O QUE ACONTECERÁ DE 2012 A 2018

 

O que irá ocorrer de excepcional entre 2012 e 2018?

Um vídeo no Youtube está prevendo.

Vejam os quadros abaixo:

 

 

 

Só o autor desse vídeo obteve a informação da Nasa.  Por que ela está ocultando isso do mundo?  O autor do vídeo certamente teria um monte de explicações para a pergunta.  Mas vamos analisar a sequência eventos previstos.

 

 

1- Tempestade Solar é um fenômeno que ocorre constantemente.  Até aqui não parece haver nada de anormal.

2- Cinturão fotônico?  O que é isso?   Veremos a explicação mais adiante.

3- Choque com asteróides.  É coisa rara.  Mas já ocorreu com o planeta muitas vezes.  Então vamos ver se há fundamento para a previsão que segue aqui.

 

 

Observações científicas têm constatado que a atividade solar aumenta e diminui em períodos aproximados de onze anos.  Até hoje nada disso chegou a afetar assim as coisas em nosso planeta.  Será desta vez diferente?   Por quê?

 

 

A Nasa até hoje ainda não é capaz de prever com precisão quando e onde ocorrerá um vulcão aqui no planeta.  Seria ela capaz de saber de que lado ocorrerá uma erupção em um estrela que se encontra a cento e cinquenta milhões de quilômetros daqui?  Faltam poucos dias.  Essa dúvida não irá durar muito.

 

 

O tal cinturão fotônico nunca apareceu em uma publicação científica confiável.  Tem tanto indício de existência quanto o planeta Hercólobus, que também é mostrado mais adiante.

 

 

O fato previsto aí já dispensa comentário.  Já é algo aproximado da ressurreição dos mortos e coisas do gênero.  Qualquer coisa capaz de transformar as células de um organismo vivo seria morte certa.

 

 

Quinta dimensão?! Já imaginaram o que é isso? Foge a qualquer matemática ou física. É mais uma coisa que existe nas cabeças de muitas pessoas.

 

 

E você acha que alguém continuaria vivo se ocorresse algo que mudasse os átomos do seu corpo? 

 

 

HERCÓLOBUS

 

 

Nos dias dos sumérios, com seus admiráveis conhecimentos, tão avançados para a época, se falava em sete astros, não nove ou dez.   Os sete astros errantes, nos quais se basearam para criar a semana (sete manhãs), eram:

1 - Sol - Como a Terra era considerada o centro do universo, o Sol era o maior dos astros que circulavam em torno dela.  A ele foi dedicado o primeiro dia da semana.  É por isso que diversas línguas chamam o primeiro dia da semana de dia do sol: Sunday, Sontag, Samedi, Dies Solis, etc.

2 - Lua - O nosso satélite, sendo o segundo astro mais visível, foi homenageado com o segundo dia da semana, o dies linae, cujo nome foi mudado por um papa para feria secunda, chegando a nós como segunda-feira.

3 - Marte - Desconheço a razão por que não prosseguiram com vênus, que é terceiro o astro mais visível, e dedicaram o terceiro dia a Marte.  O dia em latim era dies martis, foi convertido em féria tertia, que chegou a nós como terça-feira.

4 - Mercúrio - O planeta mais próximo do Sol recebeu o quatro dia: dies miercolis.

5 - Júpiter - O maior dos planetas, por estar muito distante, os sumérios não imaginavam seu tamanho, esse foi honrado com o quinto dia: dies juevis, que foi convertido pelo papa em féria quinta, chegando a nós como quinta-feira.

6 - Vênus - O Terceiro Planeta mais visível recebeu o sexto dia: dies viernis, que o papa transformou em feria sexta, e a evolução linguística nos legou sexta-feira.

7 - Saturno - Este foi o últimos dos planetas avistados pelos caldeus.   É por isso que temos uma semana, não uma demana, como seria se eles pensassem em dez planetas.

Urano e Netuno e Plutão só foram descobertos recentemente. William Herschel anunciou a descoberta de Urano em 13 de maio de 1781.  E Netuno foi descoberto em 23 de Setembro de 1846.  Plutão, que recentemente foi rebaixado para planeta anão, foi descoberto já no século XX e recebeu várias sugestões de nomes, tendo esse nome sugerido por uma menina que americana e aceito pelos astrônomos em 1930.

 

 

 

Hercólubus é um suposto planeta, descrito pelo autor Joaquín Amortegui Valbuena (conhecido pelo pseudônimo de V. M. Rabolú), em seu livro Hercolubus or Red Planet. Segundo ele, esse planeta estaria se aproximado perigosamente da Terra, como no passado, quando teria destruido Atlântida , que no caso era a Pequena Atlântida ao qual Noé é um dos sobreviventes. Seu pai se chamava Lamec. É o bisavô do bíblico Nemrod. Também tem outras passagens mais antigas que se aproximam da Terra. Uma delas é a que submergiu o antigo continente da Lemúria e a Grande Atlântida. Seu nome é oriundo dos antigos sumérios que o chamavam de Ekolubus. [1] Rabolu alega que Hercolubus se aproximará novamente da Terra e que a única forma da humanidade se salvar do cataclismo seria a eliminação dos defeitos psicológicos e a projeção astral consciente.

Rabolú também faz analogia com a bíblia, na qual supostamente há varias passagens narrando sobre este planeta, como no Apocalipse 8:11: "E o nome da estrela era Absinto, e a terça parte das águas tornou-se em absinto, e muitos homens morreram das águas, porque se tornaram amargas."

Alguns, julgam que Hercolubus seria a estrela Barnard, o que na realidade não procede, pois tal estrela foi medida e sua distância é de 5,98 ± 0.003 anos luz da Terra.A esta distância ela deveria estar viajando a uma velocidade de 16 mil quilômetros por segundo (uma fração apreciável da velocidade da luz) para atingir a Terra em menos de um século, mais aproximadamente menos de cinco anos. Outra inverossimilhança é a confusão com Nibiru, que é na verdade uma Merkaba, ou seja, uma embarcação de Luz de seus habitantes os nefilins ou nibiruanos.  Apesar de estar se aproximando da Terra, a estrela de Barnard vai estar em seu ponto mais próximo do Sol aproximadamente no ano 11.700, quando estará a cerca de 3,8 anos-luz.[2] Esta distância é só um pouquinho menor que a distância da estrela mais próxima do Sol, Proxima Centauri, se encontra hoje. Segundo alguns autores é o planeta mais externo do Sistema Solar, tendo uma órbita aproximada de 6.666 anos terrestres.

 

 

 Hercólubus? Nibiru? Planeta XX?! “Se Nibiru ou o Planeta X fossem reais e estivessem se deslocando em direção à Terra para colidir com o planeta em 2012, astrônomos já estariam conseguindo observá-lo há pelo menos uma década e agora ele já estaria visível a olho nu”, diz o site da Nasa.

 

Esses dois asteróides, se existissem, deveriam estar extremamente distante, para não serem vistos por todos os observatórios do mundo.  O choque deles não teriam nenhuma influência aqui.

Não há nenhuma previsão de que aconteça uma grande erupção solar este mês, e, se acontecer, seus efeitos são pouco perceptíveis.

 

 

Se existisse um planeta mil e quinhentas vezes maior do que a Terra tão próximo de nós para pela Terra daqui a cinco meses, todos nós estaríamos avistando-o hoje.

Alteração de 23 graus de alteração no eixo da Terra, se ocorrer muito bruscamente, ainda leva alguns milhões de anos para se concretizar.  Para ocorrer instantaneamente teria que haver o choque de um corpo de grandes dimensões, de tamanho suficiente para não deixar nada vivo no planeta, e esse corpo de grandes dimensões não se encontra nas proximidades do nosso globo.

Uma praga é algo imprevisível; pode ocorrer a qualquer momento.

Um asteróide para chocar-se com a Terra em setembro de 2013 já teria que estar a uma distância visível atualmente pelos telescópios.

Polos magnéticos inverterem-se é algo possível, mas isso nunca ocorre de um dia para o outro; leva milhões de anos.

 

 

Júpiter é grande, 318 vezes maior do que a Terra, mas fica muito aquém do tamanho necessário para se tornar uma estrela.  Cientistas afirmam que a menor das estrelas tem mais ou menos vinte e seis mil vezes o tamanho da Terra. Um corpo menor que isso não tem condições de gerar fusão nuclear para se tornar estrela.

"Quarta dimensão" (?!) nem merece comentário.

Átomos virarem fotons é também outra coisa fora da realidade.

Terceira guerra mundial, essa, sim, não podemos dizer que nunca ocorrerá.  Mas é mais provável que não ocorra.

 

 

No século passado, as divulgações diziam que tudo que estava previsto no tal terceiro segredo de Fátima deveria acontecer entre os anos 1950 e 2000.  No ano 2000 apareceu uma que dizia ser até 2002.  Os anos passaram, e ainda existe quem acredite nos tais segredos de Fátima.  O Sol irá mudar a cor de sua luz, mas daqui a alguns bilhões de anos.

o 21 de dezembro, esse, sim, é um dado astronômico; mas simplesmente o término de um ciclo e o início de outro.  Contudo, ainda há muita gente pensado que irá ocorrer alguma coisa de anormal. Faltam poucos dias, e veremos.  

 

 

É... Os animais carnívoros passarão a comer erva; a cobra não mais morderá em ninguém; os gatos não comerão mais ratos; os ratos não destruirão mais os cereais; os bandidos deixarão de traficar drogas e matar as pessoas para roubarem; etc.   Fiquem esperando isso acontecer!

 

 

Isso dispensa comentário.

 

 

E a tal quinta dimensão? O cara havia acabado de dizer que acabaria a pobreza, a maldade, as enfermidades, etc.!  

 

 

 

 

 

http://www.youtube.com/watch?v=QqSVP0UtS8o

 

Acho que não vale a pena perder tempo com esses últimos quadros.  Mais quatro anos passarão causando temor em pessoas crédulas, e muito provavelmente ainda continuarão acreditando em outras semelhantes que virão depois.

 

Ver mais PREVISÃO DO FUTURO

 

..

.