TUDO ALEGORIA 

 

Bento XVI e João Paulo II procuraram despir a Igreja da imagem de ser contrária à ciência, visto que ela possui argumentos cada vez mais esmagadores e inegáveis. Mas não dá pra esquecer daquele negócio de sair fodendo com as pessoas quando elas falavam que a Terra girava em torno do Sol, dá? Ainda mais quando eles “perdoaram” Galileu, que nada fez de errado.

O João Paulo II veio, há um tempo atrás, com essa de que a Igreja aceita a evolução biológica. Na verdade, foi obrigada a aceitar, pois os crentes encheram tanto o saco por causa desse assunto que agora, só de raiva, os cientistas deram mais provas de que a evolução biológica é verdade do que deram à gravidade.

A Igreja Católica ficou com o rabo entre as pernas e teve de dizer que o criacionismo não aconteceu de verdade, ou seja, que o Gênesis é só uma alegoria. Interessante que isso afeta diretamente a idéia da salvação oferecida por Cristo. Ele teria salvado a humanidade do pecado original, que só ocorre no Gênesis, na parte onde Eva come a fruta proibida e dá pro Adão (a fruta, seu mente suja!). Se o Gênesis é só uma alegoria, então a salvação por Cristo também é! (Fonte: Ateus do Brasil).

 

Se Adão é uma simples alegoria, até Jesus é uma alegoria; pois a bíblia apresenta genealogia de Jesus enumerando seus ascendentes de José até Adão. 

 

Eles “perdoaram” Galileu"! Eles é que deveriam ter pedido perdão a Galileu!  Arruinaram a vida de alguém que estava tentando lhes mostrar a realidade, e acham que precisam perdoá-lo.   Agora, esta de "alegoria", sim, é boa.  Provam que Jesus também não passa de uma alegoria.

Ver mais sobre INTERPRETAÇÕES ESTRANHAS

 

..

.