CRISTIANISMO TRANSFORMA VIDAS?


Religião transforma vidas?  Transforma sociedades inteiras. Mas os exemplos que temos não são animadores.

 

"UMA HISTÓRIA ANTIGA MAS SEMPRE ATUAL
Charles Bradlaugh, que foi em certo tempo o ateu mais notável na Inglaterra, desafiou o pastor Charles Hugh Price, para um debate. Foi aceito o desafio e o pregador, por sua vez, desafiou o ateu da seguinte maneira: Como todos sabemos, Sr. Bradlaugh, “o homem convencido contra a própria vontade mantém sempre o seu ponto de vista”, e, visto que o debate, como ginástica mental que é, provavelmente não converterá a ninguém, proponho-lhe que apresentemos algumas evidências concretas da validade das reivindicações do cristianismo na forma de homens e mulheres redimidos da vida mundana e vergonhosa, ou pela influência do ateísmo. Eu trarei cem desses homens e mulheres, e desafio-o a fazer o mesmo.
Se o Sr. Bradlaugh não puder apresentar cem, contra os meus cem, ficarei satisfeito se trouxer cinquenta homens e mulheres que se levantem e testifiquem que foram transformados duma vida vergonhosa pela influência dos seus ensinos ateus. Se não puder apresentar cinquenta, desafio-o a apresentar vinte pessoas que testifiquem com rostos radiantes, como o farão os meus cem, que tenham um grande e novo gozo na sua vida elevada, em resultado dos ensinos ateus. Se não puder apresentar vinte, ficarei satisfeito se apresentar dez. Não, Sr. Bradlaugh, desafio-o a trazer um só homem ou uma só mulher que dê tal testemunho acerca da influência enobrecedora dos seus ensinos. Minhas pessoas redimidas trarão prova irrefutável quanto ao poder salvador de Jesus Cristo sobre as suas vidas redimidos da escravidão do pecado e da vergonha. Talvez Sr. Bradlaugh, essa será a verdadeira demonstração da validade das reivindicações do cristianismo.
O Sr. Bradlaugh retirou o seu desafio.
Do livro: Conhecendo as Doutrinas da Bíblia, do Dr. Myer Pearlman
Marcos 2:17 E Jesus, tendo ouvido isto, disse-lhes: Os sãos não necessitam de médico, mas, sim, os que estão doentes; eu não vim chamar os justos, mas, sim, os pecadores ao arrependimento."

 

Esse caso foi postado na minha linha do tempo no Facebook, e minha resposta foi esta:

 

"Quando me tornei ateu, não pensei que o ateísmo fosse me fazer uma pessoa melhor, nem que a religião fizesse alguém pior. Só senti que não havia sentido acreditar em um ser cuja própria palavra mostra que é puro mito.


Todavia, olhando bem para a história, concluí que não há nada melhor que a religião para justificar as maiores atrocidades e que a religião tem obstruído demais o progresso do mundo. Percebi que algumas pessoas que pregam a chamada palavra de deus são capazes de furtar, esquecendo-se do que dizem, que deus vê tudo; notei que pessoas famosas se tornam evangélicas depois que a fama acaba; que muitos bandidos se convertem quando estão dentro da cadeia; mas que, como já disse um observador, "religião não torna bons os maus
". http://www.joaodefreitaspereira.net.br/religiao-e-os-maus.htm

 

As pessoas maldosas continuam maldosas.  Às vezes dão uma aparência de boas com medo o inferno; mas continuam cheias de maldade.  Mas o mais grave é que, justificando-se na vontade divina, são capazes de barbaridades as mais apavorantes.  Uma igreja no poder espalha terror por todos os lados.  A própria Bíblia dá o exemplo.  A ordem de Yavé segundo os autores da Bíblia, era matar velhos e jovens, homens, mulheres e crianças, quando estivesse diante de nações que adorasse outros deuses.  E, como o cristianismo romano, ao adquirir poder, o fez com muito mais crueldade, não podemos esperar bom resultado onde religião tem poder.  Religião tende, mais do que transformar vidas, transformar sociedades inteiras em escravos de suas pretensões de mandatários divinos.

 

Ver mais  RELACIONAMENTO RELIGIOSO

 

..

.