.

O VERDADEIRO YAVÉ -- 06/01/2004

.

Diante dos graves equívocos contidos em algumas afirmações bíblicas, muitos religiosos já admitem que seus escritores expressavam seus pensamentos humanos em vez do pensamento divino, o que os levava a dizerem coisas fora da realidade. Entretanto, se colocam diante de uma outra dificuldade: as falhas dessa natureza podem ser encontradas em afirmações ditas procedentes diretamente de Yavé, o deus criador dos hebreus, o que nos dá uma boa pista do que era esse deus.

O Êxodo afirma que os dez mandamentos das “duas tábuas do testemunho” foram escrito “pelo dedo de Deus” (Êxodo, 31: 18); portanto sem qualquer participação do pensamento humano. Escrito pelo deus onisciente, esse texto não poderia fugir à perfeição, é o que o pensamento racional pode deduzir. Todavia, ali encontramos a idéia equivocada do homem daquela época.

O primeiro mandamento determina: “Não farás para ti imagem esculpida, nem figura alguma do que há em cima no céu, nem em baixo na terra, nem nas águas debaixo da terra” (Êxodo, 20: 4).

A Terra não está sobre águas; portanto não existem “águas debaixo da terra”, só há em cima. Por que teria Yavé dito isso?

Ocorre que, naqueles tempos, os povos, entre eles os hebreus, acreditavam que a Terra estivesse em cima das águas do mar, havendo por baixo dela os seres marinhos:

“Fez, pois, Deus o firmamento, e separou as águas que estavam debaixo do firmamento das que estavam por cima do firmamento. E assim foi. Chamou Deus ao firmamento céu” (Gênesis, 1: 6-8). Imaginem: metade das águas por cima, metade por baixo, e uma expansão sem nada no meio, que teria sido chamada de “céu”.

No “terceiro dia”, é que ajuntou as águas “num só lugar deibaxo do céu” e fez aparecer a “porção seca”, que chamou “Terra” (Gênesis, 1: 9-13).

Essa porção seca, a Terra, poderia ser bem descrita como um disco em cima das águas. Essa dedução é muito simples, quando lemos no Profeta Isaías “círculo da Terra” (Isaías, 40:22); e Yavé teria proibido fazer imagens do que há no céu, na terra e “nas águas debaixo da terra” (Êxodo, 20: 4). Que criam ser a Terra plana ficou implícito, mas claramente, quando um dos apóstolo disse que Satanás levou cristo ao cume de um monte muito alto e “mostrou-lhe todos os reinos do mundo e a glória deles” (MATEUS 4:8). Isso seria impossível em um mundo esférico.

E Pedro confirmou esse pensamento de que a Terra estivesse em cima das águas com estas palavras:

“... pela palavra de Deus já desde a antiguidade existiram os céus e a terra, que foi tirada da água e no meio da água subsiste” ( II Pedro, 3: 5).

Um criador não pode desconhecer a própria obra. Se aquelas palavras procedesse de um criador de todas as coisas, elas não iriam conter afirmação pertencente ao pensamento enganoso do homem. Essas palavras são um claro testemunho de que esse deus não era mais do que o pensamento hebreu.
 

Ver mais RELIGIÃO

..