POR QUE 25 DE DEZEMBRO?

 

Toda crença se baseia em alguma coisa real para criar algo fictício.  A ressurreição de Jesus não fugiu da regra.

 

"Por que vários deuses nasceram em 25 de dezembro?

 

seis deuses que nasceram em 25 de dezembro


Todos esses deuses (e outros deuses "solares") tinham sua data de nascimento no final do solstício de inverno, que termina +- em 25 de Dezembro. Vamos explicar em detalhes: Do Solstício de Verão ao Solstício de Inverno, os dias tornam-se mais curtos e frios.


Na perspectiva de quem está no hemisfério Norte, o Sol parece se mover para o sul aparentando ficar pequeno e fraco, o encurtar dos dias e o fim das colheitas conforme se aproxima o Solstício de Inverno simbolizando a morte, para os mais antigos. Era a morte do Sol.


Pelo 22º dia de Dezembro, o falecimento do Sol estava completamente realizado. O Sol, tendo-se movido continuamente para o sul durante 6 meses, faz com que atinja o seu ponto mais baixo no céu. Aqui ocorre algo curioso, o sol deixa, aparentemente, de se movimentar para o sul, durante 3 dias. (22, 23, 24).


Durante estes 3 dias de pausa, o Sol reside nas redondezas das constelações de Alpha Crucis ou mais conhecido como Cruzeiro do Sul e Constelação de Crux. Depois deste período, no dia 25 de Dezembro, o Sol move-se 1 grau, desta vez para o norte, perspectivando dias maiores, calor, e a Primavera. E assim se diz: que o Sol morreu na Cruz (Constelação de Crux).

Esteve morto por 3 dias, apenas para ressuscitar ou nascer uma vez mais. Esta é a razão pela qual Jesus e muitos outros Deuses do Sol partilham a idéia da crucificação, morte de 3 dias e o conceito de ressurreição.

É o período de transição do Sol antes de mudar na direção contrária no Hemisfério Norte, trazendo a Primavera e assim a salvação.

Pra o religioso refutar isso, acho que ele vai ter que mudar a terra, o sol ou as estrelas de lugar, pois a prova está no céu e é irrefutável.

A outra saída dos religiosos é finalmente admitir que a data de nascimento de Jesus foi uma data pagã mesmo escolhida pela igreja católica/império romano, e aí usa isso como refutação. Admite uma parte do "plágio" porque temos provas do mesmo, e esquece-se do resto. A páscoa, carnaval, festas juninas, pão= carne=trigo= corpo do deus, sermão da montanha, vários ensinamentos, milagres e o mais claro de todos: A RESSURREIÇÃO: Leiam de novo a explicação do solstício e notem que o sol "esteve morto" por 3 dias e depois renasce. E quando é que ocorre um outro fenômeno parecido? NA PÁSCOA!! o equinócio ocorre na páscoa, exatamente quando o "mito solar" morre por 3 dias e ressuscita. Quer algo mais claro que isto?

Cadê as provas da ressurreição? são os testemunhos bíblicos? altamente contraditórios entre si e pior, com os "grandes fatos" (trevas, terremotos e invasão de "zumbis de santos" na cidade) não conhecidos pelos 40 historiadores da época?


Se a ressurreição de Jesus tem ENORMES indícios de mais um plágio do paganismo, não tem referências históricas e é a ÚNICA* prova de que ele poderia ser um "deus", precisamos ficar debatendo se o "homem" existiu historicamente?

* Os outros milagres de jesus são facilmente forjados por pastores até os dias de hoje, e milhares acreditam piamente. Imagina naqueles tempos e depois de a bíblia ter sido escrita do boato-do boato-do boato por pessoas "crentes"?

(http://www.facebook.com/photo.php?fbid=462461393812330&set=a.399367516788385.93586.369179873140483&type=1&theater)

 

Como muito bem explicado no comentário acima, Jesus Cristo teve uma base bem formada, mas na mitologia de povos mais antigos.  Isso explica o fato de nenhum escritor da primeira metade do primeiro século ter tomado conhecimento de um homem chamado Yeshua que fazia grandes milagres, e, ainda, nem terem conhecido sequer um grupo que dissesse que seu líder executado tivesse ressuscitado.  É certo que tudo foi criado décadas depois da época que se crê Jesus tenha vivido.

 

Ver mais POR QUE SE CRÊ

 

..

.