FENÔMENOS NATURAIS CONTINUAM SENDO ATRIBUÍDOS AOS DEUSES
- 30/09/2005 -

 

O homem primitivo atribuiu os fenômenos da natureza aos deuses (seres sobrenaturais imaginários), e essas “verdades” ultrapassaram todas as barreiras do conhecimento. Enganaram-se os estudiosos que pensaram que a expansão do conhecimento erradicaria em pouco tempo das cabeças das pessoas as idéias primitivas.

 



“Religiosos buscam os porquês do Tsunami

New York Times/Divulgação

Enquanto os cientistas têm uma explicação exata para a tragédia ocorrida em 26 de dezembro, religiosos da região e do resto do planeta logo começaram a divulgar suas interpretações para as mais de 150 mil mortes.

O Sudeste Asiático é uma das áreas com maior diversidade religiosa na Terra. A Indonésia, país mais atingido pelo tsunami, é a nação com a maior população de muçulmanos no planeta. Muitos religiosos explicam o ocorrido como uma punição de Alá, graças aos conflitos internos que vêm dividindo o país - e em que muçulmanos vêm matando muçulmanos.

Já no Sri Lanka, os budistas lembram de uma história semelhante. Há 2.200 anos, outra série de ondas gigantes atingiu o país. Segundo a tradição, elas surgiram depois que um rei matou um monge. Contudo, nenhum caso semelhante aconteceu nos últimos tempos.

Já os hindus indianos não acreditam em qualquer forma de punição divina. Eles culpam o carma negativo acumulado por gerações.

Seja como for, agora os sobreviventes buscam conforto em suas crenças. Difícil será superar mais esta provação sem ter a fé abalada.

Sabe aquele aviso que acompanha os maços de cigarro, alertando para os seus malefícios à saúde? Na Tailândia as autoridades resolveram inovar. Além do texto tradicional, em breve os pacotes devem trazer um recado especial: "Dar cigarros para monges budistas é pecado". Como os religiosos dependem da caridade alheia para sobreviver, o costume é comum. Vale lembrar que a Tailândia adotou recentemente medidas severas contra o fumo em locais públicos - inclusive os templos." (Galileu, fev/2005).

CONSIDERAÇÕES

Quais foram as pessoas que morreram em decorrência do tsunami?
Foram os muçulmanos que matam muçulmanos?
Foram cingaleses que matam monges?
Foram tailandeses que dão cigarros aos monges?
Ou foram os portadores de karma negativo?

Há 2200 anos, quando ocorreu outro tsunami, não havia muçulmanos. Nem havia cristãos para dizerem que era aviso da proximidade do fim do mundo. A onda não pegou os gregos, que, segundo os cristãos eram os maus da época, nem os romanos, que ainda não dominavam o mundo mas já viviam tentando fazê-lo.

O que é mais difícil é falar do karma dos indianos; porque não há nada de concreto que se possa associar a isso. Mas não é nada difícil ver com clareza que esse fenômeno geológico não escolhe ninguém. O azar das pessoas é estar no local no momento. Aí vai bom, vai mau, vai crente, vai descrente, vai grande, vai pequeno, vai muçulmano, vai indu, vai cristão, vai judeu, vai ateu, sem distinção. A onda gigante não faz acepção de pessoas. Mas a fé cega os olhos do crente para que não veja.  Aquilo que foi implantado na cabeça humana por milhares de anos não sai facilmente, por mais claro que esteja a explicação. Os deuses não morrem mesmo tão facilmente.

 

Ver mais SANDICES RELIGIOSAS

 

..

.