AS TREVAS DA LUZ - O DRAMA ENERGÉTICO DOS MINEIROS -- 23/06/2006 -

"Deus disse: "Haja luz". E houve luz. (Gn 1,3). E a Cemig inventou a tarifa abusiva.
 

Uma pesquisa realizada nas contas de energia elétrica da Cemig constatou que, enquanto as famílias pagam até R$600,00 o megawatt (1000 Kw) de energia, as empresas pagam menos de R$ 126,00 (ou seja, as famílias pagam seis vezes mais que as empresas).

Enquanto o ICMS pago pelas famílias, em MG, é de 30% (o mais caro do Brasil) , o das empresas consumidoras é de 18%. Além dos 30% de ICMS, o governo Aécio ainda cobra 9% de ICMS "por dentro", elevando os impostos sobre a energia para 42,5%. Enquanto as famílias consomem apenas 16,9% da energia vendida pela Cemig em MG, as empresas consomem até 58%; enquanto o total pago pelas famílias chega a 36% da receita da Cemig, o total pago pelas empresas soma à receita da Cemig 32,87%. Enquanto a inflação de 1997 a 2005 foi de 82,08%, a tarifa de energia subiu 246,61%.

A Cemig teve um lucro de R$2.000.000.000,00 (dois bilhões de reais) em 2005, lucro sugado do povo pobre. Todos os dias, muitas pessoas recorrem às igrejas, aos sindicatos, a pessoas, pedindo, pelo amor de Deus, dinheiro para pagar a conta da Cemig, pois, após duas contas sem pagamento, a energia é cortada. Centenas de famílias, hoje, deixam de comer para pagar conta de luz, com medo de ficarem sem energia. Já são 50 mil famílias atingidas pelas Barragens em Minas Gerais, 1 milhão no Brasil.

As barragens das hidrelétricas, em Minas Gerais, estão sendo construídas à revelia das populações locais, que são tratadas com truculência. As indenizações às famílias, quando ocorrem, são irrisórias e não correspondem aos danos materiais e morais sofridos. Some-se que a energia gerada é monopólio privado e serve apenas para enriquecer as grandes empresas há muito favorecidas pelos governos. É preciso denunciar!

Em Minas, caixa d"água do Brasil, pagamos uma das maiores tarifas de energia do País. A Cemig, que se diz a melhor empresa energética do Brasil, e que se alardeia "estatal e dos mineiros", tem 76% de suas ações em mãos privadas.

Com esse intuito, lançamos a Campanha pela redução da tarifa de energia. Queremos pagar o que pagam as indústrias. Além disso, reivindicamos 100 Killowatt de energia gratuita para as famílias de baixa renda; que a tarifa social seja elevada para 200 Kilowatt, conforme determinação do juiz federal Charles Renaud em Ação Civil Pública deferida em 20/04/2006. No Estado do Paraná, quem gasta até 100 kilowatt/mês é isento de tarifa, não paga nada. Abaixo a ditadura dos ricos sobre os pobres! Organize sua comunidade e entre nesta luta conosco!"
(Fonte SITRAEMG)

Quem ouve rádio em Belo Horizonte ouve propaganda governista o dia inteiro em várias emissoras. É comercial da CEMIG, é da COPASA, etc., e nós estamos pagando por isso.

O importante observar é que, até onde eu pude verificar, a matéria do SITRAEMG mostrou-se verdadeira. Então não temos por que duvidar da parte que não podemos conferir.

Veja mais uma constatação, clicando AQUI.
 



Ver mais POLÍTICA E ECONOMIA

Para abrir em nova janela, mantendo esta página aberta, pressione SHIFT ao clicar no link.

- -

BUSCA
Google

PROCURE NA CAIXA ABAIXO