NOVA ORDEM MUNDIAL É CUMPRIMENTO DE PROFECIA?

 

Parece que os criadores de deuses nunca perdem sua criatividade em apontar o desenrolar da história como cumprimento de previsão de pessoas ditas inspiradas por um ser onisciente que nem sabia que a Terra não é o centro do universo.  Caem as previsões, surgem outras, e o fim do mundo está sempre próximo desde que se inventou o Cristianismo. Pois os judeus que escreveram o que os cristãos chamam de Velho Testamento nunca pensaram em fim do mundo, mas simplesmente no fim dos sofrimentos dos judeus e o domínio deles sobre o mundo. É com os cristãos é que veio o começo do fim do mundo, que sempre está próximo, muito próximo, cada intérprete acreditando que o verá.

 

"A Profecia de Daniel 7:7-8 Está Sendo Cumprida nas Notícias do Dia-a-Dia — A Formação dos Dez Reinos (Blocos Econômicos) Está Agora Se Tornando Aparente

A Associação dos Países do Sudeste Asiático (ASEAN) acaba de assinar sua Carta de Constituição, que produzirá a nação número 9. Agora, a União da América do Norte (nação 1), a União Européia (nação 2) e a União da América do Sul (nação 6) podem continuar com sua marcha em direção ao cumprimento profético. Você está prestando atenção? O Anticristo só poderá aparecer quando todas as dez supernações estiverem formadas e instituídas.

O plano profético de Deus para o aparecimento do Anticristo é muito claro: ele só aparecerá quando o mundo estiver reorganizado em dez supernações; cada uma com um líder. Vamos rapidamente analisar a Escritura profética:

"Depois disto eu continuei olhando nas visões da noite, e eis aqui o quarto animal, terrível e espantoso, e muito forte, o qual tinha dentes grandes de ferro; ele devorava e fazia em pedaços, e pisava aos pés o que sobejava; era diferente de todos os animais que apareceram antes dele, e tinha dez chifres. Estando eu a considerar os chifres, eis que, entre eles subiu outro chifre pequeno, diante do qual três dos primeiros chifres foram arrancados; e eis que neste chifre havia olhos, como os de homem, e uma boca que falava grandes coisas." [Daniel 7:7-8].

O quarto e final império na forma de besta — o Império Romano — retornará no fim dos tempos e será caracterizado pela reorganização de todas as nações do mundo em apenas dez supernações, cada uma com um líder. A partir dessa passagem citada e de Daniel 9:26-27, os eruditos bíblicos acreditam firmemente que o antigo Império Romano surgirá novamente como um "Império Romano Restaurado" no fim dos tempos. Sempre que você vir esse Império Romano restaurado, saberá que o fim dos tempos está sobre o mundo. A moderna União Européia é o Império Romano restaurado!

Portanto, quando essa nação moderna — a Europa Ocidental — foi formada em 31 de dezembro de 1992, as pessoas que conheciam as Escrituras perceberam que esse acontecimento significava que o fim dos tempos estava sobre a humanidade e que o aparecimento do Anticristo aguardava somente a formação das dez supernações acontecer.

O Plano dos Illuminati corre em paralelo com Daniel 7:7-8 neste ponto, pois prevê uma reorganização de todas as nações do mundo em dez supernações. Você sabia que esse plano existe? Vamos compartilhá-lo com você.

Em 1957, Alice Bailey, então a líder da Casa da Teosofia, em sua coleção de escritos, The Externalization of the Hierarchy, diz que o mundo precisa primeiro ser reorganizado em Esferas de Influência antes de poder ser organizado em um governo global (pág. 209). Ela tornou bem claro que essa reorganização não seguiria as tradicionais fronteiras nacionais, mas seria uma organização completamente diferente.

Bailey não especificou quantas Esferas de Influência seriam criadas, mas o plano dela foi melhor explicado em 1974 pelos autores da Nova Ordem Mundial Mihajlo Mesarovic e Eduard Pestel, em um livro intitulado Mankind At The Turning Point. Eles escreveram que o mundo seria reorganizado em dez Estados-supernações, como listado a seguir:
Dez Esferas de Influência — Reorganização Nacional

América do Norte
Europa Ocidental
Japão
Austrália, África do Sul, e o restante da economia de mercado do mundo desenvolvido
Europa Oriental, incluindo a Rússia
América Latina
Norte da África e o Oriente Médio
África Tropical
Sul e Sudeste Asiático
China.

Lembre-se que esse plano da Nova Ordem Mundial foi publicado em 1974. Fixe essa data em sua mente, pois ela se tornará muito importante em apenas alguns parágrafos. A primeira questão é: 'Por que dez nações especificamente?' A resposta está em um conhecimento das crenças espirituais do ocultismo. Eles acreditam que o homem deve ser espiritualmente "aperfeiçoado" passando pelo processo de "iluminação", alcançando um longo e árduo estudo da "verdade oculta". Uma vez que um homem esteja totalmente aperfeiçoado, ele é retratado em pé, ao lado, mas não sendo controlado pelo seu mundo. Esse homem aperfeiçoado é visto como o número 1, enquanto que o mundo é retratado como um zero (0). Assim, o número 10 forma essa figura do homem aperfeiçoado em pé, separado de seu mundo. O número 10 é um número simbólico muito importante para os ocultistas. (Magic Symbols, Frederick Goodman, Brian Todd Publishing House, Londres, 1989, págs. 46-47)

Portanto, quando os líderes ocultistas da Nova Ordem Mundial conceberam seu plano de reorganizar o mundo em esferas de influência, agiram em consonância com suas crenças ocultistas ao decidirem criar dez Estados-supernações. Eles estavam criando uma Nova Ordem Mundial que, por sua própria estrutura, declara para os povos do mundo: "Criamos a organização mundial 'perfeita', de dez supernações". O simbolismo é poderoso: eles são os homens 'aperfeiçoados', independentes, mas que controlam o mundo. Dez tinha de ser o número; a doutrina ocultista requeria isso. [NT: Para maiores detalhes, leia o artigo N1783, "Tremendo em Expectativa Entre o Cumprimento de Duas Profecias Bíblicas"].

Mas, esse plano também cumpre uma importantíssima doutrina bíblica. Essa profecia foi entregue ao profeta Daniel, aproximadamente 2.500 anos atrás e é a única profecia que apresenta uma seqüência de eventos que Deus predisse que ocorreriam a partir dessa reorganização do mundo em dez nações. Segure seu chapéu, pois a cavalgada será emocionante a partir de agora.

Primeiro, vamos revisar as profecias. A Bíblia prediz em Daniel que uma seqüência de eventos indicará o aparecimento do Anticristo. Vamos ler Daniel 7:7-8 novamente, lembrando que Daniel está falando aqui do fim dos tempos. Considere a Escritura:

"Depois disto eu continuei olhando nas visões da noite, e eis aqui o quarto animal, terrível e espantoso, e muito forte, o qual tinha dentes grandes de ferro; ele devorava e fazia em pedaços, e pisava aos pés o que sobejava; era diferente de todos os animais que apareceram antes dele, e tinha dez chifres. Estando eu a considerar os chifres, eis que, entre eles subiu outro chifre pequeno, diante do qual três dos primeiros chifres foram arrancados; e eis que neste chifre havia olhos, como os de homem, e uma boca que falava grandes coisas." [Daniel 7:7-8].

Esses dez chifres são melhor explicados em Daniel 2:41 e Apocalipse 17:12.

Essas profecias são bem claras em predizer que o mundo nos últimos dias, durante a Grande Tribulação, será reorganizado em dez Estados-supernações, ou dez regiões. Essa é uma revelação chocante, pois o mundo tem sido controlado por nações soberanas individuais desde que Deus subverteu a Torre de Babel, cerca de 5.000 anos atrás. Hoje, existem mais de 170 nações soberanas no mundo. Uma nova estrutura governamental está sendo caladamente erigida sobre essas mais de 170 nações soberanas. Diante dos nossos olhos, um novo governo está sendo erigido; esse plano, originalmente publicado em 1974 em Mankind At The Turning Point, está sendo implementado. Quando ele estiver finalmente implementado, cumprirá essa profecia bíblica das dez nações no fim dos tempos.

Temos de admitir que a criação dessas dez supernações como uma superestrutura sobre as nações existentes como forma de forjar um governo global foi um toque de gênio. Muitas pessoas não ficarão ofendidas se descobrirem que seu país querido está sendo incluído em uma nova supernação, pois seu país continua existindo de forma inalterada — pelo menos temporariamente. Os patriotas que lutariam contra a dissolução de seu país talvez não lutem se seu país estiver sendo incluído em uma supernação.

Portanto, o NAFTA não é simplesmente uma supernação econômica; ao contrário, é a nação número 1 no plano de dez nações da Nova Ordem Mundial! Pouquíssimas pessoas compreendem isso, porque elas foram totalmente condicionadas pelos nossos líderes nacionais, ajudados pela mídia de massa. Ninguém nunca explicou isso antes. Agora, você pode compreender por que presidentes aparentemente tão diferentes em visão de mundo, estilo e filosofia como Bush e Clinton puderam apoiar a criação do NAFTA. O presidente George Bush (pai) deu o ímpeto inicial para criar o NAFTA, mas não conseguiu vê-lo criado durante seu mandato. O presidente Clinton apoiou o NAFTA, embora se opusesse a praticamente todas as outras coisas que Bush apoiava.

Neste ponto, vou declarar uma verdade que enunciei cuidadosamente em meus programas de rádio: O Plano da Nova Ordem Mundial foi criado oficialmente em 1776 e tem sido consistentemente apoiado pelos presidentes desde então. No século 20, praticamente todos os presidentes, tanto democratas quanto republicanos, apoiaram secretamente o Plano da N.O.M. Portanto, não importa quem a população eleja, pois ambos os partidos políticos estão unidos nesse ímpeto para cumprir o Plano. Normalmente, os presidentes republicanos se concentram em mudanças no campo da política externa, enquanto que os democratas se concentraram em mudanças internas. Todavia, quer o presidente seja democrata ou republicano, o Plano da N.O.M. continua imbatível. O NAFTA é um exemplo de uma mudança na política externa iniciada por um presidente republicano e continuada por um presidente democrata.

Considere seu privilégio de testemunhar uma profecia bíblica de 2.500 anos atrás ser cumprida diante dos seus olhos, embora você não tivesse idéia na época do significado daquilo que estava acontecendo. Esse é apenas um exemplo da profecia bíblica sendo cumprida por esse plano de uma Nova Ordem Mundial. A profecia bíblica diz em Apocalipse 17:12, que essa reorganização ocorrerá como resultado de uma conspiração entre os dez governantes, para o propósito expresso de entregar sua autoridade recém-adquirida ao Anticristo. Considere o texto exato:

"E os dez chifres que viste são dez reis, que ainda não receberam o reino, mas receberão poder como reis por uma hora, juntamente com a besta. Estes têm um mesmo intento, e entregarão o seu poder e autoridade à besta." [Apocalipse 17:12-13].

Portanto, a Bíblia diz que o propósito da reorganização do mundo em dez supernações é entregar o poder e a autoridade ao Anticristo. E qual é o propósito do plano da Nova Ordem Mundial? Entregar a autoridade ao Cristo da Nova Era, a quem muitos autores chamam de Maitréia, o Cristo (The Reappearance of the Christ, Alice A. Bailey, Lucis Press, Nova York, 1948, págs. 5-35; também The Externalization of the Hierarchy, Alice A. Bailey, Lucis Press, 1957, págs. 556-557; também Revelation: The Birth of the New Age, David Spangler, The Rainbow Bridge Publishers, San Francisco, 1976, págs. 156-157). Entretanto, alguns autores são audazes ao ponto de chamá-lo de "Anticristo". Você consegue imaginar a audácia desses autores de chamarem seu super-homem de Anticristo? Mas eles fazem isso, e repetidamente. (The Armageddom Script, Peter Lemesurier, págs. 239-241 [leia a resenha]; também Herald of a New Age, Ruth Montgomery, Fawcett Crest, 1986, págs. 200-201.)

Você não pode ignorar a existência desse enorme volume de escritos, que planejam em detalhes como reorganizar o mundo para que o Cristo (o Anticristo) possa aparecer e tomar o controle. O último homem a ascender ao poder e pensar que era o Anticristo, foi Adolf Hitler. A visão de Hitler era que a Alemanha uniria o mundo à força sob sua liderança; além disso, exatamente como a Bíblia diz que Jesus Cristo reinará por 1.000 anos, o plano de Hitler era chamado de Reich de mil anos. Hitler também chamava seu plano de Nova Ordem Mundial!!

Agora, você entende a importância do NAFTA? Ele é a nação 1 no Plano de Reorganização em Dez Nações. Todas as nações importantes nesse Plano estão agora planejadas; os agrupamentos menores (supernações 4, 5, 6, 7, 8 e 9) estão sendo criados secretamente. Esse fato nos traz a uma notícia recente. Vamos analisar a matéria à luz de Daniel 7:7-8:

Resumo da Notícia: "Membros da ASEAN Criam Bloco Jurídico", The Wall Street Journal, 15 de dezembro de 2008.

"Jacarta — Os dez membros da Associação das Nações do Sudeste Asiático decidiram criar uma comunidade no estilo da União Européia, assinando uma Carta de Constituição que torna o bloco uma entidade jurídica pela primeira vez e poderá preparar o caminho para a criação de um mercado comum no prazo de sete anos."

Observe que os dez membros da ASEAN planejam criar uma nação com base na história de sucesso da União Européia em não mais que sete anos! Na verdade, essa união poderá levar menos tempo.

Outro artigo lança ainda mais luz sobre esse novo bloco ASEAN, que é a nação 9 no plano enunciado em 1974 no livro Mankind in the Turning Point.

Resumo da Notícia: "Carta de Constituição da ASEAN Entra em Vigor", AFP News, 15 de dezembro de 2008.

"Jacarta (AFP) — A Associação de Nações do Sudeste Asiático deu um importante passo para se tornar uma comunidade no estilo da UE na segunda-feira, com a entrada em vigor de uma nova carta que define normas democráticas. A carta define regras para os membros, transforma a ASEAN em uma entidade jurídica e prevê uma área comum de livre comércio por volta de 2015 para a região de cerca de 500 milhões de pessoas. Ela entrou em vigor com um encontro dos ministros das Relações Exteriores da ASEAN no secretariado do bloco em Jacarta, 30 dias após a Tailândia se tornar o último membro a apresentar seu instrumento legal de ratificação."

Consistente com o planejamento dos Illuminati, essa formação das nações do sul e do sudeste asiático em uma supernação levou um longo tempo para acontecer. A ASEAN foi originalmente criada em "8 de agosto de 1967... Em 2005, o bloco se estendeu por toda uma região de 1,1 bilhão de acres com um produto nacional bruto (PNB) de aproximadamente 896 bilhões de dólares e um crescimento anual médio em torno de 5,6%. O PNB cresceu para 1.073 bilhões em 2006." [fonte: Wikipedia Encyclopedia].

Esta é uma supernação considerável, você não acha? Com uma população de 500 milhões, a produção da economia é superior a 1 trilhão de dólares. O povo é dinâmico e esforçado e formará uma supernação formidável.

Entretanto, o aspecto mais importante de todo esse acontecimento é que essa supernação ASEAN é a nação 9 no Plano de Reorganização em Dez Supernações dos Illuminati. Por sua vez, esse plano corre exatamente em paralelo com a profecia bíblica.

A formação dessas dez supernações também nos fornece um calendário pelo qual podemos saber o quão próximo está o aparecimento do Anticristo. Daniel 7:7-8 diz claramente que o Anticristo — o décimo primeiro chifre — somente aparecerá quando as dez supernações estiverem organizadas e instituídas. Portanto, enquanto uma das dez supernações não estiver formada, a Terceira Guerra Mundial destinada a colocar o Anticristo na cena internacional não poderá ocorrer.

Parece que estamos a alguns anos do estabelecimento dessas supernações, a não ser que o ritmo aumente drasticamente sob a liderança do presidente Obama.

Mas, a realidade é que esse processo de cumprir Daniel 7:7-8 está a caminho, anunciando a aproximação do fim dos tempos.

Data de publicação: 20/12/2008
Revisão: http://www.TextoExato.com

 <http://www.espada.eti.br/n2332.asp>

 

Como já foi bem explicado, se Daniel tivesse realmente visto o futuro, os judeus ter-se-iam tornado os donos do mundo após a vitória dos macabeus contra o império de Antíoco IV. O mundo não continuaria mais vendo tantos grupos de dez reinos se formarem e se acabarem como apresentaram vários intérpretes ao longo dos tempos.

Essa é só mais uma interpretação que tende a se desfazer como as outras.

O que nos preocupa atualmente não é o NAFTA, não é a União Europeia, não é a China, mas as religiões que continuam lutando para retomar o domínio do mundo e dominar todos esses blocos. Mas também não será um chamado “anticristo”, figura essa que já estava no mundo quando o nome foi utilizado pela primeira vez. Esperamos que nenhuma religião o consiga. O Estado Islâmico, o mais deletério dos grupos religiosos dos últimos séculos, tende a ser derrotado, uma vez que o mundo inteiro já o tem por inimigo da humanidade. Os judeus, os mais antigos a se elegerem os donos do mundo por promessa divina, são cada vez uma parcela menor da população mundial. Os cristãos nunca perderam a esperança de dominares os governos, como vemos bem abertamente no Brasil nestes últimos anos. Todavia, embora nosso país ainda tenha uma ampla maioria cristã, a divergência entre eles próprios não deverá permitir que eles dominem. Estados Unidos, a mais poderosa nação cristã do mundo, já não está sendo tão cristã quanto antes, e dificilmente colocará os direitos humanos sob o tapete. A China, país oficialmente socialista e ateu, não está livre da existência de muitas religiões. No entanto, tende a se humanizar também. A tendência atualmente irreversível é as religiões definharem continuamente.

 

 Ver mais PREVISÕES DO FUTURO

 

..

.