INDIANO MORRE PELA DEUSA SHIVA
20151104

Eita!
Indiano morre após cortar a própria língua em ritual religioso
Por Redação Yahoo! Brasil | Eita! – 20 horas atrás

Um pai de família indiano morreu após cortar a própria língua, como forma de sacrifício em devoção a uma deusa hindu. Deepak Kol, de 28 anos, sangrou até morrer após usar uma faca para mutilar o órgão.
 

Deepak Kol, de 28 anos, sangrou até morrer.
 

Em vez de levar o homem ao hospital, a família de Deepak tentou “ressucitá-lo” cantando hinos e orações hindus. “Continuamos rezando até as 4 da manhã, esperando que Devi [deusa hindu] manteria a vida no corpo do meu filho”, disse o pai do rapaz, Sukhdeo, ao Mail Online. “Quando isso não aconteceu, eu soube que a deusa deu a Deepak um lugar em seus pés de lótus.”

O caso aconteceu no último dia 22 na aldeia Kharhata, no norte da Ìndia, durante as festividades do Navratri, dedicado à deusa Durga – entidade que representa o triunfo do bem sobre o mal – e um dos principais rituais celebrados em toda a região.

Deepak deixa mulher e dois filhos.


Segundo a imprensa inglesa, Deepak estava em jejum há alguns dias e ficou inconsciente no templo onde rezava. Em transe, os outros participantes do ritual não perceberam a situação e o homem permaneceu no local pelo menos durante cinco horas. Quando finalmente perceberam a gravidade do cenário, a única atitude dos fiéis foi rezar pela vida dele.

Às autoridades, o líder da aldeia explicou que a morte do homem foi confirmada na manhã seguinte do ritual – mas a família se recusou a realizar as tradições postmortem. “Ele não morreu. A entidade o recrutou em seu favor. Foi um sacrifício supremo que meu filho realizou”, afirmou seu pai, sem nenhum tipo de emoção aparente. “Ele apenas deixou o seu corpo mortal. Se Devi pedir outro sacrifício, eu com certeza irei atender.”

Família e amigos não perceberam a agonia do rapaz.


Essa foi a mais recente fatalidade causada por sacrifícios religiosos na Índia. Recentemente, Rajkumar Vishwakarma, de 32 anos, morreu pelo mesmo motivo em um templo na região de Madhya Pradesh. Ele chegou a ser atendido em um hospital, mas não resistiu.

Ano passado, um garoto de 17 anos chamado Lal Mohan Soren faleceu após mutilar a própria língua em devoção a Shiva. Situação semelhante aconteceu em 2008 com Ghanshyam Kori, de 45, que na época recusou ser hospitalizado alegando "ter fé nos deuses".

Em 2014, Lal Mohan Soren morreu pelo mesmo motivo.

 

https://br.noticias.yahoo.com/blogs/eita/indiano-morre-ap%C3%B3s-cortar-a-pr%C3%B3pria-l%C3%ADngua-em-ritual-religioso-124005911.html?linkId=18461946

 

O lamentável é que esse entorpecimento mental causado pela fé os impede de perceber a imbecilidade que cometem:

 

 “Continuamos rezando até as 4 da manhã, esperando que Devi [deusa hindu] manteria a vida no corpo do meu filho”, disse o pai do rapaz, Sukhdeo, ao Mail Online. “Quando isso não aconteceu, eu soube que a deusa deu a Deepak um lugar em seus pés de lótus.” 

 

Bem expressou o escritor neotentamentário: "a fé é a certeza daquilo que se não vê", o que podemos traduzir por "certeza da existência das coisas que não existem".  Esperam algo, e quando veem que não aconteceu, têm certeza de outra coisa inexistente.   E continuaremos a ter notícias de mais gente morrendo por seres imaginários, assim como permaneceremos por muito tempo vendo gente aguardando arrebatamento para o céu.

 

Ver mais SANDICES RELIGIOSAS

 

 

..

.