CRESTO TRANSFORMADO EM CRISTO


Cresto (em latim: Chrestus) é a pessoa que segundo Suetónio, em "Vidas dos Doze Césares", teria incitado judeus a praticarem distúrbios em Roma no período do imperador Cláudio (r. 41–54).

"Os judeus, sublevados constantemente por incitamento de Cresto, foram expulsos de Roma por ele [ Cláudio ]".[1][2]

Existiu uma seita judia com um messias chamado Crestus.

Num texto possivelmente adulterado de Tácito ele escreveu que os crestianos atearam fogo em roma.

Referências
Suetônio (2006). A Vida dos Doze Césares. São Paulo: Martin Claret. p. 263. ISBN 85-7232-642-1
Iudaeos, impulsore Chresto, assidue tumultuantes Roma expulit; Uchicago.edu.

 

Ante a falta de referência ao Cristianismo que dizem ter surgido no primeiro século, os cristãos, muitos séculos depois, passaram a usar a referência de Tácito como sendo aos cristãos, inclusive alterando um manuscrito transformado "crestianos" em "cristianos".


A lacuna em destaque é onde um "e" foi transformado em "i".

 

Ver mais  FALCATRUAS RELIGIOSAS

 

..

.