PRESERVATIVO, A MELHOR ARMA CONTRA A AIDS

 

O Papa está por for fora da realidade. Preservativo é a melhor arma contra a disseminação da AIDS.

 

Ao falar com jornalistas no avião, a caminho de Iaundé, capital de Camarões, o papa disse que a aids “não pode ser derrotada pela distribuição de preservativos. Pelo contrário, eles só aumentam o problema”<http://www.jt.com.br/editorias/2009/03/18/int-1.94.6.20090318.1.1.xml>

É lamentável que após toda a luta da sociedade para o controle da aids tenhamos uma pregação genocida. Há seguimentos que só reconhecem os erros após cinco séculos, só que lidamos com um bem maior que é a vida e não podemos esperar cinco séculos”, afirmou Chequer."(ibiden)

"Segundo um painel de especialistas reunido pela Sadc, comunidade que reúne os países africanos com maior concentração da doença, estratégias para promover a abstinência até podem adiar o início da vida sexual dos jovens, mas não há impacto significativo no risco desta população ser infectada pelo HIV ao longo da vida. “A abstinência não é prática nem nos conventos do Vaticano”, afirmou Chequer" (ibiden).

Para comprovarmos a eficácia do preservativo, não precisamos recorrer a estatísticas nem testes científicos sofisticados.  Basta um teste simples:

Encha um preservativo com água e pressione-o.  A molécula de água é menor do que a molécula de oxigênio.  A água penetra em todas as células vivas, sendo impossível existir um ser vivo capaz de penetrar onde não passa água.   Como a água não passa pelo preservativo nem sob pressão, não seria nada inteligente pensar que um vírus, muito maior do que a molécula H2O seja capaz de passar por essa película.

É, portanto, descabida a afirmação do Papa de que os preservativos "só aumentam o problema”.

 

Ver mais CIÊNCIA

..

.