EVANGÉLICOS UNIDOS NA BUSCA PELO PODER

 

"Lideranças evangélicas iniciam negociações para alianças políticas visando as eleições de 2014
Publicado por Tiago Chagas em 2 de outubro de 2013

Com a aproximação do prazo final para filiação a partidos políticos, os líderes evangélicos brasileiros com maior expressão iniciaram negociações mais intensas visando a formação de alianças partidárias para as eleições de 2014.

De acordo com o jornalista Lauro Jardim, da revista Veja, a Igreja Mundial do Poder de Deus lançará dois candidatos no Rio de Janeiro em 2014. Os escolhidos pelo apóstolo Valdemiro Santiago foram Francisco Floriano e seu filho, Mateus Floriano.

O líder da Igreja Internacional da Graça de Deus, missionário R.R. Soares apoiará seu filho novamente. Marcos Soares ainda não definiu se será candidato a deputado federal ou estadual.

Já o pastor Silas Malafaia, líder da Assembleia de Deus Vitória em Cristo, lançará o pastor Sóstenes Cavalcante candidato a deputado estadual. Malafaia conduziu as negociações para filiação de Sóstenes ao PSD, partido que já abriga seu irmão, Samuel Malafaia.

Malafaia, aliás, que declarou que irá apoiar o senador Lindbergh Farias (PT) na corrida ao Palácio das Laranjeiras, teria uma reunião agendada com o prefeito do Rio de Janeiro, Eduardo Paes, e o vice-governador, Luiz Fernando Pezão, pré-candidato a governador pelo PMDB, e apoiado pelo atual titular do governo fluminense, Sérgio Cabral.

Pezão e Cabral também tem buscado apoio de outras lideranças evangélicas e se reuniram, na última semana, com R. R. Soares.

O pastor Marco Feliciano confirmou que permanecerá no PSC e aguarda o resultado de uma pesquisa encomendada pelo partido para saber se concorrerá ao Senado ou se tentará a reeleição a deputado federal. Feliciano, porém, não esconde de ninguém que aceitaria se candidatar a presidente da República se oferecessem a oportunidade a ele.

Outra que provavelmente se candidatará a deputada federal é a psicóloga Marisa Lobo, colunista do Gospel+. Em maio deste ano, ela oficializou sua saída do PSDB e filiação ao PSC. Na ocasião, levantou uma de suas principais bandeiras: “Hoje assinei minha filiação no PSC, com a presença de todo diretório estadual, meus padrinhos foram Ratinho Junior presidente estadual, e o Everaldo vice-presidente nacional… enfim fiquei emocionada, não esperava tamanha honra. A esposa do Pr. Everaldo a cantora Ester também estava presente. Foi super descontraído, fui bem recebida pela família PSC. Agora vou estar protegida e terei mais armas para lutar pelas causas da família. Estou pronta para, se for da vontade de Deus, ser sim uma parlamentar em 2014”.

O chamado “partido evangélico”, fundado recentemente deverá protagonizar surpresas durante as eleições do próximo ano. O Partido da República e Ordem Social (PROS) é liderado por Eurípedes Júnior, evangélico, que afirmou que os parlamentares que forem eleitos pela legenda deverão aderir à bancada evangélica em questões como aborto, eutanásia e homofobia.

Por Tiago Chagas, para o Gospel+

http://noticias.gospelmais.com.br/eleicoes-2014-liderancas-evangelicas-iniciam-negociacoes-politicas-61054.html

 

Depois que Mahmoud Ahmadinejad propôs união com o Vaticano contra o humanismo, não podemos duvidar de que, em um país atrasado com este, todas os ramos cristãos se unam no mesmo objetivo político e consigam tomar o poder.   E, na hipótese de eles conseguirem, mudando as leis e a constituição e impondo o terror a quem não pensa como eles, depois a guerra começará entre eles.  Poder religioso só tem lugar para uma religião, aquela que se sobrepuser em força às outras.

 

É muito perigoso ter religiosos no poder.

 

Ver mais  RELACIONAMENTO RELIGIOSO

 

..

.