.

A BÍBLIA NÃO DIZ O QUE ESTÁ ESCRITO -- 14/12/2005 -

.

Não adiante você entender sintaxe, morfologia, colocação, redação, etc. Se o texto é da Bíblia, nada disso vale nada. Só a inspiração divina funciona, dizem os mestres religiosos. É algo muito estranho para quem pesquisa.

Consequentemente, não se pode esperar que você possua autoridade na análise de textos contidos na Biblia Sagrada, pois para a correta interpretação do texto bíblico é necessário que operem na pessoa simultaneamente e inseparavelmente a razão e a fé, bem como a iluminação do Espírito Santo de Deus, porque a Biblia Sagrada não é um texto comum, e sim um livro sobrenaturalmente inspirado que contém o Sopro de Deus (theos pneustos)”.

Isso é um pouco do que disse um pastou que leu “O MESSIAS DE BELÉM NUNCA EXISTIU NEM PODERÁ EXISTIR”.

Mais adiante, deu sua interpretação:

“No texto citado Miquéias, 5: 2-15, o versículo 2 aponta para um futuro mediato (nascimento de Jesus) . Os versiculos 3 ao 5 apontam para o futuro escatológico, quando o Messias estabelecerá o Milênio de Paz. Os versiculos 6-9 apontam para futuro imediato onde a terra de Ninrode (Assiria) será conquistada pelos babilonios. Do versiculo 10 a 15 os textos apontam novamente para um futuro escatológico ("Naquele dia").

Vejamos o texto, capítulo 5 de Miquéias:

1 Agora, ajunta-te em tropas, ó filha de tropas; pôr-se-á cerco contra nós; ferirão com a vara no queixo ao juiz de Israel.
2 Mas tu, Belém Efrata, posto que pequena para estar entre os milhares de Judá, de ti é que me sairá aquele que há de reinar em Israel, e cujas saídas são desde os tempos antigos, desde os dias da eternidade.
3 Portanto os entregará até o tempo em que a que está de parto tiver dado à luz; então o resto de seus irmãos voltará aos filhos de Israel.
4 E ele permanecerá, e apascentará o povo na força do Senhor, na excelência do nome do Senhor seu Deus; e eles permanecerão, porque agora ele será grande até os fins da terra.
5 E este será a nossa paz. Quando a Assíria entrar em nossa terra, e quando pisar em nossos palácios, então suscitaremos contra ela sete pastores e oito príncipes dentre os homens.
6 Esses consumirão a terra da Assíria à espada, e a terra de Ninrode nas suas entradas. Assim ele nos livrará da Assíria, quando entrar em nossa terra, e quando calcar os nossos termos.
7 E o resto de Jacó estará no meio de muitos povos, como orvalho da parte do Senhor, como chuvisco sobre a erva, que não espera pelo homem, nem aguarda filhos de homens.
8 Também o resto de Jacó estará entre as nações, no meio de muitos povos, como um leão entre os animais do bosque, como um leão novo entre os rebanhos de ovelhas, o qual, quando passar, as pisará e despedaçará, sem que haja quem as livre
.
9 A tua mão será exaltada sobre os teus adversários e serão exterminados todos os seus inimigos.
10 Naquele dia, diz o Senhor, exterminarei do meio de ti os teus cavalos, e destruirei os teus carros;
11 destruirei as cidade da tua terra, e derribarei todas as tuas fortalezas.
12 Tirarei as feitiçarias da tua mão, e não terás adivinhadores;
13 arrancarei do meio de ti as tuas imagens esculpidas e as tuas colunas; e não adorarás mais a obra das tuas mãos.
14 Do meio de ti arrancarei os teus aserins, e destruirei as tuas cidades.
15 E com ira e com furor exercerei vingança sobre as nações que não obedeceram.

Numa leitura normal, segundo as nossas regras literárias, teríamos:
Tempo: “Quando a Assíria entrar em nossa terra”;
Fatos: “suscitaremos contra ela sete pastores e oito príncipes dentre os homens. Esses consumirão a terra da Assíria à espada, e a terra de Ninrode nas suas entradas. Assim ele nos livrará da Assíria, quando entrar em nossa terra, e quando calcar os nossos termos.
E o resto de Jacó estará no meio de muitos povos, como orvalho da parte do Senhor, como chuvisco sobre a erva, que não espera pelo homem, nem aguarda filhos de homens. Também o resto de Jacó estará entre as nações, no meio de muitos povos, como um leão entre os animais do bosque, como um leão novo entre os rebanhos de ovelhas, o qual, quando passar, as pisará e despedaçará, sem que haja quem as livre
.
“Ele” – Quem? “aquele que há de reinar em Israel”.
Isso diria, segundo um bom intérprete de texto constataria:
Assíria entrará na terra de Judá, e suscitaremos contra ela sete pastores e oito príncipe, que a consumirão à espada. Assim, “ele” (o rei ungido de Judá) “nos livrará da Assíria, quando entrar em nossa terra”. “o resto de Jacó (o povo de Israel, que estava no exílio sob o poder assírio) estará entre as nações, no meio de muitos povos, como um leão entre os animais do bosque, como um leão novo entre os rebanhos de ovelhas, o qual, quando passar, as pisará e despedaçará, sem que haja quem as livre”.
Parece-me que isso estaria dizendo que o povo de Israel, quando a Assíria fosse destruída, teria o domínio de todos os povos (“como um leão entre os animais do bosque”) sob esse “ungido”, “messias”, etc.

Com a Assíria foi eliminada pelos babilônios, mas o povo de Israel, assim como o de Judá, em vez de “como um leão entre os animais do bosque” passou a viver “como ovelha levada para o matadouro”, acabando a sua monarquia, que, segundo a promessa divina seria perpétua (I Crônicas, 17: 3, 11-15), sua cidade sendo destruída sucessivas vezes, até serem dispersos pelo mundo e sua terra passar a pertencer a outros povos,
nós que lemos é que não entendemos; isso não seria para aquele tempo, mas para um futuro chamado “escatológico” ou outro nome estranho.

Ao que parece, não adianta estudar gramática e literatura. Aqui nada funciona. O texto bíblico é algo sobrenatural, que foge às regras de linguagem. Só os mestres religiosos têm uma explicação inspirada, que entende uma parte como imediata, outra como mediata, outra, escatológica, etc., de acordo com a doutrina que professa, e tudo é guiado pelo espírito divino.
Só mesmo a fé é capaz de ver isso. Nós não entendemos mesmo! Não temos “autoridade na análise de textos contidos na Bíblia sagrada”... Oh que lamentável!
 

Ver mais RELIGIÃO

..