.

 

INTERNET LEVA AO ATEÍSMO

 

Internet torna criancinhas ateístas, diz pastor
Publicado em 9 de agosto de 2011 por Alenonimo

Um pastor na Carolina do Norte, Estados Unidos, chamado Josh McDowell está pintando as calças de marrom de tanto medo dos ateus na internet. Ele tem alertado os seus fiéis que a internet deixa as crianças e os adolescentes “vulneráveis ao ateísmo”. Ui que meda!

De acordo com ele, os pais podiam indocrinar as crianças até os 18 anos, mas que agora com a internet você tem que fazer isso até aos 12 anos senão você perde o filho para a realidade.

Se eles [os céticos] escreverem livros, muitas pessoas não vão lê-los. Se derem palestra, muitas pessoas não vão assisti-las. [...] Mas agora, com a internet, nossos filhos não terão como escapar.”

Bom, pelo que eu entendi ele tá reclamando que antes os pais podiam exercer uma pressão financeira para impedir os filhos de acessarem ciência de verdade, mas que agora tá tudo de graça nos tubos da Internet.  É um avanço e tanto se for ver.

Agora, ateus e céticos têm acesso aos nossos filhos como nós, e é por isso que o número de jovens cristãos que acredita nos fundamentos do cristianismo tem diminuído e a imoralidade sexual aumentado.”

Imoralidade sexual? Tipo a dos padres que molestam crianças? Ou a dos pastores que molestam crianças? Ou a dos imãs que molestam crianças? Ou ainda a dos rabinos que molestam crianças? Sim, tudo culpa do secularismo e da falta de Deus no coração, apesar de envolver sempre os religiosos por algum motivo.

Dos fundamentos do cristianismo eu não falo nada porque o cristianismo nunca teve fundamento. Hehehehehe.

De acordo com o IETCP, Instituto de Estatísticas Tiradas do Cu do Pastor, ele afirma que o número de evangélicos que não acreditam na verdade absoluta pulou de 51% em 1993 para 91% nos dias de hoje. Pelo jeito os evangélicos agora são todos ateus que odeiam ateus, ou alguma outra coisa doida assim. Não tente entender porque não vai adiantar.

Ele ainda fala — como fala este pastor — que a internet mina a fé dos cristãos por intermédio das minas peladas — pornografia. O que, convenhamos, é uma atividade muito mais proveitosa que ficar dando dinheiro pra vagabundo.

Seu IETCP ainda afirma que a maioria dos 2,2 bilhões de internautas são jovens entre 15 e 25 anos e que acessam diariamente a internet, que tem 4,2 milhões de sites pornográficos e 2,5 bilhões de e-mails pornográficos disparados por dia — cada um recebe um e alguns recebem dois pelo jeito.

Sabem de uma coisa? Achei boa essa notícia. Mostra que a gente tá conseguindo alcançar a juventude e que estamos começando a incomodar os religiosos. É muito difícil fazer várias pessoas acreditarem em uma mesma mentira — como mostram as inúmeras denominações evangélicas — mas é muito mais fácil convencer as pessoas a acreditar em uma verdade, a verdade absoluta, o ateísmo — aleluia, irmão!

E se o pastor convencer os crentes a se afastarem todos da Internet, melhor pra gente também. Minha caixa de comentários em moderação iria agradecer.

Fonte: Paulopes, Christian Post e Ateus do Brasil.
 

O medo do pastor se justifica.  A informação hoje está tão disseminada, que já não é tão fácil convencer a maioria da população a acreditar em uma coisa tão ilógica como o que eles ensinam.

 

Ver mais sobre RELIGIÃO

 

..