.

.

 

SINAIS DO FIM DO MUNDO

 

Muitos religiosos vivem apontando os fatos de hoje como sinais do fim do mundo.  Todavia não observam que os textos que citam falam de coisas da época em que foram escritos, e do que os autores esperaram que acontecesse em seus dias.  Mas o mundo não deverá acabar pelos motivos apontados.


"1. Aumento do conhecimento! (Dn 12:4)
O conhecimento humano está dobrando a cada dois anos e meio! (2002)


2. Aumento das viagens. (Dn. 12:4; Na. 2:4)
650 milhões de automóveis estão em circulação e mais 60 milhões são fabricados a cada ano! 200 mil aviões transportam 500 milhões de pessoas pelos céus a cada ano. Em qualquer instante, há cerca de 100 mil pessoas no ar! Exércitos podem ser transportados para qualquer ponto do planeta via aérea em menos de 24 horas.


3. Aumento das Comunicaçoes. (Mt. 24:14)
A indústria de Telecomunicações é uma das maiores do mundo. As bandas de freqüência estão entupidas de emissoras de rádio e TV. Há telões espalhados por todo o canto nas cidades. A TV via satélite mostra qualquer evento do mundo em tempo real. Se fala por telefone celular em qualquer parte do mundo com qualquer pessoa! Um correio eletrônico dá a volta ao mundo em 1 segundo.


4. Guerras e rumores de guerras. (Mt. 24:6-7)
Não há um só dia sem guerra no mundo. As manchetes dos jornais estão repletas de rumores. A indústria bélica continua a vender muito bem.


5. Malignos transgressores. (Dn. 8:23-25)
Sadam Hussein, Yasser Arafat, Kadafi, Milohsevich, Bin Laden, são só uma amostra das milhões de pessoas possuídas por demônios que se multiplicarão pelo mundo!


6. Guerras de Israel. (1948; 1967; 1973)
As guerras acima deixaram o mundo abismado, pela capacidade dos judeus resistirem às furiosas retaliações contra a existência do estado de Israel! No mesmo dia da declaração de independência, em 15 de maio 1948, os paízes árabes declararam guerra contra Israel. Os palestinos não descansarão enquanto Israel existir. Eles não querem paz.


7. Reavivamento do Império Romano. (Dn. 2:40-45 - Comunidade Européia)
A Europa está se tornando um bloco cada vez mais unido: O EURO é uma realidade, O PASSAPORTE comum é uma realidade, O PARLAMENTO Europeu é uma realidade! Só falta O GOVERNADOR comum (anticristo)!


8. Governo Mundial. (Ap. 17:7-17)
Antes do milênio (Ap. 20) haverá um governo do ditador maligno mundial (Dn. 2,7,9; Ap. 13 e 17).


9. Princípio das dores. (Mt 24; Lc. 21; Mc. 13)
Milhões de pessoas morrerão de fome e de AIDS na África.


10. Degradaçao Moral. (Mt. 24:37; Lc. 17; 2Tm.3:1-10)
Desafiando ao Altíssimo, milhões de sodomitas se multiplicam em suas blasfemas paradas a cada ano! Eles ainda têm a audácia de pedir a liberação da pedofilia homosexual! Que abominação! (ver foto abaixo)

Mais de 100 milhões de abortos são feito a cada anos pelo mundo. Setenta porcento dos casos de AIDS são resultado da perversões masculinas. Metade dos recém nascidos provém de uniões fora do matrimônio! Nudez e relações sexuais estão sendo mostradas a qualquer momento nas TVs.

"...Salvai-vos desta geração perversa..." (At. 2:40 ACF)

<http://www.baptistlink.com/creationists/sinais.htm>

 

Tudo isso é o fim do mundo?

 

"1. Aumento do conhecimento! (Dn 12:4) - O conhecimento humano só aumentou, com exceção de época em que, por obra religiosa, os estudiosos foram perseguidos e eliminados.  Exemplo: inquisição cristã na Idade Média.

 

2. Aumento das viagens. (Dn. 12:4; Na. 2:4) - Muitos correção de uma parte para outra.  Outra versão diz "muitos o esquadrinharão", referindo-se ao livro que o anjo teria mandado o profeta selar.  

Vale observar que esse tempo do fim deveria ocorrer no quarto império, e depois desse quarto império já passaram vários outros, o que torna tal predição descumprida.  O quarto império seria o Romano, segundo a maioria dos intérprete.  Depois do Império Romano, veio o da Igreja Cristã.  Quando o papa perdeu o domínio do mundo, Napoleão Bonaparte quis dominar, mas, ao final, quem se tornou a poderosa mundial foi a Inglaterra, que também foi chamada de Império Britânico.   Como os impérios anteriores, a Inglaterra um dia cedeu lugar aos Estados Unidos, que ainda são soberanos até hoje.   Surgiu a URSS, que fez frente aos EUA por pouco tempo e sucumbiu.   Hoje se fala em domínio chinês daqui a alguns anos.  A não ser que o conhecimento científico venha a prevalecer por lá, será pior do que um domínio americano.  E onde está o fim?  E olhe que nem seria o fim do mundo, mas o fim dos domínios gentios e a entrega do poder aos "santos do Altíssimo", ou seja, os judeus.  Eles continuaram sendo subjugado e perseguidos e, só atualmente, estão em uma situação boa, não naquele paraíso previsto, mas pelo menos como um país soberano. 

Vejam detalhes em O FIM: ANTÍOCO EPÍFANES, IMPÉRIO ROMANO, OUTRO PODER FUTURO.

 

3. Aumento das Comunicaçoes. (Mt. 24:14) - "Esse evangelho será pregado em todo mundo".    Isso, sim, tem sido feito por diversos grupos, por diversos meios de comunicação, cada um com sua própria versão.

 

4. Guerras e rumores de guerras. (Mt. 24:6-7) Nos dias em que foi escrito o evangelho de Mateus, considerando-se a população de então, havia muito mais guerras do que hoje.  Quem não estava em disputa bélica estava dominado por algum rei ou imperador.   O romano dominava a maior parte.    Hoje há guerras, mas em proporção menor, se levarmos em conta o tamanho da população mundial atual.  O que faz parecer que há mais guerras hoje é a informação globalizada. Naqueles tempos, um lado do mundo não sabia da existência do outro.  Para os judeus e cristãos primitivos, o mundo era algo plano e quadrado que se resumia à Europa, Ásia e África.  O que passava na América não existia para eles.

 

5. Malignos transgressores. (Dn. 8:23-25)

"21 Mas o bode peludo é o rei da Grécia; e o grande chifre que tinha entre os olhos é o primeiro rei [Alexandre Magno].
22 O ter sido quebrado, levantando-se quatro em lugar dele, significa que quatro reinos se levantarão da mesma nação, porém não com a força dele. [os quatro sucessos de Alexandre: Cassandro, Lisímaco, Ptolomeu e Seleuco].
23 Mas, no fim do reinado deles, quando os transgressores tiverem chegado ao cúmulo, levantar-se-á um rei, feroz de semblante e que entende enigmas. [Antíoco Epífanes].
24 Grande será o seu poder, mas não de si mesmo; e destruirá terrivelmente, e prosperará, e fará o que lhe aprouver; e destruirá os poderosos e o povo santo.[Foi o maior algoz dos judeus]
25 Pela sua sutileza fará prosperar o engano na sua mão; no seu coração se engrandecerá, e destruirá a muitos que vivem em segurança; e se levantará contra o príncipe dos príncipes; mas será quebrado sem intervir mão de homem. [Morte por infecção, após grave acidente].

Aí deveria ter acabado o poderio gentio, e os judeus deveriam ter dominado o mundo.  Se isso não se cumpriu, não é difícil deduzir que quem escreveu essa previsão não foi quem viveu no reino da Babilônia, mas alguém que vivia nos dias em que Antíoco IV morreu.  Essa pessoa tinha certeza de que dali em diante, os judeus, que venceram a guerra após a morte de Antíoco, iriam doravante dominar sobre todas as nações.   Se as profecias se cumprissem, nunca existiriam "Sadam Hussein, Yasser Arafat, Kadafi, Milohsevich, Bin Laden", etc.

 

6. Guerras de Israel. (1948; 1967; 1973) - Os judeus sempre viveram em guerra, sempre dominados por um império após o outro, até serem dispersados pelo mundo pelos romanos.  Mas, graças à sua persistência, e aí a fé ajudou mesmo, eles lutaram até conseguirem o apoio da ONU e terem um novo Estado, o que deu origem à inimizade islâmica contra o Ocidente.    Se as promessas divinas se cumprissem, eles teriam dominado o mundo há mais de dois mil e quinhentos anos.  Ver PROMESSAS, FRACASSOS, MAIS PROMESSAS... E MUITA PERSISTÊNCIA EIS AS RAÍZES DO CRISTIANISMO

 

7. Reavivamento do Império Romano. (Dn. 2:40-45 - Comunidade Européia) - "E haverá um quarto reino, forte como ferro, porquanto o ferro esmiúça e quebra tudo; como o ferro quebra todas as coisas, assim ele quebrantará e esmiuçará.
41 Quanto ao que viste dos pés e dos dedos, em parte de barro de oleiro, e em parte de ferro, isso será um reino dividido; contudo haverá nele alguma coisa da firmeza do ferro, pois que viste o ferro misturado com barro de lodo.
42 E como os dedos dos pés eram em parte de ferro e em parte de barro, assim por uma parte o reino será forte, e por outra será frágil.
43 Quanto ao que viste do ferro misturado com barro de lodo, misturar-se-ão pelo casamento; mas não se ligarão um ao outro, assim como o ferro não se mistura com o barro.
44 Mas, nos dias desses reis, o Deus do céu suscitará um reino que não será jamais destruído; nem passará a soberania deste reino a outro povo; mas esmiuçará e consumirá todos esses reinos, e subsistirá para sempre.
45 Porquanto viste que do monte foi cortada uma pedra, sem auxílio de mãos, e ela esmiuçou o ferro, o bronze, o barro, a prata e o ouro, o grande Deus faz saber ao rei o que há de suceder no futuro. Certo é o sonho, e fiel a sua interpretação."

 

Essa é outra predição que também se referia aos reinos existentes na época.   Para o vidente Yavé logo daria aos judeus o domínio do mundo. 

 

Entretanto, o que se vê hoje, não é nenhum reavimamento do Império Romano, mas muita gente querendo ser dona do mundo, como sempre existiu.  Os países da Europa se unem para fazer frente a inimigos comuns; os muçulmanos tentam impor suas crenças retrógradas; alguns sobreviventes socialistas ainda assustam o mundo; os Estados Unidos procuram manter sua hegemonia;  mas a instabilidade atual é ainda bem mais amena do que nos dias bíblicos.
 

8. Governo Mundial. (Ap. 17:7-17) - A besta do apocalipse era a representação do Império Romano, que, para o autor do livro, deveria acabar logo e dar lugar ao reino divino. Quando anotou "As sete cabeças são sete montes, sobre os quais a mulher está assentada", referia-se aos sete montes sobre que estava a cidade de Roma, que segundo alguns historiadores até era chamada de "urbe septicolis" (cidade das sete colinas).   Nada tem a ver com um hipotético governo mundial ainda por vir.


9. Princípio das dores. (Mt 24; Lc. 21; Mc. 13) - O que em Mateus é chamado de "abominação de desolação, predita pelo profeta Daniel" "no lugar santo" (Mateus, 24:15), é o mesmo que "Jerusalém cercada de exércitos" (Lucas, 21: 20); e chamada "grande tribulação" é nada mais do que a perseguição que continuou depois da destruição da cidade santa, situação vivida nos dias em que o Apocalipse estava sendo escrito.   "Pestes, fome, guerras, rumores de guerras" era o que não faltava naqueles dias, havendo mais do que hoje.  "Milhões de pessoas morrerão de fome e de AIDS na África". Isso está ocorrendo, mas a situação poderá melhorar, a não ser que os fanáticos religiosos continuem impedindo o progresso no continente.


10. Degradaçao Moral. (Mt. 24:37; Lc. 17; 2Tm.3:1-10) - "Desafiando ao Altíssimo, milhões de sodomitas se multiplicam em suas blasfemas paradas a cada ano! Eles ainda têm a audácia de pedir a liberação da pedofilia homosexual! Que abominação!"

 

O homossexualismo era coisa bastante normal na Grécia, onde os discípulos o praticavam com seus mestres.  No Império Romano também existia.   Os movimentos de hoje não estão fazendo mais do que tentando restaurar a liberdade que o cristianismo conseguiu eliminar.

 

"Mais de 100 milhões de abortos são feito a cada anos pelo mundo. - Depois dos contraceptivos, aborto é o último recurso para a interrupção de uma gravidez indesejada ou arriscada.   Ver ABORTO, UM MAL MENOR.

 

Setenta porcento dos casos de AIDS são resultado da perversões masculinas." - A AIDS tem no sexo a sua forma mais comum de contágio, mas não é só deste modo que se propaga.  Pode ser também por transfusão sanguínea.  Hoje se sabe que as relações homossexuais não têm maior risco do que as heterossexuais.  O risco para o agente passivo é maior do que para o ativo, porque aquele recebe o sêmen contaminado.  Mas o mesmo vale para a mulher, que também tem mais risco do que o homem.  O vírus passa de uma pessoa para outras através de troca de fluidos corporais, não importando ser pessoas do mesmo sexo ou de sexo distintos.

 

Os religiosos, por pensarem emocionalmente em vez de racionalmente, muitas vezes dizem bobagens.    Exemplo, a boníssima Madre Tereza, que também se deixou levar pelo pensamento primevo ao disparate: “A AIDS é uma justa retribuição à promiscuidade sexual”.  Que dizer dos que contraíram a AIDS por transfusão de sangue?
 

"Metade dos recém nascidos provém de uniões fora do matrimônio!"  -  Não encontrei estatística a respeito. Mas esse número parece muito alto.  É natural que seja bem maior do que nos tempos de maior repressão às mulheres.

 

"Nudez e relações sexuais estão sendo mostradas a qualquer momento nas TVs." - O mundo atualmente está mais livre do que décadas atrás.   Mas é apenas um retorno aos tempos anteriores à abominação do sexo e da nudez resultante da cultura judaico-cristã.

 

No passado, em alguns povos, o sexo fazia parte até de rituais religiosos.

 

O que aí foi apresentado com "sinais do fim do mundo" não passa de um apanhado de referências descontextualizadas misturadas com a realidade social de hoje.   Não é a nudez, nem o aborto, nem o homossexualismo que irá acabar com o mundo.  Há mais risco de ele ser destruído pelos religiosos fanáticos.

 

 

Ver mais sobre o FIM DO MUNDO

 

 

..