DIA INTERNACIONAL DAS VÍTIMAS DE TERRORISMO

 

11 de março é o Dia Internacional das Vítimas de Terrorismo.

 

"A 11 de Março de 2004 ocorreu em Madrid o mais grave atentado terrorista cometido em Espanha até à atualidade, com 10 explosões, quase simultâneas, em quatro comboios da rede ferroviária da cidade. As explosões ocorreram pelas 7:40 da manhã, quando já era grande o movimento de pessoas nas estações. Mais tarde foram detonadas e desativadas pela polícia mais bombas, que estavam, igualmente, preparadas para explodir.

Apesar da dificuldade inicial na definição de responsabilidades, a investigação policial e o processo judicial veio a atribuir a autoria dos atentados a uma célula islâmica local, que tentava reproduzir as ações da rede terrorista Al Qaeda.

Morreram 191 pessoas e mais de 1.700 ficaram feridas.

O Parlamento Europeu declarou o dia 11 de Março como o "Dia Internacional em Memória das Vítimas de Terrorismo".
(http://www.amambainoticias.com.br/11-de-marco-dia-internacional-em-memoria-das-vitimas-de-terrorismo)
 

 

"No início do século XXI, principalmente após os ataques terroristas aos EUA, no ano de 2001, estudiosos classificaram o terrorismo em quatro formas:

o terrorismo revolucionário, que surgiu no século XX e seus praticantes ficaram conhecidos como guerrilheiros urbanos marxistas (maoístas, castristas, trotskistas e leninistas).

O terrorismo nacionalista, que foi fundado por grupos que desejavam formar um novo Estado-nação dentro de um Estado já existente (separação territorial), como no caso do grupo terrorista separatista Eta, na Espanha (o povo Basco não se identifica como espanhol, mas ocupa o território espanhol e é submetido ao governo da Espanha). 

O terrorismo de Estado é praticado pelos Estados nacionais e seus atos integram duas ações. A primeira seria o terrorismo praticado contra a sua própria população. Foram exemplos dessa forma de terrorismo: os Estados totalitários Fascistas e Nazistas, a ditadura militar brasileira e a ditadura de Pinochet no Chile. A segunda forma se constituiu como a luta contra a população estrangeira (xenofobismo). 

E o terrorismo de organizações criminosas, que são atos de violência praticados por fins econômicos e religiosos, como nos casos da máfia italiana, do Cartel de Medellín, da Al Qaeda, etc.

http://www.brasilescola.com/historia/terrorismo.htm

 

O terrorismo mais ameaçador é aquele movido pela fé.  Os outros são localizados.  O terrorismo religioso luta para dominar o mundo inteiro e impor as suas crenças ao resto da população e influencia mais gente do que qualquer outro.

 

Vejam o que as pessoas são capazes de fazer em nome da fé.

 

Ver mais RELACIONAMENTO RELIGIOSO

 

..

.