JUSTIÇA ARQUIVA O CASO DO TRIPLEX DO GUARUJÁ CONTRA LULA


Justiça arquiva caso do triplex do Guarujá contra Lula
Deutsche Welle
28/01/22 - 14h19

Magistrada reconheceu prescrição dos crimes imputados ao ex-presidente, após processo anterior ter sido anulado pelo Supremo, em decisão sobre parcialidade de Moro. Caso do triplex custou a Lula 580 dias de prisão. A juíza Pollyana Alves, da 12ª Vara Federal Criminal de Brasília, determinou nesta quinta-feira (27/01) o arquivamento do processo contra o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva sobre o triplex do Guarujá, no litoral do estado de São Paulo. A decisão foi publicada nesta sexta-feira.

A magistrada acompanhou um pedido da Procuradoria da República no Distrito Federal feito em dezembro de 2021, que solicitava o arquivamento do caso devido à prescrição dos supostos crimes imputados a Lula. Os prazos de prescrição de crimes são reduzidos à metade para réus acima dos 70 anos, e o político petista tem 76 anos.

Em sua decisão, Alves frisou: “Ressalto, por oportuno, que a prescrição ora reconhecida decorre da anulação promovida pelo Supremo Tribunal Federal de todos os atos praticados pelo então juiz federal Sérgio Fernando Moro […] Pelo exposto, acolho a promoção ministerial e determino o arquivamento dos autos”, afirmou a magistrada.

<https://istoe.com.br/justica-arquiva-caso-do-triplex-do-guaruja-contra-lula/>

 

Ver mais POLÍTICA BRASILEIRA

 

..

.