EVANGÉLICOS QUEREM SE IMPOR COMO OS MUÇULMANOS

 

SEGUNDA-FEIRA, 30 DE ABRIL DE 2012
Evangélicos querem se impor como os islâmicos, diz jornal
 

Em seu editorial de ontem (29), "O Estado de S.Paulo" afirmou que a bancada religiosa — na qual se destacam os evangélicos — da Câmara dos Deputados gostaria “que todos os brasileiros fossem submetidos a normas que espelhassem as suas crenças particulares, como nos países islâmicos regidos pelas leis da sharia, baseada no Corão”.

O jornal fez essa observação a propósito da rápida aprovação por unanimidade no CCJ (Comissão de Constituição e Justiça) da Câmara do Projeto de Emenda Constitucional que prevê a anulação de decisões do STF (Supremo Tribunal Federal). Para o Estadão, isso mostra que “está em curso uma tentativa de golpe contra o Judiciário”.

De autoria do deputado Nazareno Fonteles (PT-PI), a emenda tem forte apoio da bancada religiosa cujo interesse, diz o jornal, é “mudar decisões do STF coerentes com o caráter laico do Estado brasileiro”. Entre essas decisões, citou o jornal, estão o reconhecimento da união estável de casais do mesmo sexo e a autorização para o aborto de anencéfalos.

O jornal afirmou que também nos Estados Unidos a direita religiosa se insurgiu contra a Corte Suprema quando houve em 1973 a legalização do aborto.

“A diferença é que, ali, nenhum parlamentar, por mais fundamentalista que seja, ousaria propor a enormidade de dar ao Congresso o direito de invalidar uma decisão da mais alta instância do Judiciário. Seria um escândalo nacional.”

http://www.paulopes.com.br/2012/04/evangelicos-querem-se-impor-como-em.html

 

Se eles conseguirem uma lei que permite ao congresso anular os atos da cúpula do Judiciário.  Será o primeiro passo.  Podendo invalidar o que o Judiciário decide, poderão mudar a Constituição.  Mudando a Constituição, poderão impor a toda a população as suas crenças e agir como agem os muçulmanos onde dominam e como agiu a Igreja Católica na Idade Média.  Religião no poder é destruição do Direito e imposição do terror. 

 

Ver mais sobre  OS MALEFÍCIOS DA RELIGIÃO

 

..

.