O TAMANHO DOS DEDOS E A SEXUALIDADE
12/01/2017


A comparação do dedo indicador com o índice é mais uma prova de que sexualidade não é opção, o indivíduo já nasce com ela definida.

 

 

Tamanho dos dedos pode determinar sexualidade
Do Diário do Grande ABC

Publicado em quarta-feira, 29 de março de 2000 às 19:10

O dedo indicador da mao direita pode indicar se uma pessoa é homossexual ou heterossexual, diz um estudo a ser publicado quinta-feira na revista `Nature', a mais considerada do meio científico inglês.

Pesquisadores da Universidade da Califórnia em Berkeley dizem que a diferença entre o cumprimento do dedo indicador e o anular (seu-vizinho), das maos, é uma pista segura sobre a orientaçao sexual do indivíduo.

Eles basearam o estudo num anterior, publicado no `Journal of Human Reproduction' em 98, que diz que o cumprimento dos dedos é determinado pela exposiçao no útero aos hormônios masculinos, os androgênios.

Na mulher, o indicador, o segundo dedo da mao a partir do polegar, é quase do mesmo comprimento do dedo anular, o `seu-vizinho'.

Mas nos homens, o indicador é, na maioria dos casos, menor que o anular, por causa da maior exposiçao aos androgênios dentro do útero, diz a teoria.

Nos dois sexos, esta relatividade entre os dedos indicador e anular é mais verificada na mao direita, possivelmente dizem os cientistas, mais sensível aos androgênios quando da idade fetal, do que a mao esquerda.

A equipe californiana realizou uma pesquisa anônima com 720 adultos em feiras populares nas ruas de Sao Francisco. As pessoas eram questionados sobre seu sexo, preferência sexual, idade, pelo número de filhos que as maes tiveram antes deles e mostravam as maos para os pesquisadores.

Eles descobriram que a média de diferença de comprimento entre os dois tipos de dedos era "significativamente" menor entre os homossexuais masculinos e femininos.

Entre os heterossexuais, a média de diferença entre o comprimento destes dois dedos era sempre maior.

A mediçao de dedos levou estes cientistas a outra suposta descoberta: a de que os homens que tiveram vários irmaos mais velhos estao mais inclinados a serem homossexuais.

A determinaçao, segundo esta teoria, estaria ligada ao fato de que ao ter outros irmaos mais velhos, o número de androgênios prenatais a que este sujeito estaria exposto seria sempre maior, o que faria com que ele fosse gay ao ficar adulto.

Estas altas doses de androgênios também contam por "características de hiper-masculinidade" entre alguns gays, como maior tendência para a promiscuidade e genitálias maiores, disseram os cientistas da Califórnia.

A equipe composta por nove doutores do departamento de Psicologia e Neurociência de Berkeley foi chefiada pelo professor Marc Breedlove.

Este estudo deverá gerar muita controvérsia, dizem os analistas. Muitos trabalhos anteriores sobre a suposta origem biológica da orientaçao sexual dos indivíduos foram atacadas e falharam ao nao levar em conta os fatores sociais, especialmente as influências paterna e materna. Há também preocupaçoes sobre a ignorância e o preconceito com os gays.

A maior polêmica em relaçao a esta pesquisa é se pais preocupados, empregadores ou empresas de seguro saúde decidirem levar a sério o estudo.

http://www.dgabc.com.br/Noticia/159543/tamanho-dos-dedos-pode-determinar-sexualidade

 

Um homossexual com o dedo indicador de tamanho igual ao do dedo índice

 

Há pouco tempo ouvi falar que os gays têm o dedo índice e o indicador do mesmo tamanho, assim como as mulheres, e, para verificar se é verdade, conferi algumas pessoas, e todos o homossexuais que tive oportunidade de conferir apresentaram realmente essa característica.  Acredito até que possa haver exceção, mas os que conferi corroboraram.

 

Já conhecia o estudo que mostra que cérebro de um homem homossexual tem semelhança com o de uma mulher heterossexual.  

 

No caso do cérebro, ainda o religioso homofóbico, que diz que sexualidade é opção, poderia argumentar que essas alterações cerebrais poderiam formar-se ao longo da vida.

 

Já o tamanho do dedo é algo mais seguro, porque já pode ser visto desde o nascimento. 

 

A explicação científica relativa à exposição aos hormônios no útero é mais um indicador de que a sexualidade não é opção, mas algo congênito.

 

 

Ver mais CIÊNCIA

 

..

.