AS TEMPERATURAS DOS PLANETAS -- 11/09/2003
 (ANTICRISTO)

 

A temperatura em um planeta depende de vários fatores. Em primeiro lugar, a sua distância da estrela do seu sistema. Depois, o tamanho do seu dia, que pode levar a uma diferencia muito grande entre a temperatura noturna e a diurna. Depois, efeito estufa, como é o caso de Vênus. E, como observamos aqui na Terra, latitude e altitude altera muito.

A Terra está a 149.600.000 km do Sol, com uma temperatura bem adequada à nossa vida. Mais fria próxima aos pólos e nos cumes das grandes montanhas, e mais quente junto ao Equador e nas planícies. Quanto mais se distancia do Equador, mais diferença há entre a máxima e a mínima, devido à sua inclinação durante o ano. As grandes massas de ar também exercem um enorme efeito, levando frio a um lugar onde deveria estar fazendo calor. Já Vênus e Mercúrio, que estão mais próximo do Sol, têm temperaturas insuportáveis.

Mercúrio – “A distância máxima do planeta ao Sol é de 77 milhões de quilômetros (Afélio) e a mínima é de 46 milhões (Periélio) . Devido à grande excentricidade de sua órbita a temperatura sofre uma grande elevação quando está no periélio. No dia de Mercúrio a temperatura atinge 430oC e do lado oposto, ou seja, durante a noite, essa temperatura cai para -180oC. Vemos nesse caso a maior amplitude térmica do sistema solar, que é cerca de 600oC. Fotos tiradas por sondas espaciais mostram que ele é muito parecido com a Lua, por causa do grande número de crateras, mas sua composição química tanto da superfície quanto do seu interior é parecida com a da Terra" (http://www.cdcc.sc.usp.br/cda/aprendendo-basico/sistema-solar/mercurio.html).

Não é somente a distância, mas também o tamanho do dia, que aumenta tanto o calor, quanto o frio. Todavia, se tivesse um dia igual ao da terra, assim mesmo sua temperatura seria altíssima, porque não teria muito tempo para se resfriar no lado noturno.

Vênus - Vênus é queimado por uma temperatura à superfície de aproximadamente 482° C (900° F). Esta elevada temperatura deve-se principalmente a uma rápido efeito estufa originado pela pesada atmosfera de dióxido de carbono. A luz do Sol passa pela atmosfera e aquece a superfície do planeta. O calor é irradiado mas fica aprisionado pela densa atmosfera que não permite a sua fuga para o espaço. Isto torna Vénus mais quente que Mercúrio.
Um dia Venusiano tem 243 dias Terrestres e é mais longo que o seu ano de 225 dias. Curiosamente, Vénus gira de leste para oeste. Para um observador em Vénus, o Sol nasceria a oeste e teria o seu ocaso a leste”. (http://www.solarviews.com/portug/venus.htm)

Vemos que, Vênus, embora um pouquinho mais distante do Sol do que Mercúrio (108.200.000 km), tem o efeito estufa, que nunca o deixa esfriar.

Júpiter – “No centro deste sistema de nuvens o ar sobe, levando gás de amônia fresco para cima. Novos cristais brancos se formam quando o gás ascendente congela ao atingir as nuvens geladas do cimo onde as temperaturas são de -130°C (-200°F). 778.330.000 km do Sol”.

Você já imaginou chegar a Mercúrio ao meio dia? À meia noite também não seria muito agradável. É melhor ficar mesmo a cento e cinqüenta milhões de quilômetros do Sol. (Anticristo)
 

Ver mais RELIGIÃO

 

..

.