A CARNE É FRACA

 

Então chegou Jesus com eles a um lugar chamado Getsêmani, e disse a seus discípulos: Assentai-vos aqui, enquanto vou além orar.

 

37 E, levando consigo Pedro e os dois filhos de Zebedeu, começou a entristecer-se e a angustiar-se muito.

 

38 Então lhes disse: A minha alma está cheia de tristeza até a morte; ficai aqui, e velai comigo.

 

39 E, indo um pouco mais para diante, prostrou-se sobre o seu rosto, orando e dizendo: Meu Pai, se é possível, passe de mim este cálice; todavia, não seja como eu quero, mas como tu queres.

 

40 E, voltando para os seus discípulos, achou-os adormecidos; e disse a Pedro: Então nem uma hora pudeste velar comigo?

 

41 Vigiai e orai, para que não entreis em tentação; na verdade, o espírito está pronto, mas a carne é fraca.

 

42 E, indo segunda vez, orou, dizendo: Pai meu, se este cálice não pode passar de mim sem eu o beber, faça-se a tua vontade.

 

43 E, voltando, achou-os outra vez adormecidos; porque os seus olhos estavam pesados.

 

44 E, deixando-os de novo, foi orar pela terceira vez, dizendo as mesmas palavras.

 

45 Então chegou junto dos seus discípulos, e disse-lhes: Dormi agora, e repousai; eis que é chegada a hora, e o Filho do homem será entregue nas mãos dos pecadores.

(Mateus 26:36-45)

 

Qual foi a intenção de Jesus com essa fala, então? Foi simplesmente a de reconhecer que os três discípulos que ele havia levado para um ponto mais retirado do Getsêmani, a fim de que vigiassem e orassem, enquanto ele se afastava para orar sozinho, estavam dispostos (o espírito está pronto), mas não conseguiam se manter acordados (a carne é fraca), devido ao cansaço resultante das jornadas dos dias anteriores e das emoções que precederam sua prisão ali mesmo naquele horto. Ele chegou a reprovar Pedro por não ter conseguido ficar uma hora sequer velando com ele - o mesmo Pedro que teria dito ser capaz de morrer por ele, mas nunca nega-lo. 

O significado dessa fala, se parafraseada, seria o seguinte:
 

Eu sei que vocês estão dispostos, não é por mal que vocês pegaram no sono, mas porque o corpo não aguenta mais em pé. Então, durmam, porque não fará diferença. Serei entregue de qualquer modo nas mãos dos que me odeiam." <http://www.foradoarmario.net/2015/04/de-onde-vem-essa-historia-de-que-carne.html>

 

A mim não parece que Jesus quisesse dizer o que disse o autor desse texto. Pois, em primeiro lugar, ele disse que a carne é fraca antes de falar para os discípulos dormirem, e, em segundo, mencionou a fraqueza da carne como motivo para entrar em tentação, não ceder ao sono.  Entrar em tentação significava ceder ao desejo de fazer algo que não se deve fazer por ser pecado.



Ver mais COMENTÁRIOS

 

..

.