.

.

UM JUIZ ANALISA UMA LEI DIVINA

Incrível barbaridade bíblica. Cúmulo dos absurdos!
Jamais ouvi falar em tamanha impiedade, gritante injustiça e extrema crueldade de um Deus que ordena ao marido que corte a mão de sua própria mulher!

É de estarrecer, não dá para compreender, é mesmo de abismar e pasmar até os mais brutos e grosseiros ou parvos e insensíveis, não dá para crer, como bilhões de pessoas, em pleno Século XXI, ainda consideram a bíblia como um paradigma de ética ou um lídimo código de leis e ordenamentos , embasados nos quais Deus aplica a decantada e suplicada Justiça Divina. Como um “deus amoroso” ou um "Pai Amantíssimo e Justo" é capaz de ditar uma crudelíssima e estúpida lei, contra a mulher. Vamos ler com muita atenção a "lei de Deus!":

Quando pelejarem dois homens, um contra o outro, e a mulher de um chegar para livrar a seu marido da mão do que o fere, e ela estender a sua mão, e lhe pegar pelas suas vergonhas, Então cortar-lhe-ás a mão; não a poupará o teu olho”.(DEUTERONÔMIO-25:11,12)

Aí está,"in litteris", isto é, com todas as letras, o texto bíblico de mais uma lei maluca, esdrúxula, algo pornográfica, sumamente injusta e revoltante, promulgada pelo Deus Judaico-Cristão.

Uma pobre mulher, fiel e dedicada esposa, vai defender o marido, que brigava com outro homem e pega com a sua mão no pênis (ou na bolsa escrotal -“saco”), ou seja "nas vergonhas do outro homem" com o qual o seu marido brigava, deverá, por este ato corajoso, ter a mão impiedosamente amputada. Ufa!, que "lex perfecta et admirabile"!!! Ou é uma ordem extravagante emanada de um tirano doido?

"In claris non fit interpretatio" - "No que é claro não se faz interpretação", diz conhecido aforismo do ancestral direito romano.

Não queiram os cristãos tergiversar, tentando justificar o injustificável, com interpretações impérvias: A BÍBLIA é meridianamente clara ao ordenar, de modo expresso e inequívoco, que o marido corte, brutalmente, a mão de sua valorosa e fiel mulher só porque, sem ter como evitar, ela pega ou encosta no pênis e/ou no “saco” do outro homem, numa atitude correta e louvável visando o escopo de defender o seu esposo do agressor que o feria.

O procedimento da esposa,"in hypothesi", deveria merecer exaltadas loas, estrepitosos louvores, entusiásticos aplausos e mil e uma bem-aventuranças, nunca criminalizado, com a pena cruel de amputação da mão, como preconizam os versículos bíblicos citados.

Não há lei mais impiedosa e iníqua, repugnante do que esta que foi ditada, pessoalmente, pelo mitológico e " todo poderoso" Deus-Judaico-cristão, ao lendário líder Moisés!!!!

É O CÚMULO DA INJUSTIÇA VOCÊS NÃO ACHAM!!! (Estou certo ou estou errado? - como exclama conhecido apresentador de programa policialesco, na televisão?)

Se você está um tanto espantado e não acreditando em tamanha asnice ou bestialidade, por favor abra a sua bíblia e LEIA EM DEUTERONÔMIO- CAP. 25: VERS. 11 e 12, pare, pense e sopese, use o bom senso, não procure subterfúgios, para justificar esta brutalidade sem par.



Então. pasmem todos (!!), a mulher vai defender, legitimamente, o marido, e por tremendo azar, vê-se obrigada a pegar ou encostar "nas vergonhas -( pênis ou bolsa escrotal (saco)" do agressor do esposo, por inqualificável ordem de Deus deve este ( o marido) cortar a mão (ou mãos- se as duas tiverem encostado nas vergonhas do outro homem), de sua própria mulher, que agiu em sua legítima defesa, tendo ( a mulher) que viver o resto de sua vida, sem a mão ou mãos, com uma grave deficiência física, devido a uma lei, superlativamente impiedosa e iníqua, constante das "escrituras sagradas". É mesmo de sensibilizar até os machões mais insensíveis e embrutecidos !!! .

Contestando, replicariam, evasiva ou sagazmente, os cristãos: Ah! -mas esta lei está abolida, não vale mais, porque constante do velho testamento!.

Não, o argumento é fajuto, a desculpa é furada. Esta esdrúxula lei bíblica não está abolida, ela está em plena vigência, para aqueles que acreditam na inspiração divina de toda "escritura sagrada" e que, com total submissão e cega obediência, devem seguir os "perfeitos", "sábios" e "legítimos" ordenamentos bíblicos, porque JESUS, segundo o EVANGELHO DE SÃO MATEUS, validando, integralmente, a lei e os ensinamentos dos profetas diz, de modo enfático, que estes estão em vigor, não foram abolidos e nem destruídos, chegando à minúcia de dizer que não podem ser desrespeitados um só "i" ou um só "til", porque haverá condenação para quem não os cumprem. Vejam com que extremado rigor, Jesus mandou cumprir a lei mosáica e ainda obedecer as desassisadas profecias dos paranóicos profetas entre estes sobressaindo o psicótico (doido de pedra) visionário Ezequiel, o viúvo (deus matou a mulher dele). A "confirmatio Chisti", coisa é muito séria!!.

“IN VERBIS”:



"Não penseis que vim destruir a lei ou os profetas; não vim destruir, mas cumprir. Porque em verdade vos digo que, até que o céu e a terra passem, de modo nenhum passará da lei um só i ou um só til, até que tudo seja cumprido. Qualquer, pois, que violar um destes mandamentos, por menor que seja, e assim ensinar aos homens, será chamado o menor no reino dos céus; aquele, porém, que os cumprir e ensinar será chamado grande no reino dos céus" (PALAVRAS DE JESUS, REGISTRADAS EM MATEUS, CAP 5, VERS 17-19).



A BÍBLIA E O DEUS QUE A INSPIROU TRATAM, INEXPLICAVELMENTE, O SEXO COMO UM TABÚ, apesar do "crescei e multiplicai". E em virtude deste TABÚ chegaram ao cúmulo do absurdo de editar, e promulgar esta tirânica e opressiva lei "divina".



Imaginemos como ficariam aturdidos os maridos cristãos de hoje, que tendo conhecimento que suas mulheres haviam tocado ou acariciado "as vergonhas de outro homem", tivessem de dar cumprimento a esta lei, cortando as mãos de suas esposas, em estrito cumprimento da ordem divina, reiterada E CONFIRMADA, com grande veemência por JESUS, que, assim, devido a esta confirmação de Cristo, não pode ser desobedecida. Não temos dúvida de que haveria muitas MULHERES MANETAS, nos dias atuais, com a liberdade sexual moderna, depois do advento das pílulas anticoncepcionais e da ligação das trompas. Esta ordem chega a ser indecente e pornográfica, e se não fosse tão injusta, seria cômica e risível levando o seu leitor a gargalhar!! KKKKKK



Com pencas e carradas de razão, alguém já disse:



"Quem seguir a risca o ANTIGO TESTAMENTO hoje em dia será preso como CRIMINOSO. Quem seguir o NOVO, será considerado LOUCO. ..."(ateusdobrasil.com.br/p/35) -



Esta assertiva do pensador ateu é mais que correta e veraz, pois, diante dos dispositivos da LEI DE PROTEÇÃO À MULHER BRASILEIRA ( LEI MARIA DA PENHA), o marido cristão que der cumprimento à cogente da LEI MOSAICA, ora comentada, CONFIRMADA, ENFATICAMENTE, POR JESUS CRISTO, amputando o mão de sua esposa, será considerado um desalmado criminoso, vai parar na cadeia e nas estrepitosas manchetes dos jornais de todo país, vai ser xingado por apresentadores de programas policialescos do televisão. O fato poderá ter até repercussão internacional.



Mas o pior e mais assustador: JESUS CRISTO PROMETE GRANDE RECOMPENSA PARA QUE CUMPRIR E ENSINAR A LEI DE MOISÉS e as esquisitas profecias, dizendo (JESUS): "aquele, porém, que os cumprir e ensinar será chamado grande no reino dos céus" (EVANGELHO SEGUNDO SÃO MATEUS, CAP 5, VERS. 19-"in fine).



Mas existem várias centenas de barbaridades espantosas e aterrorizantes na bíblia, tanto no velho como no novo testamento. Para encontrá-las, basta ler com atenção e independência intelectual e moral, sem medo dos castigos eternos do além-túmulo, livre das peias e temores impostos pela religião e da lavagem mental a que podem ter sido expostos os religiosos, desde de tenra idade, quando foi lhes ensinado que a discordância com qualquer preceito bíblico ou dogma ditado pela religião constitui uma imperdoável ofensa a Deus.




Os horrores e barbaridades contidos na bíblia são tão copiosos fizeram um conspícuo e aplaudido escritor afirmar:

" Para quem gosta de histórias de horror, a Bíblia é um prato cheio. Escondidas no meio de milhares de versículos, podemos topar com cenas de arrepiar os cabelos". (Huascar Terra do Valle)



E o conhecido, apreciado e festejado escritor português JOSÉ SARAMAGO, prêmio NOBEL DE LITERATURA, a propósito do conteúdo da BÍBLIA , aduz o seguinte:

"A Bíblia é um manual de maus costumes, um catálogo de crueldade e do pior da natureza humana" (José Saramago).

EM CONCLUSÃO: A bíblia não é, nunca foi, a palavra de Deus (se é que este existe o que estamos admitindo apenas "ad argumentandum tantum)). Pode até representar a mentalidade má e impiedosa do genocida e crudelíssimo deus nacional (Jeová) criado pelas mentes insanas, porém, raposinas e astuciosas dos líderes judaicos.

Estes inescrupulosos governantes judeus, fizeram editar estas terríveis leis, ou copiaram dispositivos do histórico e mais antigo Código de Hamurabi ("mão por mão olho por olho, dente por dente"), para dominar e aterrorizar o povo, para torná-lo submisso, tapeando os seus governados com a falácia de que este Ente abstrato (YAVÉ - deus judaico) foi quem as ditou e livraria o povo dos todos os seus inimigos, na direção da terra prometida,desde que fossem obedientes a eles (chefes) e só adorassem o deus legislador por eles inventado . Este furibundo, Deus assassino serial e genocida, que foi posteriormente adotado pelos cristãos, que o veneram como "Pai de Jesus".

Na verdade a bíblia foi escrita por homens falíveis, primitivos, insapientes e incultos e ainda semi-bárbaros, porém vulpinos, argutos, muito ambiciosos e falaciosos, que aproveitaram de pueris e acriançadas lendas e tradições ancestrais. Nela fizeram estampar os conhecimentos e costumes, organização política e social da época em que foi redigida, tudo de acordo com suas ambições e conveniências, e em virtude disto ( a bíblia) contém leis extremamente draconianas, atrozes e injustas, principalmente contra as mulheres, consideradas propriedade dos homens, equiparadas, "pari passu", naqueles idos tempos, aos escravos, bois, jumentos etc., como se depreende da leitura e exegese do insólito e grotesco texto do 10º mandamento (ÊXODO 20, VERS. 17) e de várias outras passagens bíblicas machistas, que destilam brutalidade.

De todas estas circunstâncias, surgiu a lei que acabamos de comentar. Tudo pura invencionice de cobiçosos homens incivilizados daquela época de imenso atraso, em que os pais podiam vender as filhas como escravas (!), venda de filhas regulamentada por Deus( ÊXODO, CAP. 21, VERS. 7/8)

Fim.

José Boy de Vasconcellos - março 2011

E.T. -: Não me queiram mal, todos temos o direito de expressar nossas idéias e opiniões. O presente artigo foi escrito para aqueles leitores que almejam, séria e sinceramente, conhecer o que, de fato, está escrito no livro denominado bíblia, porém, "et pour cause", trechos aos milhares, nunca mostrados e comentados pelos ladinos, astuciosos e espertos dirigentes religiosos. Respeito as crenças de todos que divergem do meu modo de pensar. Não me venham rugindo furiosos insultos e uivando viperinas ofensas, destilando peçonha e aleives, ladrando calúnias, vomitando injúrias, como costumam proceder aqueles que, à míngua de argumentos lógicos e racionais para réplica, partem para ataques ferozes como cães raivosos, contra aqueles que ousam divergir de suas simplórias e acanhadas idéias.

José Boy de Vasconcellos é Juiz de Direito.
 

Ver mais RELIGIÃO

..