CASTIGOS DIVINOS DESMENTIDOS


Neste artigo, iremos refutar todas as histórias inventadas envolvendo algumas personalidades que supostamente blasfemaram contra o deus judaico-cristão, sofrendo posteriormente a “ira divina” com mortes violentas e horríveis. Histórias que têm circulado pela internet através de correntes de e-mail, fóruns no Orkut, etc…

É uma tática usada pelos religiosos para infundir o medo nas pessoas que o recebem, para que estas não blasfemem contra o deus deles, sob pena de sofrerem mortes horríveis e prematuras.

Aliás, poderíamos argumentar que deus é esse que precisa recorrer a expedientes satânicos e malévolos para punir as pessoas que, supostamente, possuem o “livre-arbítrio” tão alardeado pelos religiosos? Se tivessem realmente esse “livre-arbítrio”, as opiniões dessas pessoas seriam RESPEITADAS e não seriam punidas por isso.

Mas se sofrem punição pela liberdade de opinião e de expressão, então em que exatamente esse deus difere dos ditadores de regimes autoritários, repressivos, fascistas, nazistas, chavistas, teocráticos? Esses tipos de regimes punem pessoas, com penas de morte e encarceramento, só por causa da ousadia em criticá-los, em se expressarem, em apontar os defeitos, em não aceitarem o estado de coisas.


Gálatas 6:7 – Não vos enganeis, de Deus não se zomba, pois tudo o que o homem semear isto também ceifará.

JOHN LENNON: Alguns anos depois de dar uma entrevista a uma revista americana, disse: “O cristianismo vai se acabar, vai se encolher, desaparecer. Eu não preciso discutir sobre isso, eu estou certo. Jesus era legal, mas suas disciplinas são muito simples. Hoje, nós somos mais populares que Jesus Cristo. (1966)”

Lennon, depois de ter dito que os Beatles estavam mais famosos que Jesus Cristo, recebeu cinco tiros de seu próprio fã. 15 anos depois.

Mais uma estúpida mentira religiosa! Essa frase foi distorcida em seu sentido original, reeditada e depois divulgada em inúmeros sites religiosos. A verdadeira frase encontra-se abaixo.

No dia 4 de março de 1966, durante uma entrevista de John Lennon para o London Evening Standard feita pela jornalista Maureen Cleave trouxe muita polêmica a respeito do Cristianismo. John disse:

“O Cristianismo vai desaparecer. Vai diminuir e encolher. (…) Nós Beatles somos mais populares do que Jesus neste momento. Não sei qual vai desaparecer primeiro – o rock and roll ou o Cristianismo. Cristo não era mau, mas os seus discípulos eram obtusos e vulgares. É a distorção deles que estraga o Cristianismo para mim.”

Você pode ler a entrevista em sua íntegra, no original em inglês AQUI.

Ao ser publicada nos Estados Unidos, a entrevista causou polêmica. O cinturão bíblico (bible-belt) norte-americano reagiu queimando os álbuns dos Beatles em praça pública. Várias estações de rádio baniram as músicas dos Beatles. Em 11 de agosto do mesmo ano, John Lennon deu uma conferência a imprensa em Chicago dizendo:

“Se tivesse dito que a televisão era mais popular do que Jesus, ninguém teria ligado.(…) Não sou anti-Deus, anti-Cristo ou anti-religião. (…) Não estou a dizer que sejamos melhores ou maiores, ou a comparar-nos a Jesus Cristo como pessoa ou Deus ou seja o que for. Disse o que disse e estava errado – ou fui interpretado erradamente.”

John Lennon diz que os Beatles são mais POPULARES que Cristo, isto é, simplesmente está dizendo que a banda era tão famosa, mas, tão famosa, que chega a ser mais CONHECIDA que Jesus Cristo, o que não chega a ser absurdo, se considerarmos que realmente em muitas partes do globo Jesus é um completo desconhecido. Ou seja, de acordo com as estatísticas de http://www.adherents.com/, apenas 2,2 bilhões de pessoas seguem as religiões baseadas em Jesus. Todos os demais, em um total de 3,8 bilhões de pessoas, não sabem quem é esse mito cristão.

Só para exemplificar, no Japão apenas 0,7% (!) da população é cristã, de acordo com o World Factbook da CIA. Será demais achar que os Beatles são mais conhecidos que Jesus? Pelé foi criticado por dizer a mesma coisa, mas ele jogou no Japão. Quem é mais conhecido? Acham mesmo que os 127 milhões de habitantes em peso conhecem Jesus? E no que dizer de China, Vietnã, Azerbaidjão, Nepal e outros países do Oriente Distante? Mas, quem vai negar que tanto Pelé quanto os Beatles são conhecidos pela maioria da população de lá? Todos esses países têm rádios, vende-se discos e participam da Copa do Mundo. Quem é mais famoso?

Dizem que após a referida frase, John Lennon levou cinco tiros de um fã. Peraí! Após? Após quanto tempo? Falando assim dá a impressão que o maluco invadiu a sala onde estava sendo realizada a entrevista e disparou os pipocos no John Lennon logo após suas palavras supostamente hereges ou que Javé mandou um raio em cima dele. John Lennon foi morto quando nem sequer fazia mais parte dos Beatles e daí vocês já podem tirar uma idéia de como Deus demorou para mandar seu castigo.

Lennon morreu em 1980. Ou seja, esse deus demorou 15 anos para matá-lo. Se esse deus existisse, o teria matado no mesmo instante em que fez tal declaração. Além do mais, que deus é esse que se ofende por tão pouco? Ele não é “infinitamente amoroso e misericordioso”?

John Lennon foi assassinado por um doente mental, um sujeito que viajou da Nova Zelândia até os EUA só pra matá-lo. Vamos ver algumas personalidades que foram assassinadas barbaramente por maníacos homicidas?

Creio que é desnecessário falar mais, não é mesmo?


TANCREDO NEVES: Na ocasião da campanha presidencial, disse que se tivesse 500 votos do seu partido, nem Deus o tiraria da presidência da República.

Os votos ele conseguiu, mas o trono lhe foi tirado antes de tomar posse. Fala sério! Morreu o Tancredo e entrou o Sarney, ou seja, ta querendo dizer que o Sarney foi obra de Deus? E outra: Desde quando Deus se mete com política? Quer dizer que basta um político se excitar e dizer umas besteirinhas que Deus vai lá e tira ele do poder sem nem se importar com as conseqüências que isso possa acarretar? Que mimado esse Deus! Expliquem, então, como é que um sujeito ateu convicto e confesso como o Fidel Castro conseguiu fazer uma revolução com 17 guerrilheiros, subir ao poder e escapar de mais de 500 atentados? Isso mesmo! Quinhentos! Não é uma hipérbole, ele escapou de uns seiscentos e poucos atentados registrados. Cadê Deus que não tira ele do poder?

E onde esta a fonte dessa afirmação? Em que jornal foi publicado? Em que dia? Em que ocasião foi proferida? Além do mais, Tancredo não estava em uma campanha presidencial com participação popular, e sim através de eleições indiretas (ele competia com o Maluf), onde os membros do Congresso iriam eleger o seu presidente.

Nenhum dos sites religiosos, onde consta essa frase de Tancredo, cita a fonte dela! Apenas se limitam a repeti-la, num copia-e-cola, sucessivamente! Dawkins ficaria orgulhoso em ver a sua Teoria dos Memes sendo provada na pratica, e é o que eu chamo simplesmente de “boataria”. Sacam a história da Loira do banheiro? Pois, é…


BRIZOLA: No ano de 1990, quando houve outra campanha presidencial, disse que aceitava até apoio do demônio para se tornar presidente. A campanha, quando acabou, apontou Collor como presidente e não mostrou Brizola nem em segundo lugar.

Ah, bem… Tá explicado porque que o Brizola perdeu a eleição! Como não imaginei que ele tinha dito algo comprometedor!? Olha o Lula, o Gabeira, o Enéas, o Marronzinho, o Afif, o Ulisses Guimarães, até o Sílvio Santos, todos esses perderam a eleição de 1990 e… Ei! Desde quando a primeira eleição direta para presidente foi em 1990? As eleições foram em 1989, cambada de crente desinformada! Conforme podemos ver diretamente do site do Tribunal Superior Eleitoral, a eleição pra presidente foi em 15 de novembro (1º Turno) e 17 de dezembro (2º Turno) de 1989. A eleição para escolher Governadores, Deputados e Senadores é que foi em 1990. Em 1989 foi a primeira eleição direta para presidente, após o fim da ditadura militar. Aprenderam um pouquinho de História, crentinhos?

Ademais, essa besteira atribuída ao Brizola só existe em sites religiosos (como era de se esperar). E são todas exatamente iguais, citando 1990 como ano de eleições, quando na verdade 1990 foi o ano em que Collor tomou posse, após vencer Lula no final de 1989. Vão estudar!

Agora, ainda temos outro detalhezinho: Só teve um camarada que não perdeu nessa eleição: O Collor! E é bem lógico, já que só um poderia ganhar (there can be only one!). Enfim, Deus só pra castigar a malcriação do Brizola fez com que um corrupto como o Collor ganhasse as eleições? Um sujeito que é até suspeito de ter estuprado uma menina na adolescência, que é suspeito de ter ligações com a máfia italiana subiu ao poder com a ajuda de Deus?

Para terminar, não esqueçamos que o Brizola morreu em 2004. Ou seja, 14 anos depois da suposta declaração dele. A biografia dele pode ser encontrada na Wikipédia. Peçam pra sair, crentalhada!


CAZUZA: Em um show no Canecão (Rio de Janeiro), deu um trago em um cigarro de maconha, soltou a fumaça para cima e disse: Deus, essa aí é para você! Nem precisa falar em qual situação morreu esse homem.

Precisa, sim! Fala! Em que situação ele morreu? Ao que se sabe, ele morreu de Aids, assim como milhões de pessoas já morreram dessa mesma doença, inclusive tem gente que já nasce com ela, muitas delas não fumam maconha e nunca ofereceram um baseado pro todo-poderoso. Algumas até são cristãs, que tal isso?

Deus foi responsável por todas essas mortes? Todas essas pessoas fizeram piadinhas com Deus? E outra: Cazuza pegou Aids depois de dizer isso ou já estava contaminado nesse dia? Isso é importante de saber, porque se já estava contaminado me parece surreal que tenha sido castigado antes do crime, por outro lado, se pegou Aids só por ter dito isso me parece um castigo um pouco forte pra uma brincadeirinha bem boboca, esse teu Deus parece um pouco desmedido.

E mais: é bem possível que os poucos anos de vida que Cazuza teve após o contágio possam ter sido de verdade agonizantes, mas, no geral, acho que ele foi uma pessoa bem feliz e realizada, ainda que bem incorreta para uma visão religiosa. Qual foi o castigo que Deus preparou pra ele? Morrer? Mas, se todo mundo vai morrer, cacete! Até mesmo os idiotas que escrevem esta merda de texto vai morrer também! De um jeito ou de outro, e não venha me falar de tribulações, escolhidos a dedo (Ui!) e outras sandices mitológicas.

Todos os dias várias pessoas adquirem alguma doença ou sofrem um acidente fatal, e morrerá. Lamentável, mas é o que acontece. Até mesmo crentes, padres, pastores, mães de santo, rabinos e ateus. Até mesmo você, meu caro leitor, não está livre disso. Você gostaria que atribuíssemos a SUA fatalidade a um castigo de Deus? Não, no SEU caso foi obra de Satanás, para sacanear o deus Javé. Quando céticos morrem são castigos. U-hum, tá!

É uma proverbial falta de respeito com quem morre de maneira trágica, como no caso do rapaz assassinado a facadas e que a crentalhada estúpida resolveu atribuir como castigo divino.

E tem mais, porque Cazuza iria fumar um cigarro de maconha, no Canecão, diante de um publico de milhares de pessoas? Se ele tivesse realmente feito isso, seria preso pela policia por posse de entorpecentes e incitação ao uso de drogas pela juventude! E isso seria manchete em todos os jornais do Brasil, já que a imprensa adora um escândalo de vez em quando. Mas como todo bom site religioso, nunca citam as fontes, não dizem em que data ou ano em que supostamente aconteceu, não mencionam os nomes das testemunhas, não há vídeos mostrando ele fazendo isso, nada de nada.

Só mentiras, como sempre. Honestidade e religião nunca andam juntas!


O CONSTRUTOR DO NAVIO TITANIC: Na ocasião em que foi construído, apontaram-no como o maior navio de passageiros da época. No dia de entrar em alto-mar, uma repórter fez a seguinte pergunta para o construtor: “O que o senhor tem a dizer para a imprensa concernente a respeito da segurança do seu navio? “; O homem, com um tom irônico, disse: “Minha filha, nem se Deus quiser ele tomba o meu navio”. O resultado foi o maior naufrágio de um navio de passageiros no mundo.

Outra vez: Um sujeito diz uma gracinha e Deus pune um monte de inocentes. Havia gente religiosa também no Titanic, havia protestantes, católicos e um montão de gente que tem muito respeito por Deus e nunca disse nenhuma blasfêmia. Havia crianças também no Titanic, um montão de criancinhas que morreram afogadas ou congeladas, uma morte horrorosa. O navio foi afundando aos pouquinhos, o naufrágio durou horas, aquelas criancinhas ficaram ali em pânico vendo o navio ser engolido pela água sabendo que mais cedo ou mais tarde elas estariam mortas.

A maior parte das pessoas não morreu afogada e sim de hipotermia por causa das águas geladas. Não havia barcos salva-vidas suficientes e quem se salvou era, predominantemente, o pessoal da primeira classe. Pobre é tudo ateu, né?

Se querem saber mais da tragédia do Titanic, acessem AQUI.

O que é que essas pessoas tinham a ver com a frase do construtor do navio? Praticamente nada. Foi apenas um extermínio injusto, malévolo, satânico, cruel e com pitadas de sadismo da parte desse deus vingativo e odioso.

Talvez o engenheiro nem estivesse no navio no dia do naufrágio. E além do mais, cadê as fontes? Em que jornal foi publicado? Qual o nome do engenheiro? Em que dia ele proferiu tais frases? E o que dizer dos milhares de trabalhadores que também construíram o navio? E, mais importante: Por que o deusinho de TPM não castigou APENAS o engenheiro?

A Arca de Noé, uma invenção mitológica dos judeus, não passava de um barcote vagabundo comparado com os atuais porta-aviões de hoje.


MARILYN MONROE: Foi visitada por Billy Graham durante a apresentação de um show… Ele, um pregador do Evangelho, na época havia sido mandado pelo Espírito Santo àquele lugar, para pregar a Marilyn. Porém ela, depois de ouvir a mensagem do Evangelho, disse: “Não preciso do seu Jesus”. Uma semana depois foi encontrada morta em seu apartamento.

Todas as pessoas que eu conheço que não são evangélicas e foram incomodadas por um crente batendo na porta da sua casa disseram frases bem semelhantes a essa da Marilyn. Eu, particularmente, já disse que estava ocupado sacrificando um bode preto (foi engraçadíssimo ver o crentinho sair avoado hehehe). Nem eu, nem nenhuma das demais pessoas que deu uma resposta mal-criada a um crente chato e inconveniente, amanheci morto uma semana depois. A menos que este site esteja sendo escrito por psicografia ;-)

E bilhões de pessoas no mundo também dizem a mesma coisa: não preciso de Jesus, não quero Jesus, não sei quem é Jesus e não me interessa, não acredito em Jesus, Jesus é imaginário, Jesus nunca existiu, Jesus é filho de um soldado romano que transou com Maria, Jesus era gay, Jesus não gosta de mulher, Jesus nasceu por partenogênese ou brotamento, Jesus tinha uma mãe adúltera etc.

5,8 bilhões de pessoas continuam vivas. Depois de dizerem tudo isso acima, milhões de vezes todos os dias. Ademais, que diferença faz? Na própria Bíblia diz que não há problema nenhum blasfemar contra o Jóquei de Jegue.

Lucas 12:10 – Todo aquele que tiver falado contra o Filho do Homem (Jesus, caso ainda não saibam) obterá perdão, mas aquele que tiver blasfemado contra o Espírito Santo não alcançará perdão.

Em suma, eu posso mandar Jesus à merda, mas não posso falar no tosco, ridículo, escroto, estúpido, misógino, assassino, genocida, escravocrata, babaca, imbecil, animalesco e, por fim, INEXISTENTE Espírito de Porco Santo, com a advertência que não receberei o perdão e serei severamente punido…

Bem, eu ainda estou aqui e inteiro. Que coisa!

Ameaçar-nos com morte, se não aceitarmos Jesus, é uma coisa vergonhosa para os religiosos, além de contrariar seu próprio livrinho religioso hehehehe. Não conseguem nos convencer de boa-fé, não conseguem provar nada, não conseguem converter ninguém de forma espontânea, não conseguem argumentar com pessoas inteligentes, não possuem provas ou evidencias da existência desse ser chamado Jesus, nada de nada. Então, partem pra única coisa que sabem fazer: ameaçar. Para pessoas crédulas e medrosas até pode funcionar.

Alguma vez pararam para pensar se os povos da Europa, no inicio da Igreja Cristã, se converteram espontaneamente? Que nada! Se converteram à força das armas dos exércitos imperiais, reais e principescos, tiveram seus templos e religiões destruídas, tiveram as suas festividades adulteradas para que passassem a adorar o deus cristão e o seu Jesus para que se tornassem um costume social mais tarde, e o que dizer dos povos das Américas, África e a Ásia ? Tiveram que ser convertidos (e escravizados) à força pelos colonizadores europeus, com o uso de armas, doenças, conquistas militares, escravidão, posse, exercício de poder das metrópoles, etc. Vocês conhecem pelo menos UM povo que se converteu de forma espontânea e de livre-vontade, sem coerção e ameaças? Nenhum!


BOM SCOTE: Ex-vocalista do conjunto AC/DC. Cantava no ano de 1979 uma música com a seguinte frase: “Don’t stop me, I’m going down all the way, wow the high way to hell”(Não me impeça… Vou seguir o caminho até o fim, na auto-estrada para o inferno). No dia 19 de fevereiro de 1980, Bom Scote foi encontrado morto, asfixiado pelo próprio vômito.

É engraçado como religiosos vivem pregando que a morte não é algo ruim, é um retorno à nossa verdadeira casa e coisa e tal, mas vivem atribuindo as mortes das pessoas como castigo dos céus. Afinal, morrer é bom ou ruim, cacete? Tá certo, morrer afogado no vômito é bem grunge, mas, e os outros integrantes da banda? Não são culpados pela frase herege da música também? Só o vocalista pagou o pato? E todas as outras bandas de Heavy Metal que cantam músicas com esse mesmo conteúdo? Vão todos morrer tragicamente?

Além do mais, milhares de pessoas morrem todos os anos no mundo, engasgadas com pedaços de comida entalada na garganta ou nas vias respiratórias, e isso sem dizer qualquer blasfêmia. Então, cadê a diferença?


Agora, a minha favorita!

 

UMA JOVEM ANÔNIMA: Uma jovem de 19 anos que começou a beber e usar drogas saiu para mais uma de suas “noitadas” com mais quatro jovens entre eles um menor de idade, com apenas 13 anos de idade. Os rapazes passaram em sua casa e chamaram a moça, e pelo que tudo indica já estavam embriagados com o som do carro em alto volume e bebendo. A mãe da moça, desesperada, acompanhou-a até o carro e disse a seguinte frase para eles: “Deus acompanhe vocês“. Ouviu-se uma gargalhada dentro do carro e a moça tirou a cabeça para fora e disse para sua mãe: “Só se ele for ao porta-malas, porque aqui está lotado”. Não demorou muito o motorista em alta velocidade perdeu o controle do carro em uma avenida e bateu de frente em um poste, os cinco ocupantes do carro vieram a falecer. Havia drogas e bebidas dentro do carro.

Quando a perícia técnica e os bombeiros chegaram ao local ficaram surpresos, pois o carro estava totalmente destruído, mas o porta-malas estava intacto. Quando os bombeiros abriram o porta-malas ficaram assustados com o que viram: Havia dentro do porta-malas uma bandeja com 34 ovos e nenhum deles se quebrou.

Essa figura entre as mais hilárias! Deus é mau, mata um, mata geral! Outra vez Deus dá um castigo desmedido. A menina fala uma besteirinha e morre aos 19 anos de idade, com toda a vida pela frente. Explica pra mim porque que cinco jovens que estavam indo pra uma noitada levavam uma bandeja de ovos no porta-malas? Era pra dar uma moral pra história, entendem?

Será que queriam dizer que Deus tava no porta-malas? Sabe o engraçado que é pra eu imaginar Deus encolhidinho lá no porta-malas? Enfim, é realmente difícil ter paciência com a fé alheia quando eu leio coisas desse nível.

E essa historia foi divulgada como tendo ocorrida em Campinas, mas acontece que simplesmente NÃO EXISTEM notícias sobre isso nos jornais da cidade (Correio Popular e Diário do Povo), não há nomes das vítimas, não há datas, não há o local exato do acidente, não há o nome da mãe da vítima, modelo do carro, nomes dos bombeiros e a companhia à qual pertencem, nada de nada!

E porque diabos a história varia tanto de site para site? Uns dizem que eram 18 ovos, outros que eram 12 ovos e assim por diante! A propósito, alguém pode me dizer o que é que uma bandeja com ovos estava fazendo no porta-malas?

Enquanto isso, sempre aparece notícias sobre ônibus, caminhões e carroças, carregando com romeiros em peregrinação, sofrendo acidentes onde quase tôo mundo morre? Duvida? Veja isso:

Carros descontrolados, entre os quais um ônibus cheio de romeiros, deixam rastro de sangue nas rodovias mineiras.

Acidente com romeiros na Via Anhanguera

11 feridos no desabamento de igreja

Desabamento de teto de igreja deixa 26 mortos em Uganda

Creio que isso é o bastante. Mortes, acidentes, fatalidades etc acontecem com todo mundo em todo o planeta. Má direção, imprudência, desrespeito às leis de trânsito, má conservação das estradas, sinalização insuficiente ou apenas azar, mesmo. Tudo isso pode ser causa de mortes. Mas, por causa de que aqueles ovos foram colocados no porta-malas, hein? Ninguém responde isso.

Claro que é apenas mais uma historinha ficcional no estilo “Ó que Papai do Céu castiga!”

Só mentiras. Tudo mentira. Histórias tão falsas como o nenê que nasceu com o nome de Jesus colado nas palmas de suas mãos, como “prova” de que esta “voltando”!

Não me importo que as pessoas acreditem em Deus, o que me incomoda são esses argumentos idiotas e distorcidos. Me incomoda essa idéia de um Deus super descontrolado que sai castigando a torto e a direito por qualquer coisinha besta. Na verdade essas pessoas acreditam num Deus super pedante, ególatra, raivoso, vingativo, rancoroso, injusto, homicida, que faz questão de ser idolatrado dia e noite, com o seu santo testículo sendo puxado pelos crentes medrosos!

http://ceticismo.net/religiao/grandes-mentiras-religiosas/deus-punindo-quem-blasfema/

 

x

 

..

.