CONFIOU EM PAI DE SANTO, DANÇOU!

 

Cruzeiro contratou pai de santo para evitar queda, e não pagou uma parte. Deveria ter é pedido de volta o que pagou, já que a contraprestação não foi cumprida.

 

"Cruzeiro contratou pai de santo para evitar queda, mas não pagou R$ 4 mil

Cruzeiro foi rebaixado após perder por 2 a 0 para o Palmeiras, em dezembro do ano passado, no Mineirão

Resumo da notícia:

O Cruzeiro contratou Reginaldo Muller Pádua, um babalorixá (conhecido como pai de santo), para ajudar na luta contra o descenso em 2019 por R$ 10 mil.
O clube pagou R$ 6 mil ao homem de 58 anos em três parcelas entre 16 de outubro e 28 de novembro. Mas deve R$ 4 mil ao responsável pelo trabalho
O UOL teve acesso aos documentos que comprovam o pagamento. As transferências ocorreram em 16/10, 13/11 e 28/11 do ano passado e totalizam R$ 6 mil
Os pagamentos a Reginaldo são autorizados pelo diretor Benecy Queiroz, que confirma o fato. O documento é datado em 16 de outubro de 2019
Reginaldo diz que o fato foi acordado com Zezé Perella: "Ficou entre eu e ele. Realmente, não mandaram para mim os R$ 4 mil, mandaram só R$ 6 mil"
Zezé Perrella, porém, nega que tenha envolvimento com o assunto. Procurado, o ex-presidente do clube diz por meio de mensagem telefônica: "Desconheço"
<https://www.uol.com.br/esporte/futebol/ultimas-noticias/2020/04/23/cruzeiro-contratou-pai-de-santo-na-luta-contra-queda-mas-nao-pagou-r4-mil.htm>

 

Por que deveria pagar o restante, se a contraprestação não foi cumprida. Se tivesse cuidado de preparar bem o elenco de jogadores em vez de confiar em pai de santo, talvez não tivesse caído.   E, se pai de santo ajudasse, os times da Bahia estariam sempre no topo da tabela.

 

Ver mais SANDICES RELIGIOSAS

 

..

.