QUANDO OCORREU A ASSUNÇÃO DE MARIA -- 15/08/2005 -

 

A ressurreição de Jesus é bem antiga. Mas a de Maria nem tanto. Ela só virou dogma na metade do século passado, ou seja, mais especificamente em 1950.

A ressurreição de Jesus, algo que parece ser um aperfeiçoamento da ressurreição de Dionísio, em que criam os romanos, e alguns outros deuses, foi o pilar da doutrina propagada por seus seguidores. A de sua mãe deve ter sido imaginada bem depois.

Na adolescência, lembro-me de ter pegado em uma bíblia católica antiga de pessoa vizinha, que tinha várias notas explicativas no início de cada livro.

Lembro bem que uma nota informava que Maria mãe de Jesus morrera no ano 48 D. C. Mas, não falava de ressurreição. Os evangelhos nada falam dela após a morte de Jesus.

Agora, há pouco tempo, é que fiquei sabendo o porquê do silêncio daquela bíblia sobre a doutrina que eu já conhecia na época.

Após a morte, Maria subiu ao céu em corpo e alma. Depois de Cristo, foi a única criatura que teve esta distinção. Foi declarado por Pio 12 no pós-guerra, em 1950. Após a maciça mortandade da Segunda Guerra, o dogma fala da santidade da vida e da dignidade dos corpos humanos, ao lembrar que eles também estão destinados à ressurreição.” (Galileu, dezembro/2003, pág. 25).

Segundo alguns mestres católicos atuais, a ressurreição de Maria faz parte de alguns evangelhos apócrifos. Eles não negam que o dogma foi proclamado em 1950, mas dizem que ela consta de evangelhos que a igreja não incluiu no texto bíblico, evangelhos estes dos quais só tiram textos que interessam à igreja e rejeitam aqueles que não justificam suas crenças.
 

Ver mais POR QUE SE CRÊ...

 

..

.