vendem muito.  Onde há mulher nua, a audiência é certa.  Imagens de relações sexuais também são das mais procuradas.  

SEXO NO CINEMA - Filmes pornográficos são os que têm maior bilheteria.  Homens violentos e mulheres bonitas são dois componentes dos mais importantes para atrair espectadores. Mas, se houver cenas de sexo, o sucesso é garantido.

(Fonte: GPGBH    http://www.gpgbh.com.br/sexo.htm)

 

Ver mais CONHECIMENTOS GERAIS

 

..