SEIS PROVAS DE QUE A TERRA NÃO É PLANA

 

Se a Terra fosse plana, independente de gravidade ou qualquer outra coisa que nos faça cair na direção do solo, iríamos ver uma porção de coisas de forma bem diferente do que vemos.  Se vemos assim, é porque ela não é plana.

 

Se a Terra fosse plana,

 

1- O Sol a cinco mil quilômetros de altura (altura definida pelos terraplanistas) teria que ser visto simultaneamente em todos os cantos da Terra todo tempo, não havendo noite; pois não haveria relevo que o ocultasse do nosso campo de visão.

A, realidade, no entanto, o mostra subindo do nascente e descendo no poente, o que deixa claro que existe uma curvatura de quinte graus para cada hora dos vinte e quatro fusos horários.


 

2- Como ao meio-dia o sol estaria a cinco mil quilômetros de distância de nós, às 6h da manhã e às 18h, ele estaria a uma distância muitas vezes maior, o que nos levaria a vê-lo com um diâmetro muitas vezes menor, o que não acontece na realidade.

A realidade, todavia, mostra o Sol com o mesmo diâmetro o dia todo, o que prova que ele está extremamente distante, e alguns milhares de quilômetros a mais ou a menos não faz diferença aos nossos olhos.
 

3- O Sol não seria visto em uma linha reta para quem está na região do equador, mas seria visto se curvando para a esquerda como se vê no hemisfério norte em todas as partes da Terra.

A realidade, além de uma linha reta na região do equador, mostra o Sol curvando para o lado direito nos países de alta latitude sul.
 

4- Para sair de uma cidade no sul da Argentina, passar por uma no sul da África e por uma na Oceania e completar a viagem chegando ao ponto de partida, você teria que fazer uma viagem muito maior do que fazer esse circulo seguindo as cidades da linha do equador, como Manaus, Brazzaville, Cidade de México, Manaus.

Mas, na realidade, a rota próximo da Antártida é muito menor, 27.699 km contra 40.173 km na rota próximo da linha do Equador, o que é incompatível com a terra plana.


 

5- O rastro circular de estrelas só existiria na direção do Ártico, que os terraplanistas consideram o centro da Terra. A realidade, entretanto, mostra outro círculo na direção da Antártida, visto dos países do sul.
 

Se a Terra fosse plana, não teria como ver, desses países da hipotética borda da Terra, um círculo de estrelas que não é visto do centro dela. Oceania e América do Sul estariam apontando para direções opostas, não podendo o mesmo círculo de estrelas ser visto dos dois lugares.
Como, na realidade, o mesmo círculo de estrelas pode ser visto da Oceania e da América do Sul, podemos ter certeza de que esses países estão em uma posição global de onde se pode ver o que está sobre a Antártida, provando-se que a Terra não é plana como mostra o mapa terraplanista.


 

6- Seria simples com o uso de um telescópio ver da costa brasileira a costa africana, o que na realidade não ocorre.

Se na realidade é impossível da costa brasileira avistar a costa africana, isso prova que não há uma planície entre os dois continentes.
 

Se a Terra fosse plana,

não teríamos fusos horários formando dia e noite, mas temos;

o diâmetro do sol  aumentaria e diminuiria no correr do dia, mas não diminui nem aumenta;

a curvaturas opostas do sol nos dois hemisférios não existiriam, mas existem;

o percurso próximo da Antártida seria maior do que o da linha do Equador, mas na realidade é menor;

não existiria círculos de estrelas nos dois polos, mas existe;

e, com um telescópio, poderíamos avistar do Brasil a costa africana, mas não podemos ver.   Tudo isso é prova de que a Terra não é plana, coisa que só religiosos acreditam.
 

 

 Ver mais   SANDICES RELIGIOSAS

 

..

.