RENOVAÇÃO DOS DEZ MANDAMENTOS E QUASE MIL PESSOAS

 

"01 de abril de 2000
Uganda reza por vítima de seita apocalíptica

Kanungu, Uganda, 02 (AE-AP) - Autoridades ugandenses pediram hoje (02) para que a população orasse pelas mais de 900 pessoas mortas pelos líderes da seita apocalíptica "Restauração dos Dez Mandamentos de Deus". Ontem, o governo solicitou apoio internacional para ajudar na captura dos fanáticos.


"Acredito que eles estão vivos, todos têm de nos ajudar a capturá-los", disse a vice-presidente Speciosa Kazibwe. Segundo informações da mídia ugandense, os líderes da seita fugiram do país com os pertences de seus seguidores.


Centenas de corpos estrangulados e esfaqueados foram encontrados em prédios pertencentes ao culto. A cifra total de vítimas subiu hoje para 924. A polícia, acusada de utilizar presos inexperientes para encontrar os corpos, anunciou hoje a suspensão por tempo indeterminado dos trabalhos de busca até que disponha de equipes especializadas.


Com esse balanço, ainda provisório, a "Renovação dos Dez Mandamentos de Deus" se tornou a seita que mais deixou seguidores mortos até hoje, após o caso da Guiana francesa, em que 912 homens, mulheres e crianças - manipulados pelo "reverendo" Jim Jones - morreram, em uma cerimônia de suicídio e assassinato coletivo, no dia 18 de novembro de 1978.


Hoje, centenas de residentes locais, inclusive parentes das vítimas, estiveram presentes à celebração ecumênica na aldeia onde foram descobertos os primeiros 500 corpos entre os escombros de um templo incendiado.


Líderes católicos, muçulmanos e protestantes junto com funcionários do governo, entre eles Kazibwe, oraram e depositaram flores na igreja queimada de Kanungu.
<https://www.folhadelondrina.com.br/geral/uganda-reza-por-vitima-de-seita-apocaliptica-275416.html>
 

Das agências internacionais 19/03/2000 20h55
Em Nairobi (Uganda)

"Muitos dos que morreram na tragédia, incluindo 45 crianças, não sabiam o que iria acontecer quando os líderes da seita se encontraram com seus seguidores na sexta-feira (17) no templo em Kanunga, distrito de Rukingeri, a 320 km ao sudoeste de Kampala, capital ugandesa".

<https://www1.folha.uol.com.br/fol/inter/ult19032000151.htm>

 

Ver mais MALEFÍCIOS DA RELIGIÃO

 

..

.