JUDAS ISCARIOTES, UMA HISTÓRIA MAL CONTADA

 

A Bíblia não convence com a mal contada história da traição de Judas
Postado por Paulo Lopes
 

Pelos relatos bíblicos, Jesus veio ao mundo para ser crucificado de modo a salvar a humanidade. Outro que já nasceu condenado — só que para toda a eternidade — foi Judas, que delatou Jesus às autoridades judaicas.

A Bíblia é confusa sobre o que levou Judas a dar o beijo da traição em Jesus. Em Marcos, o motivo seria a cobiça. Mateus concorda com Marcos, mas Lucas afirma que Judas foi influenciado por Satanás. Para João, a causa da traição foi a propensão de Judas para o roubo.

Talvez — sempre de acordo com a Bíblia — Jesus tenha recompensado Judas pelo seu bom desempenho no papel de traidor. Se Judas tivesse recusado o seu destino, outra pessoa possivelmente não teria se saído tão bem, e Jesus poderia não ter êxito no papel de mártir da salvação da humanidade.

Quando Paulo escreveu que Jesus apareceu "para os 12" depois de sua ressurreição, a quem ele poderia ter tido em mente se não o Judas? O que Paulo disse não soa como se Judas tivesse sido punido nesta ou na próxima vida.

Já em Mateus 19:28, Jesus afirma que todos os 12 discípulos se sentariam em tronos para julgar as 12 tribos de Israel. Judas era, obviamente, um deles.

O pagamento de “trinta moedas de prata” pela traição é outra inconsistência da história mal contada sobre Judas porque naquela época esse tipo de dinheiro já tinha deixado de ser usado havia dois séculos.

Mateus 27:5 afirma que Judas jogou fora as “moedas de prata” e se afastou dos sacerdotes para se enforcar. Mas como, se Atos 1:18 informa que ele comprou “um campo”, virou fazendeiro? Para aumentar ainda mais a inconsistência, em Marcos, Lucas e João não há menção das 30 moedas.

Os relatos sobre a morte de Judas também contribuem para reforçar as incongruências bíblicas.

Em Mateus 27:5, Judas se enforca. Mas em Atos 1:18, após comprar umas terras, as suas entranhas se arrebentam, sem que haja uma explicação para isso. Estaria Judas doente ou foi um castigo de Deus por ele ter feito algo que já era seu destino traçado pelo próprio divino?

Em Marco, Lucas e João não há menção ao suicídio do traidor, apesar da importância desse evento. A história de Judas não faz sentido, não tem lógica, nunca se fecha.

De qualquer forma, vale a indagação: já que Judas não poderia ter outro destino senão o da traição de Jesus, ele não deveria ser elogiado em vez de ir para o inferno? Se sim, a conclusão é de que os cristãos são ingratos.

por Austin Cline, do About.com

http://www.paulopes.com.br/2012/03/biblia-nao-convence-com-mal-contada.html

 

A referência às "trinta moedas de prata", moeda já em desuso nos dias cristãos, se deve ao fato de que o autor da estória, pegou um texto das escrituras judaicas que nada tinha a ver com o caso e, como o fizeram em vários lugares, o distorceu aplicando-o à traição de Judas.  vejam o caso:

 


“Cumpriu-se, então, o que foi dito pelo profeta Jeremias: Tomaram as trinta moedas de prata, preço do que foi avaliado, a quem certos filhos de Israel avaliaram, e deram-nas pelo campo do oleiro, assim como me ordenou o Senhor” (Mateus, 27:9, 10).

Nessa, o evangelista se enganou até quanto ao autor do texto citado. Não foi Jeremias, mas Zacarias que falou das trinta moedas de prata. Só que o texto nada parece com o mencionado episódio de Judas Iscariotes. Veja abaixo:

"Abre, ó Líbano, as tuas portas para que o fogo devore os teus cedros. Geme, ó cipreste, porque caiu o cedro, porque os mais excelentes são destruídos; gemei, ó carvalhos de Basã, porque o bosque forte é derrubado. Voz de uivo dos pastores! porque a sua glória é destruída; voz de bramido de leões novos! porque foi destruída a soberba do Jordão. Assim diz o Senhor meu Deus: Apascenta as ovelhas destinadas para a matança, cujos compradores as matam, e não se têm por culpados; e cujos vendedores dizem: Louvado seja o Senhor, porque hei enriquecido; e os seus pastores não têm piedade delas. Certamente não terei mais piedade dos moradores desta terra, diz o Senhor; mas, eis que entregarei os homens cada um na mão do seu próximo e na mão do seu rei; eles ferirão a terra, e eu não os livrarei da mão deles. Eu pois apascentei as ovelhas destinadas para a matança, as pobres ovelhas do rebanho. E tomei para mim duas varas: a uma chamei Graça, e à outra chamei União; e apascentei as ovelhas.  E destruí os três pastores num mês; porque me enfadei deles, e também eles se enfastiaram de mim. Então eu disse: Não vos apascentarei mais; o que morrer morra, e o que for destruído seja destruído; e os que restarem, comam cada um a carne do seu próximo. E tomei a minha vara Graça, e a quebrei, para desfazer o meu pacto, que tinha estabelecido com todos os povos. Foi, pois, anulado naquele dia; assim os pobres do rebanho que me respeitavam, reconheceram que isso era palavra do Senhor. E eu lhes disse: Se parece bem aos vossos olhos, dai-me o que me é devido; e, se não, deixai-o. Pesaram, pois, por meu salário, trinta moedas de prata. Ora o Senhor disse-me: Arroja isso ao oleiro, esse belo preço em que fui avaliado por eles. E tomei as trinta moedas de prata, e as arrojei ao oleiro na casa do Senhor. Então quebrei a minha segunda vara União, para romper a irmandade entre Judá e Israel. Então o Senhor me disse: Toma ainda para ti os instrumentos de um pastor insensato. Pois eis que suscitarei um pastor na terra, que não cuidará das que estão perecendo, não procurará as errantes, não curará a ferida, nem apascentará a sã; mas comerá a carne das gordas, e lhes despedaçará as unhas. Ai do pastor inútil, que abandona o rebanho! a espada lhe cairá sobre o braço e sobre o olho direito; o seu braço será de todo mirrado, e o seu olho direito será inteiramente escurecido" (Zacarias, 11: 1-17).

Não encontramos aí sequer uma frase a que possamos dar o significado que o evangelista quis dar.  Oi admitem os cristãos que o "pastor insensato", que não cuida das ovelhas seria Jesus?  Essas trinta moedas se referiam a referência do profeta Zacarias ao povo judeu de seu tempo, e o autor do evangelho até citou erradamente Jeremias.

 

Ver mais RELIGIÃO

 

..

.