O FIM DO MUNDO EM 2012 NO CÓDIGO DA BÍBLIA

 

O Código da Bíblia, aquele que acreditam que o deus criador deixou para informar os fatos, marcou também o fim do para 2012. Como Michael Drosnin chegou a essa conclusão? Isso não foi nada difícil.  Vejam:

 

'Mas o primeiro ano claramente codificado junto com “cometa” está apenas dez anos à nossa frente – 5766, no moderno calendário 2006

(Michael Drosnin, O código da Bíblia, pág. 13, 1996).

"Cruzando 2006 há uma afirmação deprimente: ‘Sua trajetória atingiu suas moradas’. O alerta que se sobrepõe ao ano termina com a palavra ‘objeto estelar’.
 


 

Logo acima de 2006, há uma aparente confirmação da época: ‘Ano predito para o mundo.’

Outras probabilidades estão codificadas. Tanto ‘5770’ quanto ‘5772 – os anos de 2010 e
2012 – também aparecem junto com ‘cometa’.

‘Dias de horror’ cruza 2010. ‘Trevas’ e ‘tristeza’ cruzam ‘cometa’, logo abaixo.

‘Terra aniquilada’ é o que afirma o texto oculto logo acima do ano 2012.
 


 

Mas no local em que 2012 está codificado, há também uma afirmação de que o desastre será impedido, de que a passagem do cometa será bloqueada: ‘Ele será fragmentado, afastado, eu o despedaçarei, 5772’.
 


 

Foi praticamente isso que aconteceu com o cometa que atingiu Júpiter. Antes de colidir com o planeta, o cometa se fragmentou em 20 partes. Mas então cada uma delas atingiu Júpiter dia após dia, durante uma semana.” (Obra citada, págs. 150-152).

 

Nada aconteceu nos anos aí previstos, o que prova que o Código da Bíblia não prevê nada.

Mas,  como Michael Drosnin chegou ao ano 2012?

 

1 - Como cada letra representa um número, já não é tão difícil encontrar qualquer ano dentre de milhares de letras.

2 - Como o programa permite consultar sequências saltando letras, as probabilidades de se encontrar o que se procura se tornam muito maiores.

3 - Podendo formar palavras ou números em qualquer direção, as probabilidades se multiplicam e muito.

4 - Já existindo à época a interpretação de que o calendário maia previa o fim do mundo para 2012, bastou colocar no programa o número 5772, que é o ano judaico correspondente a 2012.  Certamente esse ano poderá ser encontrado até mais vezes dentro do texto.

 

Todos viram que nada ocorreu de excepcional em 2006, em 2010, nem em 2012, nenhum cometa passou próximo da Terra.

 

Todavia, no ano passado um cometa desapareceu ao aproximar-se do Sol, o que pode ser utilizado em defesa do Código, uma vez que seu autor encontrou estas palavras:  ‘Ele será fragmentado, afastado, eu o despedaçarei, 5772’. Teria apenas errado por um ano, não sendo 5772, mas 5771.   E esse cometa não tinha nenhuma probabilidade de se chocar com a Terra; mas os intérpretes deverão encontrar alguma desculpa que ainda convença muitas pessoas.

 

Como houve o desaparecimento de um cometa um ano antes da data apontada, é muito provável que esse código ainda seja utilizado para mostra algumas das próximas datas dadas como candidatas para o fim do mundo.  E, com certeza, ainda haverá muita gente capaz de acreditar.

 

Ver mais PREVISÃO DO FUTURO

 

..

.