TERRORISTA, O VERDADEIRO MUÇULMANO

 

Esse americano terrorista afirma que o islamismo que o pai dele pratica é falso (Jornal Nacional, 27/10/2016).

 

Esse americano se aliou ao Estado Islâmico por uma razão: seu livro sagrado é de terror. 

Ele afirma que o islamismo que o pai dele pratica é falso (Jornal Nacional, 27/10/2016).


Infelizmente, temos que concordar com ele. Os muçulmanos civilizados que vemos no Ocidente não seguem o islamismo prescrito por Maomé.


A doutrina de Maomé é esta:
Deus cobrará dos fiéis o sacrifício de seus bens e pessoas, em troca do Paraíso. Combaterão pela causa de Deus, matarão e serão mortos” (Alcorão, Surata 9:111).
É a isso que os grupos terrorista estão sendo fiéis.

 

Quem simplesmente olha para os muçulmanos que vivem pacificamente em países cristão tende a dar ouvido a alegação que circula na mídia de que esses grupos radicais fazem "uma interpretação distorcida do Alcoração".

 

Já é bem conhecido que alguns países onde o islamismo é a lei há até pena de morte para quem se converter a outra religião, e grande parte do mundo nem presta atenção nisso.

 

O Islamismo nasceu em um ambiente de terror mundial, quando a Igreja Cristã aterrorizada o mundo quase inteiro, e surgiu como um terror contra terror.  E, como os religiosos afirmam que Deus não muda, o terror continua sendo ordem divina, crendo os mais fiéis ao Alcorão que a vontade de seu deus é que sua fé deva ser imposta mediante perseguição, prisão, tortura e morte.

 

Ver mais sobre o ISLAMISMO

 

..

.