O TAMANHO DELE

 

"O brasileiro tem pênis considerado normal pelos médicos, mas continua tão preocupado com as suas medidas que recorre até a cirurgias e aparelhos para alongar o órgão" (Rev. Istoé, 17/01/201, pág. 84).

 "Quem não se encaixa em torno da média não precisa se atemorizar. “Do ponto de vista fisiológico, o pênis a partir de 7 cm em ereção é funcional. Esse tamanho já é suficiente para dar prazer ao homem e à mulher”, garante Glina. De acordo com o médico, a cavidade vaginal tem, em média, 8 cm de profundidade. “A vagina é sensível na porção externa, nos primeiros 4 cm, aproximadamente”, explica Glina." (Idem)

 

Algumas pessoas, que podem bem falar disso, disseram, segundo está na revista:

“Ter uma vida sexual feliz não depende apenas do sexo. É necessário ter outras harmonias. Claro que não é só o tamanho do pênis que importa na vida de um casal. É preciso saber viver a dois”
Roberta Close, apresentadora
“Tamanho realmente não é documento. O que vale é o encaixe. Para o sexo ser bom precisa ter o encaixe psicológico e o do beijo, além do sexual, que não é definido pelo comprimento. O importante é ser gostoso”
Ludmila Rosa, apresentadora
“Isso é uma grande bobagem. O tamanho do pênis não tem nada a ver. O que é preciso para a relação sexual ser boa é muito amor. Tem é que fazer direito e amar”
Diana Bouth, apresentadora
“O que interessa numa relação sexual é o amor, o carinho e o jogo de sedução. Discutir coisas desse tipo é resquício da nossa cultura machista. Deveríamos estar preocupados com a fome, a miséria, a depressão. Esses sim são assuntos sérios”
Kristel Byancco, atriz e socialite
“Tamanho? Eu prefiro um pequeno brincalhão do que um grande bobão”
Suzana Alves, modelo e atriz
“O tamanho não é o importante, mas sim o desempenho. Ter liberdade com o parceiro é fundamental. Quando o homem sabe do que a mulher gosta, não tem como ser ruim. Por isso, o amor deve fazer parte da transa”
Alessandra Scatena, apresentadora
“O pinto só serve para fazer filho e mijar. Nunca pensei que pudesse ter prazer com aquilo. Se o homem não presta, de que adianta ter um grandão? A mulher nem precisa disso para gozar. Prefiro um homem honesto e de pinto pequeno”
Dercy Gonçalves, atriz
“O que importa não é o tamanho, nem o jeito como se faz, mas sim o sentimento. Fazer sexo, todo mundo sabe. Mas, se o homem gosta realmente da mulher, com certeza, ele irá torná-la feliz em todos os sentidos”
Gretchen, cantora
“Pinto grande só é bom de contemplar. Ele incomoda na hora da brincadeira. Muito pequeno também não dá. Torto, nem pensar. É feio e incômodo. O negócio é o pênis básico. Não sei dizer quais são as medidas porque não perco meu tempo com isso. Básico é básico”
Alicinha Cavalcanti, promotora de eventos

Com os depoimentos acima, e uma análise baseada na física e na biologia,  podemos deduzir que:

1. A maioria das mulheres é mais sensível ao que ouve do que ao contato físico.

2. Não é o tamanho, mas a circunferência, que influi na sensibilidade, porque esta se acentua ou diminui mais ou menos proporcionalmente à intensidade do atrito dos órgãos, e, como o ponto mais sensível está até uma média de 4 centímetros de profundidade, é desnecessário um um instrumento longo.

3. Um pequeno bem duro fará a mulher sentir melhor do que um grande e flácido.

4. Se há boa ereção, não se precisa preocupar muito com o tamanho.  

Segundo o artigo da Istoé, sete centímetros de ferramenta são suficientes para o trabalho. Assim, até os orientais, que dizem ter uma média de 12cm, podem ficar tranqüilos.

Não obstante todas as considerações acima, o tamanho não parece tão insignificante assim.

 

Ver mais ERÓTICOS

 

.