O MILAGRE DO SOL

 


O milagre do sol, contado pelos católicos, apresenta como testemunhas pessoas que dizem ter visto algo, mas de forma contraditória.  Observa-se o seguinte: relatos contraditórios.  Testemunhos colhidos trinta anos após a data dada como da ocorrência do milagre.  Nada do milagre retratado nas fotografias que foram tiradas à época.

 

 

"O Milagre do Sol

Mensagem por Pedro Reis » 13 Mai 2009, 02:18
Qual a explicação para o milagre do sol, que teria sido testemunhado por cerca de 70 mil pessoas em 1917, durante a assunção da Virgem de Fátima aos céus?

O Milagre do Sol
Um relado de testemunha do
Dr. José Maria de Almeida Garrett,
professor da Faculdade
de Ciências em Coimbra, Portugal

"Seria 1h30 da tarde quando surgiu, no sítio exato onde estavam as crianças, uma coluna de fumo, fino, delicado e azulado, que se extendia talvez uns dois metros por cima das suas cabeças e se evaporava a essa altura. Este fenómeno, perfeitamente visível ao olho nu, durou uns segundos. Não tendo notado quanto durou, não posso dizer se foi mais ou menos de um minuto. O fumo dissipou repentinamente, e depois de algum tempo, voltou a aparecer uma segunda vez, e depois uma terceira.

"O céu, que tinha estado encoberto todo o dia, de repente se aclarou; a chuva parou e parecia que o sol ia encher de luz a paisagem que a manhã de inverno tinha tornado tão triste. Eu estava olhando para o sítio das aparições na espetativa serena e fria de que acontecesse alguma coisa e já com a curiosidade diminuida porque tinha passado muito tempo sem que nada despertasse a minha atenção. O sol, uns momentos antes, tinha penetrado a camada espessa de nuvens que o escondiam e agora brilhava claro e intensamente.

"Sùbitamente ouvi o alvoroço de milhares de vozes e vi toda a multitude espalhada nesse espaço vasto aos meus pés… virar as costas ao sítio onde, até então, todas as suas espetativas estavam focadas, e olhar para o sol no outro lado. Eu também me virei para o ponto que comandava o seu olhar e pude ver o sol, como um disco muito claro com uma margem muito aguda, que vislumbrava sem ferir a vista. Não se podia confundir com o sol visto através de um nevoeiro (não havia nevoeiro nesse momento), pois nem estava velado nem turvo. Em Fátima, mantinha a sua luz e o seu calor, e sobressaia nìtidamente no céu, com uma margem aguda, como uma grande mesa de jogo. A coisa mais espantosa era poder olhar para o disco solar por muito tempo, brilhando com luz e calor, sem ferir os olhos ou prejudicar a retina. [Durante este tempo], o disco do sol não se manteve imóvel, teve um movimento vertiginoso, não como a cintilação de uma estrela em todo o seu brilho, pois girou sobre si mesmo nu rodopio louco.

"Durante este fenómeno solar, que acabo de descrever, houve também mudanças de cor na atmosfera. Olhando para o sol, notei que tudo se escurecia. Olhei primeiro para os objetos mais perto e depois extendi a minha vista ao longo do campo até ao horizonte. Vi que tudo tinha assumido cor de ametista. Os objetos à minha volta, o céu e a atmosfera, eram da mesma cor. Tudo perto e longe tinha mudado, tomando a cor de velho damasco amarelo. As pessoas pareciam que sufriam de icterícia e lembro-me de uma sensação de divertimento ao vê-los tão feios e repulsivos. A minha mão estava da mesma cor.

"Então, de repente, ouviu-se um clamor, um grito de agonia vindo de toda a gente. O sol, girando loucamente, parecia de repente soltar-se do firmamento e, vermelho como o sangue, avançar ameaçadamente sobre a terra como se fosse para nos esmagar com o seu peso enorme e abrasador. A sensação durante esses momentos foi verdadeiramente terrível.

"Todos os fenómenos que descrevi foram observados por mim num estado de mente calmo e sereno sem nenhuma perturbação emocional. Cabe aos outros interpretá-los e explicá-los. Finalmente, tenho que declarar que nunca, antes ou depois de 13 de Outubro [1917], observei semelhante fenómeno solar ou atmosférico."
O relato inteiro do professor Almeida Garrett pode encontrar-se em "Novos Documentos de Fátima" (Edições Loyala, São Paulo, 1984)



O Pr. Quevedo ou Chico Xavier, Catolicismo ou Espiritismo?
Ambos não podem estar simultaneamente com a verdade.
Se os espíritas confiam no relato de 200 "pesquisadores" porque não consideram confiável o relato de 70.000 testemunhas em Portugal?
E alguém tem uma explicação alternativa para isso?
Pedro Reis
 


Mensagens: 405
Data de registro: 05 Mar 2009, 06:16
Gênero: Masculino
Re: O Milagre do Sol

Mensagem por Pedro Reis » 13 Mai 2009, 02:34
Já haviam decorrido as duas primeiras aparições de NOSSA SENHORA em Fátima, quando Lúcia, no dia 13 de Julho de 1917 dirigiu à SANTÍSSIMA VIRGEM MARIA este pedido:
- “Queria pedir-LHE para nos dizer quem é, para fazer um milagre com que todos acreditem que Vossemecê nos aparece.”
NOSSA SENHORA respondeu:
- “Continuem a vir aqui todos os meses. Em Outubro direi quem sou o que quero e farei um Milagre que todos hão de ver, para acreditar.”
O Milagre é Obra Divina e somente ele, é que coloca o sinete de DEUS nos acontecimentos, para provar a sua veracidade.
Dessa forma, a Missão de NOSSA SENHORA foi plenamente confirmada com a realização do Milagre do Sol, no dia 13 de Outubro de 1917. Ele foi anunciado com 92 dias de antecedência, a fim de que uma maioria de pessoas soubessem da profecia e se interessassem em conferir a realidade.
No dia e à hora anunciada, aconteceu o fenômeno nunca visto antes, presenciado e testemunhado por milhares de pessoas estarrecidas e maravilhadas com sua grandeza e inconfundível beleza.
 

Também foi testemunha o jornalista Avelino de Almeida, que fora enviado pelo diário “O Século”, para relatar as ocorrências daquele dia, na Cova da Iria. Assim, com os seus próprios olhos viu “as coisas espantosas” e nesse jornal diário, no dia 15 de Outubro, sob o título: “Como o Sol bailou ao meio dia em Fátima” descreveu todos os fatos deslumbrantes e memoráveis que teve a felicidade de presenciar.

Naquele dia começou a chover as 11 horas e na hora marcada chovia torrencialmente! Mas a multidão de 70.000 pessoas esperou pacientemente durante 4 horas a chegada dos Pastorzinhos. O terrível temporal molhou as roupas, o corpo e até os ossos de todos que estavam lá, deixando poças por todos os lados com uma espessura de até 10 centímetros de água, além de estar soprando um vento úmido, incômodo e muito frio. O Milagre fora marcado para as 12 horas. E exatamente à essa hora, as nuvens escuras carregadas de água de repente desmancharam-se no firmamento.

Apareceu em Fátima um maravilhoso arco-íris ao meio dia, muito embora pela posição do sol, os arco-íris somente acontecem pela manhã ou a tarde. Contudo ali estava um arco-íris especial e suas cores brilhavam com uma intensidade cem vezes superior a cor dos arco-íris normais, formando ao invés de um arco abobadado como habitualmente, formou uma grande faixa perpendicular com 12 metros de altura que cobriu homens, muros e árvores. A multidão pareceu ver por cima o céu azul, mas era apenas uma ilusão de ótica. Porque na realidade, as pessoas olhavam não para o sol planetário, atrelado a sua órbita, mas para um disco na mesma dimensão do sol, que parecia dourado a uns observadores, prateado a outros, ou ainda na cor de salmão, ou também, como se fosse um disco multicolorido que mudava a sua cor. Entretanto, o que espantava não era o disco, mas sim a faixa circular de luz ao redor dele, que crescia rapidamente de luminosidade e derramava o seu admirável brilho sobre a multidão, sem cegar os olhos, envolvendo todos os presentes numa luz difusa, como se fosse uma meia sombra sem, contudo, projetar uma imagem de sombra em qualquer direção!

O disco começou a girar neste mar de luz celestial, imprimindo cada vez mais velocidade, aumentando o seu movimento de rotação, projetando feixes de luzes coloridas em todas as direções, que encantava a todos os observadores. Acontecimento lindo que fascinava e fazia lembrar as "rodinhas" (fogos de artifício), mas muito mais intenso e mais fantástico! E assim permaneceu durante 2 minutos. Depois parou. Fez uma pausa cerca de 1 minuto e logo recomeçou num segundo ato, mais vibrante e de uma maneira diferente da anterior. Sob o intenso campo luminoso do céu, o disco passou a se movimentar mudando continuamente de posição e também mudando de cor: dourado, prateado, azul, vermelho, amarelo canário, verde, etc., proporcionando a impressão mais bonita e surpreendente. Agora o disco começou a dar pulos, eram saltos triangulares com tão grande agilidade que imitava um ritmo, ou talvez uma dança popular. A seguir, depois de mostrar uma agitação oscilatória fez uma nova pausa. Assim permaneceu por mais 1 minuto e logo, recomeçou de modo impressionante o terceiro ato. O disco como um foguete, num aumento crescente de velocidade, se projetou em direção a terra sobre a multidão, como se fosse massacrar o povo, e de repente, evitando a colisão, parou próximo ao solo, que de tão perto dir-se-ia poder alcança-lo com as mãos, e retornou velozmente. Agora, mudando a sua trajetória, fazendo aquele movimento de zigzag em direção ao verdadeiro sol planetário, que por fim o absorveu, ou seja, ficaram superpostos, aparecendo só o disco solar que rompeu as nuvens mais altas com a força de seu brilho e iluminou toda a multidão. As muitas nuvens que existiam dispostas no espaço a milhares de metros de distância uma das outras, foram movidas com precisão sensacional e de tal maneira sobrepostas, que o sol verdadeiro perdeu o brilho e nenhuma das 70.000 pessoas que presenciavam o fenômeno, sofreu danos na retina ocular. Neste momento veio uma onda de calor e de repente, todas as roupas molhadas secaram-se numa fração de tempo e a água das poças e dos charcos evaporou-se. Em menos de 2 minutos a água pantanosa e a lama fria transformaram-se em suave beleza campestre! Essa onda de calor foi sentida agradavelmente por algumas pessoas e por outras nem sequer foi notada. Quando terminou aquela notável apresentação tudo estava completamente seco.
Pedro Reis
Mensagens: 405
Data de registro: 05 Mar 2009, 06:16
Gênero: Masculino


...
 


Re: O Milagre do Sol
Mensagempor Fernando Silva » 13 Mai 2009, 07:10


Temos testemunhos de gente que se dispunha a ficar num descampado sob sol e chuva o dia todo na esperança de ver alguma coisa.

Mas não temos fotos ou evidências objetivas. Ninguém mais viu o fenômeno no resto do mundo, o que indica que tudo só aconteceu na mente de quem estava lá. Ou que se criou uma realidade separada para aquele local específico.

Todas as fotos disponíveis, tiradas pelos jornalistas da época, mostram apenas um bando de gente com cara de tacho no meio do mato.

Resumindo: afirmações extraordinárias não acompanhadas de provas extraordinárias.
Fernando Silva
Administrador
 

 

...

Re: O Milagre do Sol
Mensagempor Pedro Reis » 13 Mai 2009, 13:16
Esses três relatos também diferem bastante entre eles.

Em comum apenas o disco girar (2 vezes para o jornalista, 3 vezes para a Irmã Lúcia) e se aproximar da multidão. Embora o disco fosse o sol para a Irmã Lúcia e algo que se pôs incialmente na frente do sol para o jornalista. Todo o resto é diferente.

Se durou doze minutos por que os jornalistas não fotografaram?
E se houve tantas testemunhas por que a própria Igreja demorou tanto tempo para reconhecer o milagre?
 

....

Re: O Milagre do Sol
Mensagempor Fernando Silva » 13 Mai 2009, 13:37

Pedro Reis escreveu: Ainda assim é difícil explicar três pessoas contando uma história sobre um disco girante.

Podiam ser centenas de pessoas. Uma diz que viu, algumas passam a achar que também viram, outras se envergonham de não terem visto e dizem que viram também e a lenda se cria.

Além disto, se você olhar durante tempo suficiente para o sol, vai ver coisas estranhas (se não ficar cego...).
Fernando Silva
Administrador

.......

 

Re: O Milagre do Sol
Mensagem por Fernando Silva » 14 Mai 2009, 07:30
Fernando Silva
Administrador
Mensagens: 18000
Data de registro: 25 Out 2005, 11:21
Localização: Rio de Janeiro, RJ
Gênero: Masculino

Re: O Milagre do Sol
Mensagem por Fernando Silva » 14 Mai 2009, 07:31

Botanico escreveu:
Pedro Reis escreveu:A guerra vai acabar e os militares voltarão em breve para suas casas. -

Não há guerra que dure sempre... Até a dos 100 anos acabou um dia... porque no final só tinha velhinho...

Os três segredos foram escritos depois da Segunda Guerra, ou seja, quando 2 deles já tinham acontecido.
E o terceiro só foi revelado depois que aconteceu algo que se encaixasse nele.
Fernando Silva
Administrador
Mensagens: 18000
Data de registro: 25 Out 2005, 11:21
Localização: Rio de Janeiro, RJ
Gênero: Masculino


....

 


Re: O Milagre do Sol

Mensagem por Pedro Reis » 14 Mai 2009, 13:00

salgueiro escreveu:Hummm

Então meio que resumindo, o fato não deve ser verdadeiro porque mesmo que o quorum tenha sido de bom tamanho a influência da expectativa pode ter gerado uma quem sabe alucinação em um dos espectadores que contaminou os outros 70.000 . Também porque as fotografias nada mostraram de extraordinário (já tinha foto colorida na época ?) porque não captaram as evoluções do "disco" . Ah ! E os relatos de nada valem também


Eu não tenho uma explicação muito, muito boa para isso não.

Não consegui pensar em nenhuma hipótese que me satisfizesse totalmente.

Algumas possibilidades são:

1 - O milagre aconteceu mesmo.

Nesse caso o problema aí seriam as discrepâncias entre os depoimentos. Os 4 relatos que eu vi concordam que o sol girou ( na verdade para alguns foi um disco que girou e não o sol ), e três relatos concordam que o sol ( ou disco ) se aproximou da multidão.

As concordâncias acabam aí.

Um viu o sol se aproximar até as nuvens, o outro viu o disco descer até a altura das pessoas, um viu um arco-íris de cores muito brilhantes e perpendicular à Terra com 12 metros de largura, ou seja um arco-íris com cores e formato muito estranho. Deveria ter chamado muita atenção mas só ele viu isso, porque outros viram a paisagem mudar de tonalidade mas só ele viu isso, para uns o disco se aproximou em zique-zague, aos saltos, para outros não. Um relata que tudo ficou seco em frações de segundo, inclusive as roupas molhadas pela chuva, mas ninguém mais relata isso. O relato de Ir. Lúcia é curiosamente o mais sucinto e fala sobre a imagem de São José e do menino Jesus ao lado do disco, isso, sobretudo, deveria ter chamado atenção de muitos, mas nos outros relatos não há menção de imagem alguma.

Enfim, as pessoas poderiam ter esquecido os detalhes mas segundo a neurologia o nosso cérebro costuma gravar vividamente acontecimentos emocionalmente impactantes. Sobreviventes de campo de concentração, 50 anos depois, dão depoimentos muito semelhantes em detalhes aos depoimentos que deram logo após terem sido libertados.

Outra coisa estranha é que ninguém tentou fotografar o disco, embora tenha havido tempo para isso.

Ainda acho estranho que a Igreja Católica, ela própria, tenha demorado décadas para reconhecer o milagre, e a maioria dos depoimentos foram recolhidos por um padre 30 anos depois do acontecido.
Ora, isso é estranho, algo dessa magnitude, o Vaticano deveria ter tido o maior interesse em documentar e comprovar, e colher o maior número possível de testemunhos, e fazer muita propaganda, é claro.

Difícil também imaginar que Ns. Senhora tenha vindo à Terra apenas para dizer coisas tão prosaicas como: "Rezem o terço".

2 - Poderia ter sido um fenômeno metereológico que confundiram com milagre

Não conheço fenômeno que possa ser confundido com um disco girando, e seria difícil explicar a coincidência de um raro fenômeno metereológico ter ocorrido do dia anunciado para o milagre.

3 - Um "pool" de espíritos fanfarrões católicos orquestraram e executaram toda a farsa.

Aqui Narcisa Tamborindeguy diria: "Loucura! Loucura! Loucura!"

Pô, os caras já morreram, viraram fantasminhas, por conseguinte descobriram que a religião deles era embromação porque diz que nada disso é possível. Ainda assim eles permanecem católicos? Será que rezam missa no Além e tudo? E o Pr. Quevedo vai dizer depois de morrer: "Eu non eczisto!"

De qualquer forma teria sido necessário um alto grau de coordenação entre os espíritos para fazer algo tão complexo.

4 - Foi um avistamento de OVNI

Muitos ufólogos levantam esta hipótese. Mas seria muito louco que os alienígenas viajassem milhares de anos luz só para vir aqui e pregar uma peça em quatro criancinhas.

Eram os Santos astronautas?

5 - A Igreja Católica aproveitou o acontecimento de milhares de pessoas estarem se reunindo em torno de crianças que diziam ver Nsa. Senhora para forjar um relato de milagre que reforçasse a fé católica.

Essa me parece a mais plausível de todas. A Igreja ainda tinha bastante influência na época, o jornalista poderia ter sido mandado para lá justamente com a missão de publicar um relato de milagre. Durante décadas foram cautelosos, não queriam se comprometer com a fraude, assim como fizeram com o caso do Padre Pio (que o Vaticano sempre soube que era fraude mas agora resolveu canoniza-lo).

Uma lenda é criada e com o tempo começa a ser repetida. 30 anos depois você colhe depoimentos e há muitos dispostos a contar histórias...

Isso não é tão estranho quanto possa parecer. Lembro-me de um caso que ocorreu há alguns anos em Niterói: a cidade amanhaceu com a notícia de que um disco voador pousado teria sido avistado na Praia de Icaraí. Para quem não sabe Praia de Icaraí é um bairro bastante populoso, guardadas proporções mais ou menos como Copacabana no Rio. Um disco ali teria sido visto por milhares de pessoas e de fato a notícia já estava nos telejornais e várias testemunhas davam relatos mais ou menos coerentes.

Pareciam pessoas sérias: donas de casa, um executivo na parada do ônibus...

A minha surpresa foi quando vi a foto dos relevos circulares que a nave teria deixado na areia. Porque eu costumava correr na praia e via aqueles mesmos relevos todos os dias. Será que toda noite um disco pousava ali?

No dia seguinte foi desfeito o enigma. Um senhor, um aposentado, tinha feito os relevos. Aquilo era apenas o resultado de um exercício de calistênica que ele costumava fazer no final da tarde.

Mesmo assim esta não é uma explicação fácil para os relatos do milagre, porque, que eu saiba, no caso da Santa não apareceu nenhum testemunho de desmentido.
Pedro Reis
Mensagens: 405
Data de registro: 05 Mar 2009, 06:16
Gênero: Masculino

Re: O Milagre do Sol

Mensagempor salgueiro » 14 Mai 2009, 13:39
Também não tenho uma explicação que me convença 100% do que ocorreu só acho que algo inusitado aconteceu sim.

1. Milagre a meu ver é somente o que não pode ainda ser explicado pelo conhecimento do momento.

Em relação a qualquer fotografia que apontasse para o sol em branco e preto conseguiria mostrar o fenômeno como foi descrito?

Quanto a Santa Madre não é de estranhar a lerdeza, é o ritmo normal.

2. Fenômeno metereológico. Concordo com suas explicações

3. Um pool de espíritos fanfarrões católicos é ótimo. Poderia ser sim ter sido obra da espiritualidade mas não me convence até o momento.

Só para ilustrar católico católico não deixa de ser quando morre mesmo ao "acordar" na espiritualidade. Pessoas enraizadas são difíceis de mudar mesmo quando vivem uma situação que as coloque em xeque.

4. Foi um avistamento de ovni. Talvez. Só conheço a mentalidade dos terráqueos e nem desconfio o que possa ser mentalidade extraterrena
5. A Igreja forjou um milagre. Essa já é muita teoria da conspiração para o meu gosto."

(Fonte: http://www.rv.cnt.br/viewtopic.php?f=1&t=19138&start=0)

 

 

O que transcrevi aqui é apenas os relatos e pequena parte dos comentários.  São tantos, e tão repetidos, que não me dei ao trabalho de ler todos.  Deixei aqui somente os que me pareceram trazer algum esclarecimento. 

Observa-se o seguinte: relatos contraditórios.  Testemunhos colhidos trinta anos após a data dada como da ocorrência do milagre.  Nada do milagre retratado nas fotografias que foram tiradas à época.  Um leitor disse que, no caso, não apareceu nenhuma pessoa desmentindo.  Essa ausência de desmentimento é viável: a igreja colheu tais depoimentos mais de três décadas depois da reunião do povo, além do que, se havia alguém capaz de desmentir, essa pessoa não teve oportunidade de, em um meio essencialmente católico ter acesso a um veículo de comunicação que levasse suas palavras ao mundo.

 

Quem dizer ver todos pode ver neste link: http://www.rv.cnt.br/viewtopic.php?f=1&t=19138&start=0

 

Ver COMO SE FORMAM OS MILAGRES

 

Ver mais 

- -

BUSCA
Google

PROCURE NA CAIXA ABAIXO