NÃO SERÁ O FIM DO MUNDO, MAS DA COCA-COLA!

 

Bolívia: o fim da Coca-Cola será 21 de dezembro

Coca-Cola Bolivia

O Ministro das Relações Exteriores David Choquehuanca anunciou que convidará líderes e grupos indígenas do mundo a celebrar em Bolívia o solstício de verão, 21 de dezembro, porque considera que nesse dia será “o fim” do capitalismo da Coca-Cola e o começo de um tempo “de amor” e “a cultura da vida”.

Segundo o ministro, nessa data, quando “termina o calendário maia”, indígenas de vários países se reunirão na Ilha do Sol situada no lago Titicaca, compartilhado por Bolívia e Peru.

“O 21 de dezembro de 2012 é o fim de egoísmo, da divisão. O 21 dezembro tem que ser o fim da Coca-Cola, e o começo do mocochinche (refresco de durazno)”, disse Choquehuanca em um ato junto a Morales, na cidade de Copacabana, situada às margens do lago que faz fronteira com território peruano.

O Chanceler boliviano agregou que nesse dia “os planetas se aliariam após 26.000 anos”, mas não será o fim do mundo, senão o “fim do ódio e o começo do amor”.

“É o fim do capitalismo e o começo do comunitarismo”, enfatizou, ao fazer questão de que hoje se vive o tempo da escuridão, individualismo e divisão, e após essa data, os indígenas devem projetar “amor” e uma “vida harmônica” com a natureza.

O presidente Morais agregou que convidará a alguns de seus colegas da região para que participem nos atos da Ilha do Sol. Adiantou que líderes indígenas do mundo brindarão diferentes mensagens e convocou a todas as organizações sociais e instituições a trabalhar em pós esta celebração.

O Governo anunciou esses atos ao termo de uma semana na que Morais foi criticado pelos indígenas da Amazônia por se recusar a recebê-los no Palácio de Governo para escutar o pedido de não construir uma estrada na reserva ecológica de Tipnis.

http://www.bulhufas.com/bolivia-o-fim-da-coca-cola-sera-21-de-dezembro/5961/
 

Ver mais CURIOSIDADES

 

 

..

.