VERDADE, OU ENGANO DIVINO?

 

O principal problema da religião é perpetuar os enganos primitivos mesmo depois que a ciência dá prova incontestável.  É um perigo para o nosso já prejudicado planeta.

 

Há dois mil anos, até os homens mais sábios do mundo acreditavam que a terra fosse plana e redonda ou quadrada, o centro do universo, e que o sol e as estrelam giravam em torno dela. Atualmente, só umas poucas pessoas muito desinformadas pensam assim.  O que é bastante difícil de explicar é dois bilhões de pessoas da atualidade ainda terem como verdade divina o livro que disse esse engano.

 

O livro sagrado diz que Yavé fez a Terra no terceiro dia, e o Sol foi feito no quarto dia (gênesis, 1: 9-19).  Fez um planeta para depois fazer a estrela orbitada por ele. 

 

Também diz que o Sol é que gira em torno da Terra indo de uma a outra extremidade dos céus: "A sua saída é desde uma extremidade dos céus, e o seu curso até a outra extremidade deles" (Salmos, 19:6).

 

Em um lugar diz que a Terra é redonda (Isaías, 40:22), em outros diz que a Terra é quadrada (Ezequiel, 7: 2; Apocalipse, 7: 1; 20: 8) e, em vez de esférica, ela é plana, possibilitando alguém avistar o mundo inteiro do alto de um grande monte (Mateus, 4: 8).

 

No final da Idade Média, Fernão de Magalhães ainda zombou dessa visão cristã: “A igreja diz que a terra é quadrada, mas eu sei que ela é redonda, porque vi sua sombra na lua. Tenho mais fé em uma sombra do que na igreja.”

 

É assustador ver como mestres religiosos ainda conseguem convencer uma grande parte da humanidade a acreditar que foi um ser onisciente que inspirou homens a escrever esses enganos.  Assim, eles convencem o povo a praticar muitas coisas ruins como sendo boas, colocando o planeta em risco. 



Ver mais sobre as RAZÕES PARA O ATEÍSMO

 

..

.