Economia e política, conhecimentos gerais, contos e crônicas, avisos, cartas, humor.

 

POR QUE CIENTISTAS ATUAIS NÃO ACREDITAM NA BÍBLIA?

11/10/2009

 

Há exceções. Mas, em regra, bons cientista de hoje não acreditam na Bíblia. Isso ocorre por uma série de razões muito óbvias.

A Bíblia diz que todo o universo foi criado há cerca de seis mil anos. E as datas são tão certas, que o bispo James Ussher calculou até o dia e a hora da criação do mundo. No século dezenove, é compreensível que bons cientista acreditassem nisso. Não havia telescópio, nem se conhecia a velocidade da luz.  Mas hoje a situação é muito diferente. Após a criação do telescópio, podendo-se avistar distâncias antes inimagináveis, descobriram que a luz viaja a aproximadamente trezentos mil quilômetros por segundo, e criou-se a medida chamada ano-luz, equivalente à distância que a luz percorre em um ano. Hoje, ao observar uma estrela a um milhão de anos-luz, o cientista sabe que está vendo algo como era um milhão de anos atrás. Tem ele certeza de que o universo não foi criado a seis mil anos com diz a Bíblia.

A Bíblia diz que os primeiros homens viviam séculos, chegando um a vier quase um milênio. A Biologia, a História e a Arqueologia provam que o homem do passado vivia muito menos do que o de hoje. E, jamais em toda a história, houve alguém que chegasse a dois séculos de vida. Essa é a outra mentira das mais grave da Bíblia.

A Bíblia diz que a cobra come pó - Os cientistas sabem que isso não é verdade.  A cobra não se alimenta de pó, mas de ratos, sapos, passarinhos, etc.

A Bíblia disse que, após a grande tribulação vida a partir da destruição de Jerusalém pelos romanos, as estrelas cairiam do céu, e depois Jesus retornaria - Os cientistas de hoje sabem que é impossível estrelas caírem; pois as menores delas são milhares de vezes maiores do que a Terra.

A Bíblia diz que o mundo inteiro foi submerso em água entre quatro e cinco mil anos atrás - A a Arqueologia mostra que nunca houve uma inundação de todo o mundo, e o conjunto das ciências prova que não existe água suficiente para envolver o globo terrestre e cobrir todos os montes.

A Bíblia afirma uma coisa em lugar e nega a própria afirmação em outro (Ver CONTRADIÇÕES BÍBLICAS), o que torna obrigatoriamente falsa pelo menos uma parte de seus textos.

Com todas essas falhas, como um verdadeiro cientista poderia aceitar um livro desse como sendo "A VERDADE"?

 

Ver mais CIÊNCIA

 

Para abrir em nova janela, mantendo esta página aberta, pressione SHIFT ao clicar no link.

- -

BUSCA
Google

PROCURE NA CAIXA ABAIXO