EU NÃO SERIA ATEU -- 18/05/2001 - 19:25 (JOÃO DE FREITAS)

 


 

Eu não seria ateu...

Pelo simples fato de haver milhares de igrejas, cada uma com uma doutrina, pregando a vontade de Deus de formas diversas;

Só por as religiões serem a maior causa de guerras em todas as fases da história;

Nem em razão de os períodos mais brutais terem os ocorridos sob domínios político-religiosos;

Nem mesmo por haver tantas pessoas muito religiosas, mas de comportamentos reprováveis, como apropriar-se de coisas alheias;

Nem ainda por ser a religião o maior subterfúgio dos grandes fraudadores da boa-fé da população;

MAS

É assaz debilitante da fé a chamada palavra de Deus afirmar que um deus onipotente, onisciente, perfeito, justo e bom vingue “a iniqüidade dos pais nos filhos até a terceira e a quarta geração” (Deuteronômio, 5: 9).

Já o grande número de contradições e afirmações anticientíficas e outras absurdas, que nos revela ser a dita palavra divina produto das concepções humanas da época em que foi escrita é mais do que suficiente para ruir todo o resto de fé. Um deus com as qualidades atribuídas pela Bíblia não se poderia deixar anunciar por afirmações contraditórias, anticientíficas, injustas ou absurdas.

Se o que se chama palavra de Deus está impregnada dessas características de atraso social, não consigo achar razão para crer em qualquer divindade. Se essa palavra está vazia de prova da existência de divindade, e não encontrei qualquer outro fator que possa considerar manifestação divina, repetindo Luis Buñuel, “continuo ateu graças a Deus.”

Acreditar que haja um ser todo poderoso e justo que vá nos recompensar por tudo de bom que fizermos e dar-nos uma vida eterna, cheia de prazer e sem qualquer sofrimento é muito melhor do que aceitar que estamos em um campo de batalha competindo com milhões de adversários e que, por muito que vençamos, um dia seremos irremediavelmente derrotados pela morte.

Todavia, sem um suporte lógico em que firmar a nossa crença na existência desse ser maravilhoso, não consigo enganar a mim mesmo para ser feliz.

Por outro lado, nem sempre vejo tanta felicidade em quem acredita que terá um dia essa vitória final (se muitos dos suicidas crêem em Deus, isso mostra que poucas vezes a fé traz felicidade). Aceito a vida com seus momentos felizes e os infelizes, tentando fazer que os primeiros superem os últimos.

Apesar da existência de todos os males praticados em nome de Deus, eu não seria ateu, se a chamada “palavra de Deus” não me informasse que não existe um deus. 

 

Ver também EU NÃO SERIA ATEU, SE POSSÍVEL.

Para detalhes, veja sobre:

 

ABSURDOS BÍBLICOS


 

AS CONTRADIÇÕES BÍBLICAS


 

OITO PERGUNTAS, OITO RESPOSTAS, OITO CONSIDERAÇÕES


 

O UNIVERSO DE JEOVÁ


 

O MESSIAS DE BELEM NUNCA EXISTIU NEM PODERÁ EXISTIR

 

Ver mais RELIGIÃO

 

..

.